sábado, 16 de outubro de 2010

14 de outubro de 1980-último show de Bob Marley

O amigo Maurício Menezes Resende me mandou este selo comemorativo dos 500 textos. Lindo presente, Maurício, obrigadíssima
"O reggae não é pra se ouvir é pra se sentir. Quem não o sente não o conhece."
Robert Nesta Marley,o querido e saudoso Bob Marley,guitarrista, compositor e intérprete do reggae jamaicano, nasceu em 6 de fevereiro de 1945 em Nine Miles, paróquia de Saint Ann,na Jamaica.
Filho de Norval Sinclair Marley, branco, capitão do exército inglês e Cedella Booker, uma adolescente negra vinda do norte do país. Cedella foi abandonada no dia seguinte ao casamento,mas Norval continuou a manter a mulher e a criança até a morte (1955).
Em seguida, Marley e sua mãe se mudaram para Trenchtown, uma favela de Kingston, onde o garoto era discriminado pelos negros locais por ser mulato.
A juventude difícil e o preconceito sofrido desenvolveram uma grande sensibilidade em relação aos problemas sociais e direitos humanos.Até hoje,continua sendo o músico mais conhecido e venerado divulgador do reggae,fazendo a música de seu país e o movimento rastafari conhecerem audiência planetária, com mais de 200 milhões de discos vendidos
Grande parte do seu trabalho dedicada a mostrar a situação dos pobres e oprimidos,
Chamado mesmo de" Charles Wesley dos rastafáris" pela forma de divulgar a religião através da música
Bob foi casado com Rita Marley, uma das I Threes, mãe de quatro de seus doze filhos (dois deles adotados).
Ziggy e Stephen Marley herdaram a musicalidade do pai e a demonstraram na banda Melody Makers. Outro filho, Damian Marley ( Jr. Gong), também seguiu a carreira. .
********
Em 1966,pouco antes do casamento com Rita Anderson,foi reencontrar a mãe-casada com um jamaicano e morando em Delaware -Estados Unidos, onde trabalhou num hotel,sempre compondo suas canções.
Voltando à pátria natal, começou seu o interesse pelo movimento rastafari quer desde 1930 vinha crescendo na Jamaica.Com Peter Tosh e Bunny Livingston criou o selo independente Wail'n Soul'm.
O primeiro trabalho no novo estilo rocksteady chamou-se Bend Down Low. Em Kingston, Mortimer Planno, un rasta jamaicano de origem cubana lhe transmite uma grande parte de cultura rastafari.
Os discos vendem pouco e Bob Marley não tem condição de viver com Rita e seus dois filhos. Em 1967, volta ao povoado onde nasceu para um mergulho espiritual,mas continua a gravar.
Foram 45 trabalhos com o selo Wail'n Soul'm.Entre eles, os agora clássicos Hypocrites e Nice Time com o grupo denominado Bob Marley & the Wailers.
Em janeiro de 1968,Rita, Bob Marley e Peter Tosh encontram o cantor americano Johnny Nash, que resolve lançar o rocksteady nos Estados Unidos ( com a canção Hold Me Tight) .
O Studio One, ou melhor,o produtor Coxsone Dodd,cuidou da maior parte do trabalho inicial de Marley,mas o relacionamento deles se deteriorou por questões financeiras
Lee "Scratch" Perry substituiu Dodd,mas problemas relativos a direitos autorais separaram a nova dupla. Mais tarde,em Londres. se recompuseram,trabalharam juntos de novo e continuaram bons amigos até a morte de Marley. O trabalho de Bob Marley foi amplamente responsável pela aceitação cultural da música reggae fora da Jamaica . Em 1975,pelo selo Island Records, de Chris Blackwell, veio a fama internacional com No Woman, No Cry
O Atentado
Marley era um militante pelo amor e paz entre os seres humanos ,o que não impediu que,em 1976,dias antes de um show gratuito organizado em parceria com o então primeiro-ministro jamaicano Michael Manley durante as eleições gerais,ele, sua esposa Rita e o empresário Don Taylor fossem baleados na residência do astro em Hope Road.
O show foi encarado como apoio ao primeiro ministro e provavelmente os tiros vieram dos defensores do partido conservador da Jamaica, o Jamaican Labour Party. Marley sofreu ferimentos leves no braço e no tórax.
Don Taylor levou a maior parte dos tiros em sua perna e torso quando passou na frente da linha de fogo. Ele foi internado em estado grave mas recuperou-se. Rita Marley também foi internada após um grave ferimento na cabeça.
O candidato Michael Manley foi eleito.
"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida"
A doença e o adeus
Em julho de 1977, Marley descobriu um de câncer de pele, o melanoma maligno, que se desenvolveu sob uma unha do pé.
Foi indicada a amputação do dedo,mas os princípios rastafaris não permitem cortes ou amputações.A preocupação do astro era,também, o impacto que a notícia poderia causar em seu público,afetando a carreira.
Feita uma cirurgia na Alemanha(sem sucesso)para tentar extirpar apenas as células cancerígenas. a doença foi mantida em segredo do grande público.
O câncer espalhou-se para seu cérebro, pulmão e estômago.
Em1980,muito doente,depois de uma série de shows na Inglaterra,programou um grande circuito de apresentações para firmar seu prestígio junto ao público americano Marley desmaiou enquanto corria no Central Park de Nova York e a turnê foi cancelada.
Faleceu no hospital Cedars of Lebanon no dia 11 de maio de 1981 em Miami, Flórida, aos 36 anos.
O funeral ecumênico- oficiado por líderes da Igreja Ortodoxa da Etiópia e do Rastafarianismo teve status de chefe de Estado.
O sepultamento foi em Nine Mile, perto de sua cidade natal e sua guitarra favorita, uma Fender Stratocaster vermelha,o acompanhou na cena final.
Prêmios e honrarias
(Fonte: Wikipedia Portugal)
"1976 - Banda do Ano (Rolling Stone)
Junho de 1978 - Premiado com a "Medalha de Paz do Terceiro Mundo" pelas Nações Unidas
Fevereiro de 1981 - Premiado com a mais alta condecoração jamaicana, a "Ordem ao Mérito"
1999 - Álbum do Século (Revista Time) por Exodus
Fevereiro de 2001 - Premiado com um Grammy pelo "Conjunto da Obra
Fevereiro de 2001 - Uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood
2004: Rolling Stone Magazine classificou-o # 11 em sua lista dos "100 Maiores Artistas de Todos os Tempos"
"One Love" chamada canção do milênio pela BBC
Votado como um dos maiores letristas de todos os tempos por uma sondagem da BBC"
Termino meu texto com a transcrição do comentário do leitor que percebeu -com grande sutileza-a coincidência da data de resgate dos 33 mineiros chilenos soterrados e a data dos 30 anos da última apresentação do grande astro.
Obrigada, Virgilio
**********************************************
virgilio disse...
14 de outubro de 2010
Ultimo mineiro foi resgatado no chile.
Parte da trilha sonora para segurar a pressão , chama-se BOB MARLEY.
Como já dizia o musico Mano Chao ,em sua música MR.Marley.
Sometimes i dream about reality
Sometimes i feel so gone Sometimes i fall in the insanity yeahh
Sometimes i feel so lonesome
Sometimes i dream about wild wild world
Hey Mr Marley Sing something good to me
This world go crazy It's an emergency
14 de outubro de 2010 20:42 ****************************************************************

2 comentários:

Mauricio Menezes Resende disse...

PARABÉNS PELOS SEUS 500 TEXTOS!
AGUARDAMOS MAIS 5.000 EXCELENTES COMO ESSES!
BEIJO!
MAURICIO

Thereza Pires disse...

Oi,Maurício
É para pessoas com sua sensibilidade apurada que tive e tenho a alegria de escrever/teclar esses trabalhos.
Obrigada pela "audiência"

Thereza