sábado, 6 de outubro de 2012

Estranha no ninho

Frances Farmer (1913-1970)


 Pesquisar a trajetória da atriz Frances Helena Farmer é constatar como uma vida humana podia,no passado recente, ser destruída pela selvageria de um tratamento psiquiátrico inadequado. Nascida em Seattle, foi ativista política desde a adolescência.


Ainda estudante na Universidade de Washington, trabalhava para um jornal de esquerda, quando ganhou um prêmio de visita à União Soviética e a fama de atéia e comunista, embora seu interesse maior tenha sido sempre a carreira de atriz.
Mulher de temperamento forte e rebelde por natureza, chegou às telas já em papéis de destaque na Paramount. Seu passaporte para a tela foi sua beleza física e voz muito expressiva. Dissimulava a timidez com uma aparente agressividade e tentou ser uma atriz séria ao ingressar no “Group Theatre” Chegou a ser considerada a nova Greta Garbo.
 O abuso de bebidas alcoólicas e casos de amor fracassados fizeram emergir uma personalidade violenta.
Irritada por uma simples infração de trânsito, Frances desacatou a autoridade durante uma sessão no tribunal, arremessando um tinteiro no juiz.
Foi condenada a seis meses de prisão. Considerada mentalmente perturbada, foi internada num sanatório e interditada. O que poderia ter sido um caso corriqueiro de excesso de álcool, se transformou na descida de Frances ao inferno da loucura.  

Crime consentido
Com autorização da mãe e aval do estúdio, foi submetida, aos 34 anos, a uma lobotomia transorbital pelo neuro-cirurgião Walter Freeman. (Lobotomia, segundo o Dicionário Aurélio, significa intervenção artificial nos lóbulos do cérebro, o que causa profunda alteração nos sentidos)

A este episódio, seguiram-se 5 anos de internações em clínicas psiquiátricas de ambiente promíscuo, onde recebeu eletrochoques, tratamento à base de insulina e banhos frios.
Em 1953, Frances saiu do sanatório e tentou ganhar a vida com trabalhos temporários.
Como recepcionista de um hotel, foi reconhecida por uma jornalista, que escreveu um artigo sobre as condições em que vivia a antiga super star.

A história foi contada no “Esta é a sua vida” e , a partir daí, voltou a atuar e conseguiu ter seu talk show vespertino “Frances Farmer Present” durante seis anos.
Frances morreu de câncer em 1970,aos 57 anos. .
A vida atormentada foi inspiração para o filme "Frances"(1982), protagonizado por Jessica Lange, que foi indicada -pelo desempenho-para o Oscar de melhor atriz (foto/cartaz do filme).

 Kurt Cobain, da banda de rock “Nirvana” batizou sua filha (com Courtney Love) com o nome de Frances e compôs o clássico “Frances Farmer Will Have Her Revenge on Seattle”.
 ************

Nenhum comentário: