quinta-feira, 24 de março de 2011

Morre Liz Taylor: ícone do cinema, ativista e amiga das boas causas



Atriz marcou Hollywood pelos incríveis olhos cor de violeta e ativismo contra aids.


*******
Elizabeth Rosemond "Liz" Taylor, Dama do Império Britânico, nasceu em Londres no dia 27 de fevereiro de 1932 e morreu ontem,dia 23 de março de 2011.
A atriz estava internada há dois meses no hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, nos Estados Unidos, sofria de uma grave insuficiência cardíaca e, em 2009 ,tinha sido operada ao coração. ,
Era filha de Francis Lenn Taylor, dono de galeria de arte e Sarah ViolaTaylor,antiga atriz que atuava como Sarah Sothern.americanos do Kansas, residindo na Inglaterra.
O irmão mais velho de Liz , Howard Taylor, nasceu em 1929. Considerada uma das maiores atrizes da idade de ouro de Hollywood é a sétima na lista das mulheres que se tornaram Lendas do Cinema,segundo American Film Institute. Com dupla nacionalidade:inglesa de nascimento e cidadã americana pela paternidade,renunciou à americana, em 1965.
Quando morreu o grande amigo Rock Hudson que precisou viver no armário porque era galã em Hollywood, os lindos olhos violeta se tornaram força de mobilização entre a comunidade do show business internacional, arrecadando fundos para pesquisas sobre a prevenção e cura da Aids
Depois,criou sua própria fundação a ETAF-Elizabeth Taylor Aids Foundation (ETAF) e cerca de cem milhões de dólares já foram destinados a essas pesquisas.
Em 2006,Liz -com a a parceria da cadeia de lojas Macy’s-enviou uma van (usando o jogo de palavras "Care Van"-van para cuidar) com mesas cirúrgicas e equipamento de raio X e mais uma considerável soma em dinheiro para assitir os portadores de HIV e Aids desabrigados do furacão Katrina,em Nova Orléans.
E com a vivência adquirida em 50 filmes e quase setenta anos de Hollywood,(foi estrelinha adolescente de filmes da MGM) dois Oscars,sete casamentos, quatro filhos,netos ,bisnetos,muitas dezenas de cirurgias e saúde precária,tendo voltado da experiência de quase morte várias vezes e seguidora da Cabala,Liz Taylor apoiou o grande amigo Michael Jackson,acusado de seduzir menores.
Estava presente no funeral privado do astro, em 3 denovembro de 2009,rara pessoa fora da família.
Apaixonada por jóias,proprietária dos maiores diamantes jamais lapidados, tornou-se designer lançando sua própria grife,deixa uma pinaoteca de dar inveja a museus e linha de perfumes: que alcançam cifras incríveis de vendas. Liz soube se retirar do cinema na hora certa,mas sua presence sempre causava grande impacto.
Mesmo em cadeira de rodas empurrada pelo ultimo namorado afro-americano, costumava comparecer a eventos beneficentes.

***********************************

2 comentários:

Pedro Luso de Carvalho disse...

Thereza,

Muito bom seu artigo sobre Elizabeth Taylor. Dentre os muitos filmes que vi com ela, destaco: Um Lugar ao Sol ("A Place In The Sun"), no qual contracenou com Montgomery Clift e
Shelley Winters.

Outro filme que achei importante foi "Quem tem medo de Virginia Woolf", contracenando com Richard Burton.

Parabéns.

Abraços,
Pedro.

Thereza Pires disse...

Obrigada,Pedro
Continuo a dizer ter que comentário teu é como se ganhar medalha.
Theeza