quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Top 5 do blog-Os textos mais clicados de 2011-"Desaniversário"-70 anos da abertura dos campos de Auschwitz

("0 Trabalho liberta")
Uso este termo inventado por Lewis Carrol-"desaniversário"- porque me recuso a registrar a data tão trágica no dia certo :24 de maio.
Foi quando,os nazistas perpetraram outros de seus crimes hediondos: tendo como ponto de partida as barracas de tijolo do exército polonês, "inauguraram" campos de trabalho e de extermínio.
A partir de 1940 o governo de Adolf Hitler construiu vários campos de concentração e um campo de extermínio na então Polônia ocupada, nos municípios deAuschwitz e Birkenau, (em polonês Oświęcim e Brzezinka) a cerca de 60m quilômetros de Cracóvia.
Esse complexo carcerário( 3 campos principais e 39 campos auxiliares) era dirigido pelas SS e comandado por Heinrich Himmler.
Auschwitz I
Campo de concentração aberto em 24 de maio de 1940.
Era o centro administrativo da crueldade. Ali morreram cerca de 70 mil prisioneiros politicos e intelectuais poloneses e soviéticos ,prisioneiros alemães comuns e homossexuais.
Logo na entrada de Auschwitz liam-se (ainda hoje estão lá) as palavras: "Arbeit macht frei" (o trabalho liberta)
Os prisioneiros do campo saíam para trabalhar ao som de marchas militares e outros prisioneiros selecionados ,os kapos,fiscalizavam os companheiros,em troca de algumas pequenas regalias..

Auschwitz II (Birkenau)
Auschwitz II (Birkenau) é o campo mais conhecido como Auschwitz. Ali foram executados mais de um milhão de judeus e ciganos. O campo fica em Brzezinka (Birkenau), a 3 km de Auschwitz
Foi dada a partida para a construção em 1941, para agilizar a Endlösung der Judenfrage (solução final). O campo tinha 4 km e meio de área e estava dividido seções, cada uma delas ,por sua vez,separadas em campos.
Os campos eram cercados e rodeados de arame farpado e cercas elétricas , que alguns prisioneiros usaram para cometer suicídio O campo chegou a ter cem mil prosioneiros ao mesmo tem Era um campo de extermínio e possuía 4 crematórios e câmaras de gás. Cada uma recebia até 2.500 prisioneiros por turno de trabalho dos funcionários Os prisioneiros ali chegavam de trem, em vagões de carga superlotados em viagens que demoravam dias . A partir de 1944, a linha férrea foi reformada para que os trens chegassem direto ao campo e os passageiros eram dirigidos logo para as câmaras de gás. Às vezes os nazistas selecionavam alguns prisioneiros que eram submetidos a experimentos , sob a supervisão de Josef Mengele
Famílias inteiras de ciganos foram separadas em uma seção especial do campo. A maior parte foi para as câmaras de gás em julho de 1944;Em 10 de outubro de 1944 os meninos ciganos restantes foram executados.
Em 7 de outubro de 1944, judeus, que eram mantidos separados do restante dos prisioneiros, organizaram uma revolta. As prisioneiras sabotaram explosivos de uma fábrica de armas e os utilizaram para destruir parcialmente o crematório IV e tentar de escapar Os 250 prisioneiros foram presos e imediatamente executados


Auschwitz III e os campos auxiliares
A indústria alemã nas áreas militar, metalúrgica e mineradora usava mão de obra escrava de Auschwitz III Monovitz e d que iniciou suas operações em maio de 1942 e dos 39 campos auxiliares.
A IG Farben produzia combustíveis líquidos e borracha sintética e a equipe médica de Auschwitz II fazia revisões sanitárias.
"IG Farben (abreviatura de Interessen-Gemeinschaft Farbenindustrie AG) (associação de interesses indústria de tintas SA) foi um conglomerado de empresas formado em 1925 e de certa forma mesmo mais cedo, durante aPrimeira Guerra Mundial.
A IG Farben deteve um monopólio quase total da produção química na Alemanha Nazista.
Durante seu apogeu IG Farben foi a quarta maior empresa do mundo, depois da General Motors, U.S. Steele Standard Oil Company. Farben em alemão significa: "tintas", "corantes" ou "cores" e inicialmente muitas destas empresas produziram tinturas, mas em breve começaram a dedicar-se a outros setores mais avançados da indústria química.
A fundação da IG Farben foi uma reação à derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial.
Antes da guerra, as empresas de tintas alemãs tinham uma posição dominante no mercado mundial, que perderam durante o conflito. Uma solução para reganhar essa posição foi através da fusão.
A IG Farben consistia das seguintes principais empresas: Agfa,Casella,BASF (Badische Anilin und Soda Fabrik),Bayer,Hoechst,Huels e Kalle"
(pra variar, a fonte é a excelente Wikipedia Portugal)
"********************************************************
Os doentes considerados fracos... e quem não era fraco ali??? iam para as câmaras de gás de Birkenau.Os aliados ordenaram que fossem tiradas fotos em grande número para que a Humanidade não esqueça que o extermínio realmente aconteceu.
Recentemente,o Papa Bento XVI citou as palavras pronunciadas por seu antecessor, João Paulo II em 2000 e pediu “perdão” aos judeus pelo Holocausto,pois a Igreja não fez qualquer ação para condenar ou impedir o assassinato coletivo e corre a notícia de que Pio XII teria "abençoado" os armamentos dos italianos comandados por Mussolini, aliado de Hitler.
Estive no campo de Dachau (na Alemanha) e considero visitar um campo de concentração das mais dramáticas experiências que uma pessoa pode vivenciar .Ao mesmo tempo em que a gente se emociona e se revolta,assume intimamente o compromisso de trabalhar da melhor forma possível para que jamais se repita tamanha barbaridade.
****************************************************************************
O campo de Auschwitz-Birkenau (abaixo:foto das ruínas) foi aberto como museu em 1947 e declarado pela Unesco Patrimônio da Humanidade em 1974.
*********************************************************************

Nenhum comentário: