sexta-feira, 11 de setembro de 2009

(Quase) Tudo sobre a Feira da Praça Benedito Calixto


(11 de setembro, 2009)     
A Feira da Praça
Localizada entre as ruas Cardeal Arcoverde e Teodoro Sampaio. em Pinheiros, a praça Benedito Calixto é famosa (não só em São Paulo,mas no Brasil inteiro e exterior)  pela feira de arte e cultura que lá acontece: a Feira da Praça, como é conhecida.
Desde 1987,todos os sábados,chova ou faça sol, com altas ou baixas temperaturas,de 9 às 19 horas, cerca de 320 expositores ali  mostram seu artesanato variado, sua moda, obras de arte e antiguidades.Existe também uma praça de alimentação muito incrementada,com petiscos e bebidinhas.Tem chorinho ao ar livre.E um coral que lá se apresenta ,com frequência,para encerrar as atividades.
Programa imperdível.Vale a viagem. (de 400km,no meu caso).
               O Autor na Praça
Duas vezes por mês acontece o evento “O Autor na Praça’ no Espaço de Apresentações Plínio Marcos Amanhã, dia 12 de setembro, lá estarão o escritor, apresentador e cineasta Alessandro Buzo (foto) em tarde de autógrafos, leituras e distribuição do jornal Boletim do Kaos. O cartunista Junior Lopes participa do evento realizando caricaturas.
Autor de cinco livros e organizador de duas coletâneas literárias
Alessandro Buzo apresenta o quadro "BUZÃO - CIRCULAR PERIFÉRICO" do Programa Manos e Minas da TV Cultura e é Diretor do filme "Profissão MC", com lançamento previsito para breve,ainda este ano. Idealizou e organizou três eventos culturais: Favela Toma Conta, de Hip Hop,que acontece no Itaim Paulista (Extremo da Zona Leste de SP, 320 mil habitantes); Suburbano no Centro, de Hip Hop e que acontece na Ação Educativa na região central de SP e Encontro com o Autor, de literatura ,que traz todo mês um poeta ou um escritor para tarde de autógrafos na Loja Suburbano Convicto no Itaim Paulista.
No site oficial www.buzo.com.br podem ser conhecidas todas as facetas desse intelectual multimídia
**********
Junior Lopes,designer gráfico e cartunista,(foto) faz retratos de personalidades com retalhos de pano numa técnica pessoal lhe rendeu prêmios importantes como o Leão de Ouro do Festival Internacional do Cinema Publicitário de Cannes, em 2005.
Ganhou diversos prêmios internacionais em Salões de Humor (Turquia, Itália, Irã, Colômbia, Portugal e Coréia)
Seus trabalhos são publicados na Folha de São Paulo, Veja, Rede Globo, Revista da MTV, SuperInteressante, VIP, Rolling Stone e Gazeta Mercantil. E é free-lancer da revista alemã Stern.
              O 'Jornal da Praça'
Dando continuação ao trabalho do fotógrafo,produtor cultural e escritor Eduardo Barrox, 
seu falecido companheiro nas artes e na vida, a jornalista e também fotógrafa e escritora Cristina Livramento (foto)edita o  Jornal da Praça.
 
Uma vez por mês, o Jornal da Praça,em parceria com O Autor na Praça,apresenta um artista e sua obra, através de exposição,performances  ou happenings.
Cristina também mostra seu talento no site "Contos da Camaleoa"
  e no blog 
(im)Pertinências do Cotidiano
   
                              
                             Quem foi Benedito Calixto
O autodidata Benedito Calixto de Jesus( 1853-1927) pintor, historiador,desenhista, professor e astrônomo amador brasileiro,considerado um dos “quatro gigantes das artes plásticas paulistas”  foi uma dessas pessoas que já chegam ao mundo sabendo o que desejam.Calixto ,desde cedo, produzia obras de arte.
Nasceu em Itanhaém, litoral sul de São Paulo. Foi para Brotas, no interior do estado, a convite de um irmão e lá ficou encarregado da conservação e restauração das igrejas e imagens sacras.
Em 1877 casou-se com Antônia Leopoldina de Araújo,com quem teve 3 filhos e continuou a pintar paisagens e retratos dos cafeicultores e suas famílias. Em 1881, mudou-se para Santos e,com seu talento para afrescos,decorou tetos e paredes das mansões dos grandes comerciantes da cidade.
Produziu obras para muitas igrejas,para o Museu do Ipiranga e para a"Bolsa Oficial do Café", em Santos, onde uma de suas principais obras "A Fundação de Santos" ocupa uma parede inteira do salão principal. Produziu cerca de 700 trabalhos: marinhas, retratos, paisagens rurais, urbanas e obras religiosas dentre as quais 500 estão catalogadas,
Morreu em maio de 1927,deixando inacabadas duas obras que iriam decorar a Catedral de Santos. *****************************************************

3 comentários:

Carlos disse...

Ué.. vc esteve por aqui para visitar a feirinha da benedito calixto, é?

Bjos

Thereza Pires disse...

Oi,Carlos
Estive aí mês passado.
Obrigada por seguir o blog.
Ter um leitor como você é-no sentido humano e no intelectual também-um presente.
Bjs

Da próxima eu aviso e vamos tomar um café

Carlos disse...

combinado!

Bjos