sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Tricô, crochê e Eléonore Riego de la Branchardière


Para minha querida amiga Sandra Galvão. a que tem mãos de fada.




Tal como na tecelagem,o  tricô é uma técnica utilizada para a fabricação de tecido a partir de um fio,usando duas agulhas.  O trabalho consiste de lacetes chamados pontos, um após o outro.  
Os pontos ativos são mantidos em agulhas até que possam ser bloqueados pela passagem de uma nova malha através da mesma fileira já feita."

"Crochê ou croché é uma espécie de artesanato feito com uma agulha especial, dotada de um gancho. Consiste em produzir um trançado semelhante ao de uma malha rendada. 
O crochê tunisiano é uma técnica semelhante à do tricô manual, porém é realizado com uma única agulha com um gancho na extremidade, tal como a agulha de crochê tradicional.


(  adaptado da Wikipedia França)

*************************************************

*É difícil estabelecer com exatidão uma retrospectiva da história do tricô. 
materialpara crochê

*Eram poucas as publicações sobre o assunto no passado, raros  os fragmentos encontrados em museus e muitas as controvérsias sobre o que poderia ser chamado de trabalho em tricô. 
As peças mais antigas descbertas parecem ser dos séculos 3  ou 4 dC

*Agulhas de osso ou em bronze foram encontradas em tumbas egípcias.

*Os homens usavam agulhas para tricotar, as mulheres fiavam na roca. 

* Os árabes importaram o tricô das regiões que ocuparam no século 10:Sicília e Espanha.
Os normandos,exploradores dos mares e invasores de terras,introduziram o tricô no norte da Europa: Noruega Finlândia e Islândia,ilhas anglo-normandas e, para ampliar o espectro,todas as regiões de cultura celta.l

*Os cruzados também aparecem como introdutores do tricô na Europa no século 11.
A Rainha Maria Antonieta era adepta, assim como um de seus contemporâneos,  o Rei Frederico II da Prússia. O tricô foi um passatempo para os nobres.

*A partir do Séc. XIX , apareceram as  máquinas de tricô. 

*Durante as duas grandes guerras mundiais, as mulheres tricotavam peças para  
os soldados, como o gorro chamado balaclav ou "ninja"
(Bataclava,localidade na Criméia) que se tornou moda.
Esse costume veio da guerra da Criméia, quando as bataclavas  enviavam esses gorros às tropas britânicas, como proteção ao frio extremo.


*No final dos anos 60,o tricô voltou com força   no mercado da moda.

Nos anos 70, houve a nova valorização do tricô artesanal, tendência que permanece até hoje. 

***
Crochê
  
*Também um tanto obscura a origem do crochê,mas é certo que apareceu na Europa no começo do século 18.Instruções detalhadas sobre diferentes pontos aparecen na obra Godey's Lady's Book (1846) e, no ano seguinte, na publicação A Winter's Gift

 * A partir do século 20,na Inglaterra,Estados Unidos e França, o crochê passou a ser utilizado como opção mais barata à renda. .Os anos 20 marcaram um verdadeiro "boom".
 Esquecido no período entre guerras (1914-1939),voltou  à moda com toda a força-pela  necessidade de economizar. 

*Nos anos 70, surgem lojas  "tricô e crochê" nas grandes cidades do mundo.

* Na atual era da informática,são centenas os blogs e sites especializados. 
amigurumis

*O crochê continua na moda,mas com características mais atuais (desenhos de amigurumis-personagens em 3D)e demais modelos decorativos e funcionais.
 


******************

 Eléonore Riego de la Branchardière

"A francesa Éléonore Riego de la Branchardière desenhou padrões que podiam ser facilmente duplicados e os publicou em livros para que outras pessoas pudessem começar a copiar os desenhos" 

Eleonore Riego de la Branchardiere nasceu na Inglaterra em 1828, filha de mãe irlandesa e pai francês.
Desde criança fascinada por todas as formas de trabalho com agulhas -tricô,crochê,rendas e fabricava redes-publicou o primeiro de seus 13 livros com apenas 12 anos, introduzindo idéias e aperfeiçoando técnicas que estão em uso até hoje.
Aos 23 anos, no censo demográfico inglês de 1851,definiu-se como "autora e designer", vivendo na  New Bond Street 106, Londres.

Mademoiselle Riego, como gostava de ser chamada, nos legou uma infinidade de modelos.
Alguns deles você vai encontrar no site abaixo:


 http://www.ravelry.com/designers/eleonore-riego-de-la-branchardiere

************************
 

Nenhum comentário: