quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Festejos dos 20 anos da queda do Muro de Berlim que perderei ou No meio do caminho havia um carro rebocado

 
"A arte de perder não é nenhum mistério; 
Tantas coisas contêm em si o acidente
De perdê-las, que perder não é nada sério. 
Perca um pouquinho a cada dia. Aceite, austero, 
A chave perdida, a hora gasta bestamente. 
A arte de perder não é nenhum mistério. 
Depois perca mais rápido, com mais critério: 
Lugares, nomes, a escala subseqüente 
Da viagem não feita"

Trecho da tradução de Paulo Henriques Britto para " One Art" de Elizabeth Bishop
*****************************************************************************
Em 9 de novembro de 1989  acabou a Guerra Fria e abriu-se nova ordem mundial
( 5 de novembro,2009)

Berlim, nas planícies do nordeste, foi capital da Alemanha de 1871 a 1945, tendo retomado essa condição em 1990, com a reunificação do País.
Neste período de 45 anos, foi dividida em duas pelo tristemente célebre muro. Desde que foi construído até 1989, o Muro de Berlim era a linha simbólica que separava o bloco capitalista do comunista durante a “Guerra Fria” e foi o emblema da rivalidade das potências envolvidas: os Estados Unidos e a então União Soviética.
Quando Adolf Hitler, ditador de extrema direita assumiu o poder em 1933, também incorporou o cargo de primeiro ministro (Chanceler) da Alemanha. Hilter era adepto da política imperialista, ou seja, queria expandir o país invadindo nações vizinhas.
Iniciou uma série de anexações de territórios até que, a França e a Inglaterra lhe declaram guerra. Em 1º de setembro de 1939, começou a 2ª Guerra Mundial, que terminaria em maio de 1945 com a derrota da Alemanha e de seus aliados : Itália e Japão.
Os resultados foram uma devastação : 50 milhões de pessoas morreram, metrópoles, cidades médias e vilarejos foram arrasados. Houve um caos nos meios de comunicação, no comércio e na indústria, deixando a Europa fragilizada.
Terminado o conflito, representantes de Inglaterra, Estados Unidos e União Soviética se reuniram nas conferências de Potsdam (Alemanha) e Ialta (URSS) para os acertos finais da “nova ordem” mundial. Foi decidido que a Alemanha seria dividida em quatro zonas, cada uma controlada por um país: a parte leste ficou com a União Soviética, a noroeste com a Inglaterra, a sudoeste com os franceses e a sudeste com os americanos.
A cidade de Berlim também foi partilhadapelos mesmos países, ficando mais uma vez a URSS com a parte oriental.
A Europa acabou também “dividida”. O Leste ficou sob a influência da URSS e a Europa Ocidental sob a dos Estados Unidos.
Dois blocos políticos se formaram : o bloco capitalista no ocidente e o socialista no oriente.O fim da década de 80 trouxe movimentos de desconstrução das nacionalidades e países como a Tchecolováquia e a Iuguslávia se desmembraram.
O desejo de reunificação das duas Alemanhas também começou a surgir.
No verão europeu de 1989, os fluxos migratórios do Leste para o Oeste ficaram fora de controle das autoridades. Em 9 de novembro de 1989, foi autorizada a livre circulação entre as duas partes de Berlim
Alemães que estavam separados subiram no muro eufóricos e, à medida em que pedaços da construção iam sendo cortados, eram disputados como souvenir do momento histórico.
A queda do muro de Berlim simbolizou o final da Guerra Fria, a extinção do comunismo e a abertura de uma nova ordem mundial.
********************

Nenhum comentário: