quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Ronald Biggs e o audacioso "crime do século"


 
material de divulgação
Ronald Arthur Biggs (8/8/1929) é um ex-prisioneiro britânico mais conhecido por escapar da cadeia após sua participação secundária no roubo a um trem postal em 1963. Fugiu para o Brasil em 1970 permanecendo no país até retornar à Inglaterra em 2001
Morreu ontem  ( 18 de dezembro de 2013 )na Inglaterra

O crime quase perfeito 
Às 3 e 15 da madrugada do dia em que completava 34 anos, com a cumplicidade de dois informantes,  o carpinteiro Ronald Biggs-casado e pai de dois filhos-e mais 14 comparsas cada um com sua habilidade específica, interceptaram e roubaram o conteúdo praticamente secreto de um trem que  só viajava à noite  e que saíra de Glasgow levando 126 sacos de dinheiro, depósitos bancários sendo enviados da Escócia para a estação de Euston, Londres.


A cerca de 65 quilômetros de Londres, o trem parou emima da ponte no condado inglês de Buckinghamshire. A mudança das luzes dos sinais, feita com uma bateria portátil  foi o primeiro passo do plano. 
8 de agosto era o dia certo para o golpe porque os bancos que haviam fechado 3 dias antes, esvaziaram os cofres e despacharam o dinheiro para Londres. 
O maquinista, Jack Mills, e seu ajudante,desceram para verificar a parada súbita e logo encontraram os ladrões que vestiam uniformes militares.
Foram golpeados e o bando "desenganchou" um vagão da locomotivaque continha duas toneladas e meia de dinheiro.
As pessoas que se encontravam nos outros vagões não perceberam nada.
A quantia roubada equivale hoje a 69 milhões de dólares.
****************************


Nenhum comentário: