sexta-feira, 17 de junho de 2016

Lançamento editorial: 1º volume de quadrilogia de Mary Del Priore


Do site da Livraria da Travessa:  


"os personagens somos todos nós"

                   

 


SINOPSE
A história do país é comumente contada por meio de grandes fatos, feitos e nomes, vitórias e fracassos que marcaram a nação ou a sua economia. 
O povo, seus hábitos e sua vida cotidiana sempre foram relegados e esquecidos, sem receber a visibilidade que merecem. 

Suas histórias foram deixadas atrás das cortinas, mas chegou a hora de conhecê-las. Mary del Priore nos presenteia, neste livro, com as verdadeiras histórias do país, aquelas que retratam intimamente a vida da gente brasileira. 

Nele, você vai descobrir como as pessoas se vestiam, onde moravam, o que comiam, o que faziam para se divertir e tantos outros fatos “menores”, que muito dizem sobre elas – e sobre nós. 

Os personagens aqui vão além daqueles conhecidos, como Tiradentes ou d. Pedro I; somos todos nós. 

Afinal, é conhecendo nossas raízes, as histórias de nosso povo e os objetos que usavam que seremos capazes de compreender melhor o país em que vivemos e de construir um futuro mais promissor. 

Portanto, que tal olhar pelo buraco da fechadura e descobrir o que há por trás das cortinas do Brasil?

Este é o primeiro volume da coleção “Histórias da gente brasileira” – focado na época do Brasil Colônia –, que contará ainda com outros três livros: um sobre o Império e dois sobre a República.

DADOS DO PRODUTO
título: HISTORIAS DA GENTE BRASILEIRA VOLUME 1: COLONIA  
isbn: 9788544103852 i
idioma: Português  
encadernação: Brochura formato: 16 x 23  
páginas: 432 
 ano de edição: 2016 ano 
copyright: 2016 edição:

 *****


MARY DEL PRIORE
MARY DEL PRIOREMary del Priore é historiadora, duas vezes pós-graduada pela École des Hautes Études de Paris. 
Ex-professora dos Departamentos de História da USP e da PUC/RJ. 


Autora de mais de 40 livros, recebeu mais de 20 prêmios nacionais e internacionais, entre eles três Jabutis, dois Casa Grande & Senzala, o Prêmio do Ministério dos Negócios Estrangeiros do governo da França e da Organização dos Estados Americanos (OEA) para as Américas (1992) e o Ars Latina (2008) por ensaísmo em História. Membro do P.E.N. Club do Brasil, da Academia Carioca de Letras e do Conselho Consultivo da Confederação Nacional do Comércio;

Sócia do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e do Instituto Histórico e Geográfico/RJ; sócia correspondente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia; acadêmica correspondente da Academia Paraguaya de la Historia, da Academia Nacional de la Historia de Argentina, da Academia Colombiana de la Historia, da Real Academia de la Historia de Espanha, da Academia Portuguesa da História e do Instituto Historico e Geografico del Uruguay
Colaborou durante 10 anos para o Caderno Feminino de O Estado de S. Paulo, e segue escrevendo para periódicos nacionais e estrangeiros. 

Consultora de cineastas como Daniella Thomas e Júlio Léllis, teve três livros aproveitados em espetáculos de teatro e balé.

***********************

 




 



Nenhum comentário: