terça-feira, 1 de abril de 2014

Música de Câmara na Academia Brasileira de Letras





 "No próximo dia 3 de abril, a Academia Brasileira de Letras realiza seu concerto mensal da série "Música de Câmara na ABL" em homenagem ao centenário do compositor Guerra-Peixe (1914-1993) com o Quarteto Rapsódico, grupo formado pelos músicos ANA DE OLIVEIRA, violino, RUTH SERRÃO, piano, ANDRÉA ERNEST DIAS, flauta e MARCUS RIBEIRO, violoncelo. 
O programa abrange um painel de suas músicas desde muito jovem passando pelo dodecafonismo até as obras da maturidade. 
O concerto começa pontualmente às 18h e será precedido pela apresentação do Acadêmico Marco Lucchesi, que falará sobre o compositor e sua importância na música brasileira. 
O teatro R.Magalhães Jr fica na Av. Presidente Wilson, 203, centro, a entrada é franca, e não há necessidade de retirar senha com antecedência"

(divulgação)

A jornalista e agitdora cultural Nenem Krieger é responsável pela programação e produção artística da série.


*****
Texto sobre César Guerra Peixe publicado no site www.algosobre.com.br


"Compositor, arranjador, violinista e regente fluminense 


(18/3/1914-26/11/1993). 


Um dos mais representativos músicos da corrente nacionalista, alia o dodecafonismo a temas folclóricos. 


Começa a estudar teoria musical aos 9 anos, em Petrópolis, sua cidade natal. 

Aos 13, compõe sua primeira música, o tango 
Otília.

Aos 30, escreve sua primeira obra dodecafônica. 

Em 1947 recusa convite para estudar na Suíça. 
Prefere trabalhar em uma rádio de Pernambuco, o que lhe dá oportunidade para coletar material folclórico da região, como maracatus e catimbós.
 César Guerra-Peixe Autor de duas sinfonias, uma das quais 
dodecafônica, duas suítes sinfônicas e várias peças para orquestra de câmara, faz também diversos arranjos de música popular. 

Presença importante do cinema no Brasil, participa de 28 filmes, dos clássicos do diretor Alberto Cavalcanti às chanchadas da Atlântida, cuidando da direção musical ou escrevendo a trilha sonora.

Professor de composição, escreve alguns trabalhos como  Maracatus do Recife (1956),
A partir dos anos 70, apresenta-se en concertos em inúmeras cidades do Brasil.
Morre em novembro de 1993, no Rio de Janeiro"




***********************


 





Nenhum comentário: