quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Exposição em Museu de Viena e lançamento editorial comemoram os 100 anos de Hollywood


O site da Deutsche Welle chama para a exposição sobre os cem anos de Hollywood e informa o lançamento do livro- a partir do catálogo da mostra - autoria de Werner Hanak ". Bigger Than Life - 100 Anos de Hollywood A experiência judaica",(Ed. Bertz + Fischer Verlag, 2011, 204 páginas) com inúmeras ilustrações.
Sempre bom lembrar que Deutsche Welle (DW) (português: Onda alemã) é uma empresa de radiodifusão da Alemanha, com sedes em Bonn e Berlim, que transmite para o exterior programas de rádio em 30 línguas, além de oferecer uma programação televisiva em quatro idiomas e um amplo portal de conteúdo on-line.
A Deutsche Welle é o equivalente alemão a redes de notícias como a BBC World, por exemplo, e é membro da rede pública de televisão ARD. Seu slogan é: "Aus der mitte Europas" ("Do coração da Europa", em português). Atualmente, é a 10º maior emissora do mundo.
**************
Influência Judaica
Foi da Polônia que vieram os principais produtores,todos judeus, que tornaram Hollywood o centro da indústia cinematográfica.
Carl Laemmle ,chefão da Universal era de Laupheim,
Adolph Zukor,da Paramount era húngaro William Fox (Fox Films) nasceu em Tulchva. Samuel Goldwyn (MGM) veio da Polônia e os irmãos s Harry, Albert e Sam (Warner Bros) também poloneses.
Os grandes filmes americanos tinham suas raízes em Minsk,
Warsawa Tulchva e Laupheim. ErnstLubitsch ,Billy Wilder, Michael Curtiz e Fred Zinnemann vieram de cidades da Europa Central .
Assim como muitos atores, cineastas, compositores e técnicos
******
História de Hollywood

Maior que a vida - um mundo perfeito (na capa do livro Marilyn Monroe e Jane Russel, símbolos sexuais de Hollywood nos anos 50)
Os 24 capítulos de " Maior que a vida - 100 ans de Hollywood. Uma experiência judia »,editado como catálogo da Exposição do Museu do Filme em Viena trazem uma excelente explanação tema.
O editor e co-autor
Werner Hanak vai fundo na história do sistema americano de fazer cinema, de seus primórdios até hoje.

Provavelmente não há outro grupo que tinha um papel tão importante na ascensão de Hollywood como os imigrantes judeus.
Eles criaram e influenciaram seus filmes não apenas com os valores da América ,mas com seus mitos, tradições e arquétipos tentando criar um mundo colorido e perfeito.
Diz o livro: "A exclusão (dos judeus) desencadeia um desejo de fantasiar sobre uma realidade que não existe (...) Não é surpresa que tenham tentado desenhar uma nova realidade social nos Estados Unidos, onde poderiam encontrar segurança e moralidade".
******************************************************************

Nenhum comentário: