quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

A origem das celebrações de Ano Novo


(31 de dezembro de 2009)

O ótimo texto abaixo, do autor que se assina Aislin Ganesha no blog "Poeira Cósmica", foi o mais completo e-ao mesmo tempo-mais sucinto que encontrei.A ilustração também faz parte da matéria.
"A César o que é de César",o ditado popular usado para marcar que cada pessoa deve receber o que merece ,vem do tempo em que a Judéia(atual Israel) era dominada pelo Império Romano e- em sua versão completa- se encontra no capítulo 22 do Evangelho de Mateus.
Acho que,de certa forma, foi o precursor do respeito aos direitos do autor.
Visite o arquivo de Ganesha, super informativo,em:
*************************


"A primeira comemoração chamada de festival de ano-novo aconteceu na Mesopotâmia por volta de 2.000 a C. Na Babilônia a festa começava na ocasião da Lua Nova, indicando o equinócio de primavera, ou seja, um dos momentos em que o Sol se aproxima da linha do Equador, quando os dias e as noites têm a mesma duração. No calendário atual, isso ocorre em meados de março, mais precisamente, dia 19 de março, data em que os espiritualistas comemoram o ano-novo esotérico.
Os assírios, persas, fenícios e egípcios comemoravam o ano novo no dia 23 setembro e os gregos comemoravam o início de um novo ciclo em dezembro, nos dias 21 e 22.
Os romanos foram os primeiros a estabelecer uma data no calendário para realizar uma grande festa (753 AC a 476 DC). O dia era primeiro de março, mas foi trocado para primeiro de janeiro e mantido no calendário juliano, adotado em 46 AC. Só em 1.852 foi que a igreja consolidou a data quando adotou o calendário gregoriano.
Ainda hoje, na China se comemora a festa de passagem de ano no fim de janeiro ou começo de fevereiro. A comunidade judaica tem um calendário próprio para comemorar a passagem de um ano ou Rosh Hashaná que ocorre em meados de setembro ao início de outubro do calendário gregoriano. Já os islâmicos, o ano-novo é comemorado em meados de maio.
Para nós, a contagem decrescente indica o fim de um ciclo e o começo de um outro. É um momento de promessas que irão alimentar nossos sonhos por 365 dias. Todos os rituais indicam que o ano que começa virá com novas esperanças. Todas as tradições que de uma forma ou outra estão presentes nas nossas vidas. Vale muito a comemoração, exaltação do espírito, roupas novas, fogos e desejos de um ano melhor"

Nenhum comentário: