terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Trilogia dos ícones do Jazz 1 - John Coltrane



                                       

O Jazz surgiu no início do século XX em Nova Orléans,Chicago e Nova York,se desenvolveu entre as comunidades negras que viviam nestas cidades, utilizando elementos de tradições religiosas.
E ocasionou uma grande variedade de subgêneros: 


Dixieland na década de 1910, 
Swing das Big Bands das décadas 1930 a 1940,
Bebop de meados da década de 1940, 
Jazz latino das décadas de 1950 e 1960,
Fusion das décadas de 1970 e 1980.
  
*********
 JOHN "Trane"  COLTRANE


*********** 

      50 anos de seu falecimento

'Saxofonista e compositor de jazz norte-americano,  considerado pela crítica especializada como o maior sax tenor do jazz e um dos maiores jazzistas e compositores deste gênero de todos os tempos.'

 (Wikipedia)
********

Ao escolher para um de seus filhos o nome RAVI,John Coltrane explicitava  a influência da música indiana  de Ravi Shankar em seu trabalho.


Na segunda metade do século XX,já havia desenvolvido a maneira de tocar, com toques de Dexter Gordon e  Charlie Parker. 
Um de seus críticos e admiradores ,Ira Gitler,registrou  "a  combinação de um tom brilhante e penetrante em seu sax tenor com a  compressão rítmica  e expansão simultânea e refinada da vocabulário bebop no intervalo harmônico-melódico" e nomeou o estilo como "paisagens sonoras". 
Um tanto complicado para fans leigos  como eu,mas explicável pela sensação de paz e beatitude que a gente sente ao ouví-lo. 
 ****

Filho de William H.Coltrane,Pastor numa Igreja Metodista e de Alice  Gertrude Blair.John Robert Coltrane nasceu em 23 de setembro de  1926 em Haamlet, Carolina do Norte,
Logo após o nascimento, a família mudou-se para High Point, para ficar junto aos tios maternos.

Mais tarde,a   composição "Cousin Mary"seria dedicada à prima e amiga de infância.  Nesta família musical, aos doze anos ganhou de presente dos pais o primeiro clarinete   e teve aulas de música clássica.  
.  
Em 1939, a família foi dizimada por uma série de mortes : o pai, a tia e o avô ,e surgiram os graves problemas financeiros.
A mãe ,Alice, foi trabalhar numa tinturaria e , sobre a educação do filho, havia a necessidade de escolher entre ensino formal e aperfeiçoamento musical. 
Aluno tranquilo, John resolveu `a sua maneira o dilema:tocava na   na orquestra da escola e foi jogador de futebol. 
  
No ensino médio, "conheceu" o saxofone alto e deu os primeiros passos no jazz, influenciado por bandas de swing formadas por negros(especialmente a de Lester Young) que ouvia em  transmissões radiofônicas.   
Após a formatura ( maio de 1943), John foi com dois amigos para Filadélfia.
Trabalhou em uma refinaria de açúcar e tinha  aulas na Escola Ornstein de Musica com Mike Guerra, que originalmente era clarinetista.  
 ****
O músico raramente retornou ao seu estado de origem,preferindo ficar no norte do país,onde havia  menos discriminação racial.  
  
A ligação  com a Carolina do Norte veio com a união com Naima, a primeira esposa, com quem se casou em outubro de 1954.
 Coltrane começou a trabalhar com músicos que tinham  laços familiares com aquele estado americano como Dizzy Gillespie, Thelonious Monk, Jimmy Heath e McCoy Tyne. 
 *******
 Na Marinha 

Em 1945. consegue o primeiro emprego em uma banda  antes  de ser convocado para a Marinha.
Servindo no Havaí,  tocava em uma banda de jazz .  
Em 1946, terminado o serviço militar,  estudou  Teoria do Jazz com o guitarrista e compositor Dennis Sandole. 
 até a década de 1950.  
Primeiro, começou a tocar saxofone como membro da banda Webb Blues Joe que acompanhou o cantor Big Maybelle e,mais tarde, com Eddie "Clean Head" Vinson tocava sax tenor.
Outros momentos importantes em seu desenvolvimento musical foram a primeira experiência de um concerto  com Charlie Parker ( 5 de junho de 1945) e,no mesmo ano,as primeiras gravações com a
Jimmy Johnson Big Band.

Dependência
 Na cena musical,  veio o contato com heroína, considerada apenas uma " droga recreativa",na época.

Agora na Filadélfia, fundou uma  banda  de curta duração com Jimmy Heath, Benny Golson e Cal Massey  que  se apresentou   em Nova York ,com Howard McGhee. no Apollo Theater.
  
No início de 1949, tocou com Bud Powell, Art Blakey e Sonny Rollins no Ballroom Audubon
Em novembro do mesmo ano, gravou para o selo Capitol

Por intermédio de Jimmy Heath,tornou-se membro da Big Band Dizzy Gillespie.
Infelizmente, foi logo demitido, porque  Gillespie não empregava músicos tóxicodependentes. 
 

Após ser excluído por Gillespie,  encontrou trabalho na banda de Rhythm and Blues de Earl Bostic,onde conseguiu certa notoriedade e teve uma curta participação em outras bandas similares.

Em 1954, conheceu Naima (Juanita) Grubbs, sua primeira esposa  e  tocou na orquestra de seu antigo ídolo, o saxofonista Johnny Hodges.

Ali  permaneceu até 1955, encaixando curtos compromissos com  Miles Davis,Shirley Scott e Jimmy Smith.  

        Quinteto Miles Davis  1955-1960


E
ntrar para o primeiro e legendário Quinteto Miles Davis,que já era um superstar, foi um passo de gigante 

  Coltrane no saxofone tenor aprimorando   seu som característico. Primeiras gravações : "Budo" e "Little Melonae" pela  Columbia. Mas no  final de 1956 , o vício  em drogas atacou de novo e Coltrane se afastou para tentar se reabilitar  com a ajuda de sua esposa.  

E conseguiu.Um ano depois,livre da dependência, voltou aos palcos e mergulhou no trabalho. Trabalhou com Thelonious Monk, com quem gravou músicas para o álbum de Outubro de 1957.   

Ali,supera as harmonias  convencionais e aposta na improvisação. 
Naqueles 3 anos (1957-1960),  aperfeiçoou uma nova maneira de tocar, que crítico de jazz Ira Gitler chamou "folhas de som", "superfícies sólidas".   

 Diz Gitler: "A atração especial desta técnica é o que a música está dizendo, porque muitas vezes não está claro qual a tecla que Coltrane toca exatamente".   

Precisando de material para sua nova peça - como compositor-formou em  1958, um quinteto comum com   Wilbur
  Harden (Mainstream 1958). 

 De 1958 a 1960,tocou novamente no quinteto Davis. É deste momento  o excelente álbum Marcos e Kind of Blue  

*****
1960 marca o início de nova fase,a do quarteto com McCoy Tyner no piano,Jimmy Garrison no contrabaixo e Elvin Jones na bateria.Muitas as variedades de Coltrane: My Favorite Things, valsa de Rodgers e Hammerstein, são antológicas.
*******
   A LOVE SUPREME  e a espirituaidade
 

Em 1965 o quarteto cria a suíte em quatro movimentos A Love Supreme, considerada obra-prima.

Agora casado com a pianista Alice Coltrane , com quem teve 3 filhos, ela o acompanha nessa nova fase da carreira.
 

No site francês Toute.la.Musique.com, encontrei este texto sobre "A Love Supreme" que com delicadeza mostra o lado religioso de Coltrane:

 " É o album mais vendido do saxofonista, já cerca de meio milhão de exemplares em 1970. Muitas pessoas que não "ouviam" jazz, se encontraram na espiritualidade .Existe hoje uma Igreja em San Francisico construída em torno desta obra e que venera Coltrane como santo.
A  suite se divide em 4 partes: Acknowledgement, Resolution, Pursuance et Psalm, sugerindo uma peregrinação em quatro fases.   O peregrino reconhece o Divino  (Acknowledgement),  decide seguí-lo  (Resolution),  absorve a fé (Pursuance) e, finalmente,celebra com seu canto   (Psalm).  

Acknowledgement  é um prelúdio,  e a tensão aumenta progressivamente na segunda parte  , Resolution, chega ao clímax em  Pursuance, de menor duração.
 A quarta parte, longo solo de  Jimmy Garrison,Psalm, é um "postlúdio" ,relativamente suave.A duração da peça é de  cerca de 33 minutos  Il existe 
A versão live gravada no Festival d’Antibes  (julho 1965)  dura 48 minutos.
 Os 15 minutos de diferença entre as duas versões,mostram a vontade de Coltrane ,ao adotar nova maneira de escrever música,dando mais liberdade aos executantes para improvisar. 



Tempos finais

Embora livre do álcool e das drogas, estes venenos cobraram seu tributo: um câncer de fígado que Coltrane escondeu de todos e  tentou tratar de maneira holística e alternativa e,depois,da forma tradicional,ambas sem sucesso.
Morreu em 17 de julho de 1967,   com apenas 40 anos,no  Hospital Huntington, em Long Island, Nova York. 
E é considerado a inspiração para ícones da música como  Jimmy Hendrix, The Doors e The Byrds.

********
  A Love Supreme

https://www.youtube.com/watch?v=tZ9PorHzOBY


My Favorite Things e outras ,do álbum "Atlantic Years"


https://www.youtube.com/watch?v=sTNlFb6Xj6M&list=PLylE_TYHpc1n8J9R_JTiPf_1xR5chl63M
***************************

Nenhum comentário: