sábado, 4 de fevereiro de 2017

Tributo a Moacir Santos


Arranjador, compositor, maestro e multi-instrumentista brasileiro.

(1926-2006)

Linha do Tempo



*26 de julho de 1926
  Moacir José dos Santos nasceu em Bom Nome, interior de Pernambuco,filho de Julita- que faleceu quando ele tinha 3 anos e José, que se juntou aos "volantes".policiais que caçavam o bando de Lampião.
Teve 3 irmãs e um irmão, que foram "distribuídos" entre várias famílias do agreste pernambucano.
A madrinha Corina foi sua primeira tutora e, em seguida,ficou aos cuidados de uma família local, que o colocou na escola e o aproximou da Banda Municipal de Flores do Pajeú.
A natural curiosidade e muito talento o levaram a pesquisar e a aprender -sozinho- a tocar cada um dos instrumentos da banda : trompa, saxofone, percussão, clarineta, violão, banjo e bandolim.

*Aos 14 anos, passou a viajar pelos estados do Nordeste procurando trabalho e  acabou se fixando em Recife,onde conseguiu ,pouco a pouco, reputação como músico estiloso, exímio saxofonista,atuando  no programa Vitrine, de Antônio Maria e José Renato, na Rádio Clube de Pernambuco. 

*Década de 1940
Contratado pela  Rádio Tabajara, na Paraíba
 seguiu para João Pessoa, na Paraíba,  para o serviço militar, com idade presumida  de 18 anos  
No exército, Moacir logo se aproximou  da banda marcial. 


*Depois de quase um ano e meio na tropa, Moacir foi liberado e voltou para Rádio Tabajara da Paraíba, como saxofonista solista. 
Em João Pessoa, ele conheceu também  Cleonice Santos que foi sua companheira pelas quase seis  décadas seguintes, 

*Abril de 1949  :nasceu o filho único do casal, Moacir Santos Jr
O casal se mudou para o Rio de Janeiro, quando Moacir foi contratado pela Rádio Nacional,brilhando entre os grandes maestros arranjadores de origem européia,  como Radamés Gnattali e Lyrio Panicalli.

*Aos 23 anos, começou a estudar Regência  no curso do maestro César Guerra-Peixe. 

Durante dois anos, morou em São Paulo,  como regente da orquestra da TV Record. voltando depois  para o Rio.

*Compôs  a trilha sonora de diversos filmes, entre eles "Ganga Zumba" (1963), de Carlos Diegues, "Seara Vermelha" (1964), de Alberto D'Aversa, "O Santo Módico" (1964), de Robert Mazoyer, "Os Fuzis" (1964), de Ruy Guerra, e "O Beijo" (1965), de Flávio Tambellini.  

* 1965 marca olançamento do primeiro disco : "Coisas",pela gravadora Forma 

*Tornou-se assistente do compositor alemão Hans Joachim Koellreuter e  foi professor de  Baden Powell, Paulo Moura, João Donato, Nara Leão, Roberto Menescal, Sérgio Mendes e outros importantes nomes da música brasileira.

*1967  Viagem a Los Angeles.  convidado para a estreia mundial do filme "Amor no Pacífico", do qual havia sido compositor. 

Fixou-se em  Pasadena, Califórnia, compondo trilhas para o cinema e ministrando aulas de música.
 (acima, Moacir e sua Cleonice e com a banda americana,na California) 


*Nos Estados Unidos,gravou quatro álbuns solo, três deles para o selo Blue Note, sendo um deles indicado para um Grammy  

  * Em 2001,foi lançado o album "Ouro Negro" ,com participações especiais de Milton Nascimento, Djavan, Ed Motta, Gilberto Gil, João Bosco, João Donato entre outros

*2005-  Lançamento de  um DVD com um show da "Banda Ouro Negro" gravado ao vivo no SESC Pinheiros em São Paulo, e um disco, pela gravadora Biscoito Fino, com várias composições do início da sua carreira, "Choros & Alegria".

*Em julho de 2006, ganhou o Prêmio Shell de Música.

*Poucos dias após completar 80 anos, em 6 de agosto de 2006,Moacir Silva faleceu em Pasadena,vitimado por um derrame.


****************** 
 Legado

* Considerado
 um dos maiores mestres da renovação harmônica da música popular brasileira (MPB).
*Foi parceiro de Vinicius de Moraes, e por ele foi homenageado na canção "Samba da Bênção", com Baden Powell: "Moacir Santos / tu que não és um só, és tantos / como este meu Brasil de todos os santos."


*Do site "Leia Já", em 2016,adaptado

"A Companhia Brasileira de letras (Cepe) lançou no Teatro de Santa Isabel, no Recife, um livro que resgata a obra e vida do sertanejo de São José do Belmonte, Moacir Santos. 

 Aberto ao público e com entrada franca, o lançamento contou com uma homenagem, numa noite de concerto com a Banda Sinfônica do Conservatório Pernambucano de Música e regência do maestro Marcos FM.

Com o título “Moacir Santos ou Os caminhos de um músico brasileiro", o livro revela a vida e a obra de Moacir Santos que, órfão aos três anos, sofreu intensamente com a pobreza e a discriminação racial. 

Tem autoria de Andrea Ernest Dias, doutora em flauta pela Universidade Federal da Bahia, com tese sobre Moacir Santos, e também idealizadora do Festival que leva o nome do músico." 
 *****

 Informações sobre o songbook de Moacir Santos
http://www.freenote.com.br/produto.asp?shw_ukey=38651160936HUN460W
 http://www.freenote.com.br/produto.asp?shw_ukey=38651160936HUN460W

 Direto do Youtube 

*Clique nos links para ouvir as  obras completas :


 *Coisas (1965) Album completo
https://www.youtube.com/watch?v=RX-keWoDgcg 

*Ouro Negro-DVD completo- Show no Sesc  Pinheiros   2001
  https://www.youtube.com/watch?v=stqlIiCalHY

*****

*Informações sobre o songbook de Moacir Santos
http://www.freenote.com.br/produto.asp?shw_ukey=38651160936HUN460W







Nenhum comentário: