quinta-feira, 6 de novembro de 2008

A revitalização do Bosque dos Constituintes

  (6 de novembro,2008) O Presidente Luís Inácio Lula da Silva participou,ontem, do evento que marca a revitalização do Bosque dos Constituintes,ao lado do Congresso Nacional,em Brasília. Para comemorar os 20 anos da Constituição Cidadã,a Câmara dos Deputados, o Governo do Distrito Federal e o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), assinaram acordo de cooperação para adoção do Bosque. Lula, que foi constituinte ,escolheu plantar uma muda de aroeira, a mesma espécie que deixou para florescer ali em 1988. Cerca de outras 250 mudas foram fincadas na terra .
O Presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, plantou uma muda de xixá (foto) ,lembrou que a Constituição brasileira foi a primeira do mundo a destinar um artigo para a proteção do meio ambiente e formalizou a adoção do bosque por meio do programa Abrace um Parque, do governo do Distrito Federal Nos 70 mil metros quadrados do Bosque dos Constituintes, primeiro jardim histórico da Capital Federal serão construídos um pátio de esculturas, praças, uma ciclovia e está previsto um roteiro-passeio ecológico . William França,Assessor da Presidência da Câmara dos Deputados e Coordenador do Projeto Bosque dos Constituintes, informa : a equipe responsável pelo Projeto está se "inspirando" no Jardim Botânico aqui do Rio de Janeiro,seguindo a Carta de Florença de 1991,que dispõe sobre Jardins Históricos
 A Câmara dos Deputados cuidará do bosque,com base na Lei Distrital nº 448, de 17 de maio de 1993 - sobre a adoção de praças, jardins públicos e balões rodoviários por entidades e empresas-e  ficará como responsável pela ornamentação e manutenção da área adotada, seguindo as recomendações da Carta de Florença, de 1981.
Encontram-se na área seguintes espécies, representantes da flora brasileira: pau-ferro, pau-brasil, aroeira, angico, bálsamo, cedro, capitão, Gonçalo Alves, guapuruvu, ipê amarelo, ipê branco, pajeú, inga mimoso, jacaré, jequitibá, jacarandá mimoso, jacarandá da Bahia e quaresmeira.Duas espécies exóticas deveriam estar expostas ali, segundo o projeto original: o jambo rosa natural da Malásia e o jambolão, esta última praticamente extinta. Em breve,o Bosque terá um site na internet.  

Carta de Florença,um documento poético “águas dormentes ou moventes são reflexo do céu” “Reunidos em Florença, em 21 de maio de 1981, o Comitê Internacional de Jardins Históricos e ICOMOS/IFLA decidiram elaborar uma carta relativa à proteção dos jardins históricos, que levará o nome desta cidade.
 Essa carta foi redigida pelo comitê e registrada em 15 de dezembro de 1982 pelo ICOMOS, PARA complementar a Carta de Veneza neste domínio particular.


Artigo 1º - Um jardim histórico é uma composição arquitetônica e vegetal que, do ponto de vista dahistória ou da arte, apresenta, um interesse público. Como tal é considerado monumento.
Artigo 2º - O jardim histórico é uma composição de arquitetura cujo material é principalmente vegetal, portanto, vivo e, como tal, perceptível e renovável. Seu aspecto resulta, assim, de um perpétuo equilíbrio entre o movimento cíclico das estações, do desenvolvimento e do definhamento da natureza, e da vontade de arte e de artifício que tende a
perenizar o seu estado. Artigo
3º - Por ser monumento, o jardim histórico deve ser salvaguardado, conforme o espírito da Carta de Veneza. Todavia, como Monumemto Vivo, sua salvaguarda requer regras específicas, que são objeto da presente carta.
Artigo 4º - Destacam-se na composição arquitetura do jardim histórico: - seu plano e os diferentes perfis do seu terreno; - suas massas vegetais: suas essências, seus volumes, seu jogo de cor, seus espaçamentos, suas alturas respectivas; - seus elementos construídos ou decorativos; - as águas moventes ou dormentes, reflexo do céu.

Artigo 5º - Expressão de relações estreitas entre a civilização e a natureza, lugar de deleite,apropriado à meditação e ao devaneio, o jardim toma assim o sentido cósmico de uma imagem’ idealizada do mundo, um paraíso no sentido etmológico do termo, mas que dá testemunho de uma cultura, de estilo, de uma época, eventualmente da originalidade de um criador”
**************************************************

Nenhum comentário: