quarta-feira, 24 de junho de 2009

Neda Agha- Soltan,a menina morta

 
Inacreditável.
"Desde a eleição, a repressão contra os protestos nas ruas das cidades iranianas já deixou pelo menos 18 mortos, e os manifestantes foram ameaçados com mais violência caso continuem indo às ruas. Segundo relatos da imprensa ocidental, está sendo cobrada, das famílias das vítimas, uma taxa pelas balas que mataram os opositores. Eles só podem enterrar os corpos após o pagamento da taxa." 

Fonte-G1  


Voz da resistência iraniana
( 24 de junho,2009- continuo pensando em meu filho do coração)
Muito longe daqui mora um moço que , adolescente, precisou deixar seu país porque a família fugia de perseguições políticas.
Já tinha perdido a mãe e, com o tempo e com nossa convivência distante na geografia mas profunda na ternura, e tendo segredos sérios e precisando de cumplicidade,compreensão e carinho, passou a me colocar no lugar dela. E assim me sinto.
Esse moço é iraniano e eu venho acompanhando com muita angústia a angústia que ele deve estar sofrendo,porque não pode se expandir. Os amigos que frequenta devem estar escondidos,recolhidos.No itrabalho,quase não sabem de sua história.
Ao telefone, embora vivendo num país amigo, teve que ser quase monossilábico e,mesmo assim, precisou falar por metáforas.
Dias melhores virão e penso em você com carinho e saudades,mon enfant.
Coloco aqui a imagem da sua jovem conterrânea morta no sábado ,em Teerã,quando,acompanhada do pai, participava da manifestação contra a eleição corrompida.
Neda, significa VOZ em farsi, seu idioma, Madjid,mon enfant,o que dá mais força ao movimento de resistência.
A censura imposta pelo governo, impede o trabalho da imprensa internacional, mas videos do You Tube mostram os últmos momentos da vida da mocinha de 16 anos e o Twitter conclama os manifestantes a continuar a luta .
As ondas do rádio furam qualquer bloqueio e,através de emissões vindas da Alemanha, a humanidade está acompanhando o martírio do seu povo.
******************************************************

Nenhum comentário: