terça-feira, 17 de julho de 2018

Trilogia Rainhas (quase) desconhecidas 1- Última rainha do Havaí




Liliʻuokalani
*2/9/1838
+11/11/1917 

Lydia Kamakaʻeha,ou Lydia Kamakaʻeha Paki, mais tarde Lydia K. Dominis,

Rainha do Havaí de 1891 a 1893.

Linha do tempo


*Quarta filha, e a mais velha das mulheres, dos Grandes Chefes César Kapa'akea e Analea Keohokālole de Kaua'i.
 

*Seu nome significa "A Conservação dos Céus". 

 *Em 16 de setembro de 1862, casamento com John Owen Dominis, que seria o governador de O'ahu e Maui. 
 Não tiveram descendentes.
* A herdeira de Lili'uokalani por muitos anos foi sua sobrinha Victoria Ka'iulani (1875-1899), embora tenha morrido antes dela. 

* Em1881,o ano em que seu irmão fez uma viagem ao redor do mundo como rei, Lili'uokalani atuou como regente do Reino do Havaí.
*Herdou o trono de seu irmão Kalākaua em 29 de janeiro de 1891. Pouco depois de chegar ao poder, tentou revogar a Constituição vigente  e  elaborar  uma nova 


Conflitos com estrangeiros: 
 

*Americanos e europeus no Reino do Havaí sofreram  ameaças   na votação da nova  Constituição  proposta pela rainha,  

 *Além  do impedimento de voto estraangeiro, os interesses comerciais do reino foram ameaçados pela eliminação das tarifas estrangeiras no mercado de açúcar dos Estados Unidos, por causa da Lei McKinley. 

Esta lei eliminou o estatuto privilegiado do açúcar havaiano com base em reciprocidade e contemplou a possibilidade de anexação aos Estados Unidos   para acabar com a monarquia.
 

1893-o Embaixador americano da época, John L. Stevens,  chamou tropas baseadas em Boston para proteger empresas e propriedades americanas.  
 *A rainha foi deposta em 17 de janeiro de 1893,  sendo constituindo um governo provisório.
****

*O governo Grover Cleveland determinou que a derrubada de Lili'uokalani havia sido ilegal.

 Em 16 de novembro de 1893, ela retornou ao trono  pedindo que se concedesse anistia a todos os responsáveis pela sua saída.
 

*O Congresso respondeu à recomendação de Cleveland com outra investigação.
 *O Relatório Morgan em 26 de fevereiro de 1894,   exonerou  o ministro Stevens e  as tropas dos EUA foram  inocentadas de toda a responsabilidade no golpe que destronou Liliʻuokalani.
******
 Em 4 de julho de 1894, a República do Havaí foi proclamada. E Sanford Ballard Dole, um das primeiros a pedir  a derrubada da monarquia , seu presidente.  
O governo dos Estados Unidos reconheceu a nova república imediatamente. 

**********
 Prisão e últimos anos 


*Em 16 de janeiro de 1895, Lili'uokalani foi presa (dias após a fracassada rebelião liderada por Robert Wilcox) acusada de ter  armas de fogo escondidas nos jardins de sua residência, o que ela negou.

*Foi condenada a cinco anos de trabalhos forçados numa  prisão e multa de US $ 5.000, mas a sentença foi comutada para confinamento em um dos quartos no andar de cima do Iolani Palace até sua libertação em 1896 com o estabelecimento da República do Havaí.
*******
 


*Fracassada em suas tentativas de reconquistar o trono,  entrou sem sucesso com uma ação contra o governo federal por uma perda total de US $ 450.000 em propriedades.
 
 *A Assembléia Legislativa Legislativa do Havaí ,finalmente ,votou a favor da concessão de uma pensão anual de US $ 4.000, permitindo-lhe receber a renda de uma plantação de açúcar de 246 km².

 *Ela se estabeleceu em Washington Place,  um palácio havaiano, em estilo Grego localizado em Honolulu (foto).  Ali  viveu ,como cidadã anônima, até sua morte em 1917  por  complicações  decorrentes de derrame cerebral.  

*Como esperado, o Havaí foi anexado aos Estados Unidos por uma resolução conjunta do Congresso dos EUA de 1898. 

Nenhum comentário: