sábado, 28 de março de 2015

Leila Diniz -70 anos


 
(1945-1972)

“Cafuné na cabeça, malandro, eu quero até de macacoQualquer mulher grávida que usa biquini ou exibe seu barrigão abaixo de um top está repetindo, talvez sem saber, o gesto audacioso – para a época - de Leila Diniz em outubro de 1971, quando se deixou fotografar no oitavo mês da gravidez na praia de Ipanema, Foi perseguida por expor suas idéias em entrevista ao semanário “O Pasquim”, em 1969. O episódio que rendeu para o Brasil um decreto que exigia a censura prévia de qualquer texto antes da publicação (“Decreto Leila Diniz”). Leila Roque Diniz nasceu em Niterói, em 25/3/1945. Quando tinha sete meses os pais se separaram e foi viver com os avós paternos e, logo depois, com o pai e a madrasta. 

Professora de maternal e jardim de infância, casou-se aos 17 com o diretor Domingos de Oliveira. Dirigida pelo marido. tem sua 1a experiência como atriz na peça infantil “Em busca do tesouro”.  
No ano seguinte, foi vedete em show de Carlos Machado, top de linha em se tratando de prestígio. 1965 marcou o final do casamento e o início da carreira na TV Globo. Leila iniciou com pequenos papéis e estrelou 12 novelas. Foi garota propaganda de Coca Cola, sabonetes e creme dental. 

Começou no cinema em “O Mundo Alegre de Helô”, dirigido por Carlos Alberto de Souza Barros. Atuou, também, em “Jogo Perigoso”, do diretor Luiz Alcoriza, com roteiro de Luis Buñuel.  
Entre papéis de protagonista, coadjuvante e participacões especiais foi, no entanto, com o filme “Todas as Mulheres do Mundo” que Leila Diniz se projetou como atriz e personalidade. Em 1968, Leila vai à Alemanha representar “Fome de Amor”, de Nelson Pereira dos Santos, no Festival de Berlim. Alegando razões morais, após a reportagem histórica de “O Pasquim”, a TV Globo não renovou contrato com a atriz, que, então, recebe o apoio do apresentador de TV Flávio Cavalcanti - torna-se “ jurada” do programa e passa a morar no sítio de Flavio. Retomando a carreira de vedete protagoniza “Tem Banana na banda” com textos de Millôr Fernandes, Luiz Carlos Maciel, José Wilker e Oduvaldo Viana Filho. Ganha o concurso de Rainha das Vedetes, recebendo o título das mãos de Virgínia Lane. Também é eleita Madrinha da Banda de Ipanema. Em 1971, protagoniza “Mãos Vazias”, primeiro filme de Luiz Carlos Lacerda, Nos primeiros meses deste mesmo ano, é eleita “a grávida do ano” no programa do Chacrinha Apesar do clima de descontração, Leila preparou-se com a maior seriedade para seu novo papel na vida, dedicando-se integralmente ao bebê – fruto de sua relação com o cineasta Ruy Guerra - que nasceu em novembro, Em junho, viaja para representar “Mãos Vazias” no Festival de Cinema da Austrália. Com saudades da filha, antecipa a viagem de volta. No dia 14 de Julho de 1972, o avião da Japan Airlines em que viajava explodiu no ar, quando sobrevoava Nova Délhi, na Índia. Leila, que amava a vida, a liberdade e o mar, que homenageou dando à filha o nome de Janaína (a rainha dos mares). Corajosa e pioneira, despertou nas mulheres uma nova postura em relação ao corpo, tornando a gravidez coisa saudável e bela de ser vista. Foi o maior símbolo sexual de sua época e, chocando a falsa moral burguesa, quebrou todos os tabus da repressão e cinismo ao dizer, entre os incontáveis palavrões da entrevista proibida, essas pérolas comoventes de sinceridade: “Trepo de manhã, de tarde e de noite” e “Você pode amar uma pessoa e trepar com outra, não tem nada a ver, já aconteceu comigo”.
************************** 
A mais bela homenagem
Leila Diniz,hoje, é nome de maternidade municipal na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, anexa ao Hospital Lourenço Jorge, com 6 .320 metros quadrados construídos
Tem banco de leite, centro de atendimento pediátrico para serviços ambulatoriais e cirúrgicos.centro de parto, salas para atendimento de pré-parto, parto e pós-parto ,59 leitos, sendo 40 leitos obstétricos e quatro de enfermaria canguru (com a companhia permanente da mãe).
A unidade intermediária neonatal possui cinco espaços de tratamento intensivo e a meta é realizar 600 partos por mês.
*******************************

quinta-feira, 26 de março de 2015

"Tancredo Neves, a noite do destino",lançamento 2015 da Editora Civilização Brasileira




Vinte anos de pesquisa,866 páginas e revelações sobre tentativas de atentados,bruxarias e vudus para impedir a eleição e  posse do Presidente Tacredo, fazem dessa obra do jornalista político José Augusto Ribeiro uma leitura imperdível que requer tempo.
Mas  oferece muito material para reflexão,nesses 30 anos da volta da democracia após a longa noite da ditadura millitar.
Uma obra de fôlego,um curso de História Moderna do Brasil.

No Epílogo, a pergunta : " Tancredo foi assassinado"?

José Augusto relembra que todos os elementos defendem a tese de morte natural,não podendo excluir de todo a hipótese de assassinato ,depois do que testemunhou como assessor de imprensa na campanha do candidato à Presidência :

 o episódio marcante do pistoleiro de Goiânia que teria sido contratado para eliminar Tancredo,
o caso da caixa com cocos (e,depois, descartada) entregue no último minuto antes da decolagem numa das viagens do candidato na escada do avião por um completo desconhecido que conseguiu lá chegar ,vindo não se sabe de onde,
 o incêndio no escritório, os videntes que informaram e acertaram locais onde foram encontrados objetos usados na magia negra,
o interruptor desligado no avião que conduziria o general Leônidas Pires Gonçalves,então Ministro do Exército e que foi figura decisiva para assegurar a posse de José Sarney,quando Dr.Tancredo já estava hospitalizado.

Chocante.  


******************





terça-feira, 24 de março de 2015

Playback Theatre Convida



"Convite para demonstração (gratuita) de Terapia com Playback.

Seus próprios colegas de terapia vão encenar suas histórias com suas visões a respeito, dando-lhe novas perspectivas e novos horizontes.


Transformando sua história em novos coloridos...


Além disto, você terá a oportunidade de viver em cena algum personagem na história de outra pessoa.
Será no dia 26/03/15, Quinta-feira, das 19h às 21h
No Paraiso (perto da estação Paraiso do Metrô).

Inscreva-se: clique aqui.


Telefone para 11 2936-1241 ou 11 981 354 040 para mais informações."


(divulgação)





******************


O que é o Playback Theatre?  

"O projeto foi criado em 1975 por Jonathan Fox,então estudante de teatro que se interessou por improvisação, tradição oral dos contadores de histórias, psicodrama e seguiu alguns conceitos de Paulo Freire(1921 —1997- educador e pensador brasileiro)
Jo Salas,escritora neozelandesa radicada em Nova York é a parceira de Fox no Playback Theater.

A primeira companhia começou nos condados de Dutchess e Ulster,ao norte da cidade de Nova York ,visitando prisões,centros para a 3a idade, comparecendo a conferências e festivais,para que todas as camadas sociais pudessem compartilhar suas experiências de vida.
E o grupo fazia um espetáculo mensal.

A idéia prosperou,com uma turnê dos membros originais do grupo, que puderam testemunhar a criação de outras companhias, em Sidney, Melbourne e Path na Austrália e em Wellington,na Nova Zelândia.

Estas 4 ainda existem e são consideradas as mais antigas companhias itinerantes do mundo.
O Playback Theatre está nos 5 continentes. Fundada em 1990,a International Playback Theatre Network apoia trabalhos do projeto pelo mundo.

Em 2004, a IPTN contabilizava 100 companhias e 300 membros individuais em 40 países.
Num "evento Playback", alguém da platéia fala sobre um episódio de sua vida,escolhe os atores para os  diferentes papéis e a história :toma vida", em forma de arte.
Na recriação da história,usam-se metáforas,narração,canto e música e as encenações acontecem sem script ou marcações. Um "condutor" interage com a audiência, papel considerado o mais difícil de todos"

(Fonte:Wikipedia)

******************************************************************************************************
Playback Theatre no Brasil
A São Paulo Playback Theatre© começou,no Brasil, em 1998.
Um espetáculo de Playback Theatre© é um momento único de aprendizagem

*****************************************
"As ações do São Paulo Playback Theatre© incluem:

*respeito ao direito autoral: certificação internacional para utilização do nome e logotipo doPlayback Theatre© e só são utilizados softwares e hardwares originais;

*pagamento em dia de todos os impostos municipais, estaduais e federais;

*reciclagem de 97% do lixo da empresa, através de doação para entidades beneficentes;

*espetáculos mensais em benefício de alguma instituição de reconhecida utilidade pública;

*relação comercial de absoluta transparência com fornecedores/ clientes/ colaboradores;

*sistema informatizado que permite a todos os colaboradores saberem exatamente quanto irão ganhar em cada contrato fechado com clientes.

*diponibilidade do tempo livre de computadores para auxiliar os cálculos de projetos científicos do World Community Grid (atualmente os computadores estão ajudando: Fight Childhood Cancer)" 

******************.
Dinâmica do espetáculo
"A estrutura do espetáculo é simples.
Alguém da platéia conta uma experiência que tenha vivido que é a transformada em uma peça de teatro.  
Na hora e sem ensaio ou combinações prévias.
Amplificando as histórias através da arte, pretendemos aprender com elas.
Assim como fazem as learning organisations.
A execução é extremamente complexa e delicada!
Afinal, lida-se com a vida de alguém.
Para você ter uma idéia de quanto isto é sério, só pode dirigir uma companhia de Playback Theatre©quem é formado por Jonathan Fox, o criador deste teatro, na School of Playback Theatre - Poughkeepsie - NY.A São Paulo Playback Theatre© é dirigida por Antonio Ferrara"

*******************
                                                                     Sobre Antonio Ferrara 

Chinese Culture Course , Fevereiro de 2008 a Fevereiro de 2009  Taiji Quan (Yang Style),
Mandarim e Caligrafia Chinesa. Board Member da IPTN - International Playback Theatre Network . (2005 – 2007)

IPTN International Playback Theatre Network
Membership Secretaryfor Central and South America. (2005- 2007).

Professor Convidado da School of Playback Theatre (Vassar College - USA) (2003, 2006). Playback

Theatre Conductor pela School of Playback Theatre (Nova Iorque) (2002).
Primeiro sul americano a se formar na escola.

Diretor da São Paulo Playback Theatre, de 1998 até hoje.
Mais de 800 espetáculos e 2.400 cenas realizadas

Professor convidado da Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística (1998 – até hoje).

Master Practitioner em Programação Neurolinguística , pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística (2000).

Consultor em Recursos Humanos , com utilização de Playback Theatre, Teatro Espontâneo e Teatro do Oprimido em empresas (1993 – até hoje).

Professor de Teatro Espontâneo e Sociometria em vários cursos de pós-graduação latu senso (1987 a 1997).

Psicoterapeuta de adultos (1983 a 2002).

Diretor de Psicodrama pela ABPS - Associação Brasileira de Psicodrama e Sociodrama e pela FEBRAP - Federação Brasileira de Psicodrama (1984).

Psicólogo pelo IMS - Instituto Metodista de Ensino Superior de S.B. do Campo (1981).

Bacharel em Administração de Empresas pela ESAN -
Escola Superior de Administração de Negócios de São Paulo.
Playback Theatre© é marca registrada de Jonathan Fox (Poughkeepsie - USA). Antonio Ferrara tem autorização legal para utilizá-la.
*****************************************

sábado, 21 de março de 2015



21 de março-Dia Internacional da Síndrome de Down


 







"É preciso dizer as coisas com clareza:mede-se a qualidade duma
civilização pelo respeito que ela tem pelos seus membros mais frágeis.
Não há outros critérios de julgamento."

Jérôme Lejeune
(foto: mapeamento do cromossomo 21)

*****************************************
A lei brasileira é uma das mais avançadas no mundo em se tratando da trissomia 21.
Algumas pessoas desconhecem seus direitos e a lei deixa de ser aplicada na prática.
A Federação Nacional das APAE (Associações de Pais e Amigos de Excepcionais)informa em seu site:
"Anualmente,
a Federação Nacional das Apaes prepara uma página especial da campanha
da Semana Nacional do Excepcional no site para que as Apaes possam obter
materiais de apoio para a mobilização social em suas comunidades e
realizar a campanha de comunicação. Os materiais (texto base,
programação das Apaes, release para imprensa e materiais da campanha de
comunicação), são inseridos ao longo do primeiro semestre, a partir do
mês de janeiro.

Em2009,
a inovação foi a criação e inserção de textos de apoio sobre o tema da
Semana, que buscam o aprofundamento e segmentação do tema,
auxiliando as Apaes e/ou pessoas interessadas na mobilização a refletir e
desenvolver ações pertinentes ao conceito estabelecido. Será incluído
um texto por mês. 
Para conferir o primeiro texto de apoio que trata da
acessibilidade curricular na página da Semana Nacional do Excepcional,
Lembramos
sobre a importância da visitação constante na página da Semana Nacional
do Excepcional para obtenção de novos conteúdos"
****************************************************************.
Dr. Jérôme Lejeune
No dia 21 de março de 1959, o Doutor Jérôme Lejeune(1926-1994,na foto)médico
francês,pediatra
e professor de genética ,publicou um trabalho no qual apresentava sua
descoberta: é uma anomalia cromossômica que dá origem `a chamada trissomia 21.
 
Os resultados mostrados na revista da Academia de Ciências da França
foram o resultado da pesquisa feita junto com dois colegas: os doutores

Marthe Gauthier e Raymond Turpin.
Pela primeira vez era estabelecido um elo entre doença mental e atividade cromossômica,
Um cromossomo extra no par 21 causa a Sínfrome de Down,assim nomeada em
lembrança do Dr John Langdon Down (1828-1896)médico britânico
reconhecido pelo trabalho com crianças com deficiência mental.
A partir de seus estudos, em 1866, a síndrome foi descrita- mas não explicada.
O Professor Lejeune foi e continua sendo figura fundamental para a atual
inclusão social dos portadores,pois seu trabalho científico ajudou a
minimizar o preconceito e a discriminação

E é sempre lembrado pela dedicacão e generosidade que demonstrou, ao
gastar muito do seu tempo e de seus póprios recursos para alavancar
compreensão e os cuidados para com os portadores e suas famílias.

Penny Robertson, presidente da Down Sindrome Internacional declarou que "o
Professor Lejeune foi uma inspiração para quem o conheceu e pode
avaliar sua força, otimismo, simplicidade e profunda dedicacão ao ser
humano"
As pesquisas do Professor foram além da trissomia 21.
Em
1963, descobriu que a falta de um segmento do cromosomo 5 causa a
enfermidade conhecida como "Miado de gato" e que as síndromes dos
cromossomos 18 e 13 causam problemas de má formação no feto e descobriu
também as trissomias dos cromossomos 9 ( em 1970)e a do 8(em 1971)
A "Síndrome do miado do gato" é assim chamada porque o bebê portador, ao chorar,emite sons como o miado de um gatinho.
O professor Lejeune,considerado o pai da genética moderna, era Doutor
Honoris Causa das universidade de Dusseldorf (Alemanha), Pamplona
(Espanha), Buenos Aires (Argentina) e da Universidade Pontifícia do
Chile.membro da Academia de Medicina da França, da Academia Real da
Suécia, da Academia Pontifícia do Vaticano, da American Academy of Arts
and Sciences, da Academia de Lincei (Roma)

Participou e presidiu várias comissões internacionais da ONU e OMS. 
Foi o primeiro presidente da Academia Pontifícia para a Vida.

**********************************

quarta-feira, 18 de março de 2015

Aloysius -Aloïs- Alzheimer e a doença que leva seu nome

Com muita emoção-e apreensão-, assisti ao filme "Still Alice","Para Sempre Alice",em português.
Seu co-diretor,o cineasta independente Richard Glatzer, morreu semana passada em casa em Los Angeles, em decorrência de ALS/ Esclerose lateral amiotrófica.

Vale relembrar que  Julianne Moore, em um desempenho primoroso, venceu o Oscar 2015 de Melhor Atriz,como uma professora universitária a lidar com um precoce Mal  de Alzheimer.
Meu Pai,durante onze anos, guerreou contra o mesmo mal, cumprindo o triste roteiro que começou com algumas falhas de memória e terminou  com aquele homem forte e inabalável em posição fetal.
***********************

                                        (1864 — 1915)
                                      Neuropsiquiatra

O nome de Alzheimer está ligado à "doença do cortex cerebral" que ele descreveu ,pela primeira vez, em 4/11/1906, na 37a.Conferência dos Psiquiatras Alemães, em Tübingen
*************
Aloysius -Aloïs- Alzheimer nasceu em 14 de junho de 1864 em Markbreit, aldeia próxima de Würzburg,no sul da Alemanha.
Era filho de Eduard Alzheimer e Theresia Alzheimer, sua segunda esposa. Casou- se em 1894, com Nathalie Geisenheimer.
Foi um brilhante aluno de medicina em Berlim, Würzburg e Tübingen.
Em Würzburg ( 1887), defendeu a tese de doutorado sobre "Glândulas ceruminosas"
Em 1888, era médico assistente num hospital de Frankfurt, especializado em doenças mentais e em epilepsia.
Os principais focos de interesse de Alzheimer eram a demência degenerativa,psicoses e psiquiatria judicial.
Este interesse era compartilhado pelo colega Franz Nissl, que conheceu em março de 1889.
Nissl introduziu Alzheimer nas técnicas histológicas para estudar patologias nervosas, usando anilinas coloridas-da química alemã e as impregnações de prata usadas pelos químicos italianos e espanhóis.
Na época, os distúrbios encontrados em pessoas idosas eram considerados normais e o termo usado para nomear essa condição era arteriosclerose.
No hospital de Frankfurt,em 25 de novembro de 1901,chegou a paciente Augusta D., de 48 anos., com sintomas variados: degeneração progressiva das faculdades cognitivas, perda de memória, inadaptação social,alucinações,comportamento imprevisível e confusão mental.
Foi esta paciente do Dr Alzheimer que o inspirou a estudar o mal que, em pouco tempo, iria se associar a seu nome.
Em 1907, Alzheimer publicou artigo sobre uma mulher de 51 anos,portadora de"doença grave característica do cortex cerebral'apresentando- nos primeiros sintomas de seu padecimento, "forte sentimento de ciúmes de seu marido".
Desorientada,mudava objetos de lugar em seu apartamento e achava que seria morta, o que a fazia gritar muito,Morreu quatro anos e meio depois .
Continua o neuropsiquiatra: "No centro de uma célula aparentemente normal,existem uma ou muitas fibrilações trazendo pela impregnação particular de um corante, a tonalidade prateada"
Eram as placas que,igualmente, viriam a tomar seu nome.
Em 1912,no apogeu de sua carreira, Alzheimer foi nomeado diretor da clínica psiquiátrica da Universidade Fridreich-Wilhelm de Breslau ( hoje Wroclaw,na Polônia).
Mas foi acometido,ele mesmo, de uma afecção degenerativa que o matou em 19 de dezembro de 1915,na cidade-sede da Universidade, onde trabalhava .
*********************************************************

terça-feira, 17 de março de 2015

. 17 de março- Dia de São Patrício,Padroeiro da Irlanda


 


*O trevo de quatro folhas é uma variação do comum, de três folíolos,do género Trifolium-e ,diz a tradição, traz sorte para quem o encontra.Especialmente se for por acaso, 
A primeira folha significa esperança,a segunda – a fé,a terceira é para o amor e a quarta para sorte,receita completa para a felicidade. 




*17 de março é dia de São Patricio.
 
Uma lenda conta que um trevo “normal” (shamrock) sempre acompanhava São Patrício o Apóstolo da Irlanda para explicar aos compatriotas conceito da Santissima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). 

*Os trevos podem ter mais de quatro folhas.Em junho de 2008, foi encontrado um com 21 folhas,registrado no Livro Guiness de Recordes.E, não oficialmente, foi encontrado um com vinte e sete. As estatísticas dizem que um em cada dez mil trevos possui quatro folhas. 
E uma pergunta ainda não foi respondida: a quarta folha é de origem genética ? Ou causas ambientais favorecem a raridade? É resultado da baixa frequência do gen recessivo ? 

*Certas empresas,”fabricam” trevos de 4 folhas a varejo. 
Segundo o inglês Richard Mabey(1941 - ),naturalista e autor de “ Flora Britannica.o livro definitivo sobre plantas selvagens na Inglaterra”,existem fazendas nos Estados Unidos já especialilzadas na produção do símbolo da sorte,embaladas em plástico,usando tecnologia de engenharia genética, 

“Vivo esperando e procurando um trevo no meu jardim”

Nilo Sérgio,cantor e compositor já falecido, verteu e adaptou para o português a conhecida “I’m looking over a four leaves clover”, um foxtrot de 1927,com letra de Mort Dixon e música de Harry M. Woods. 

“Trevo de quarto folhas” foi gravado –entre outros-por Nara Leão, João Gilberto e está no disco solo de estréia de Fernanda Takai, da banda Pato Fu. 

 ***************************************************

quinta-feira, 12 de março de 2015

Jack Kerouac


 



O Pai dos Beatniks


“Ofereça `as pessoas aquilo que mais desejam secretamente e é claro que entrarão logo em pânico"

Jack Kerouac .ícone da geração “Beat” ou “Beatnik” ,é autor de “On the Road”, obra considerada a “Bíblia Hippie” e escrita durante uma viagem de três semanas pela rota 66 nos Estados Unidos.
(o termo “Beat Generation” fo inventado por Kerouac durante uma conversa com o amigo e colega Herbert Huncke).

Na obra, Kerouac, rompeu com os padrões literários formais.

A Rota 66 (U.S. Route 66, em inglês ) era uma rodovia norte-americana do U.S. Highway System. Iniciava em Chicago-Illinois e passava pelos estados de Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, Novo México, Arizona e,ao terminar na cidade de Santa Mônica, na Califórnia, totalizava 3.755 km.
O governo americano,reconhecendo sua importância cultural e turística mantém hoje a "Rota 66 Histórica".
O trio Jack Kerouac, William Burroughs e Allen Ginsberg influenciou toda uma geração
*************
Jean-Louis (Jack) Kerouac nasceu no dia 12 de março de 1922, terceiro filho de um casal de trabalhadores franco canadense de Quebec- Léo-Alcide Kéroac e Gabrielle-Ange Lévesque,e só se expressava no dialeto Joual até ser matriculado numa escola paroquial aos seis anos.

Era um menino sério e católico muito devoto A mãe ocupou um lugar importante em sua vida.Mais tarde.confessou que foi a única mulher que realmente conseguiu amar.
A morte do irmão mais velho,Gerard, por febre reumática causou um efeito profundo no jovem Jack.Foi a iniciação na procura do significado da vida e da morte, que se tornou o tema principal de seus escritos,alguns em francês.
Mudou-se para Nova York em 1939 e estudou durante um ano na
Horace Mann Prep School aguardando vaga na Columbia University, conseguida por seu bom desempenho esportivo

Um desentendimento com seu técnico de baseball e a fratura da tibia durante um jogo causaram a saída da universidade.
Tentou a Marinha dos Estados Unidos,mas não passou nos testes psicológicos.
Foi aceito na Marinha Mercante e e viajou para a Groenlândia quando começava a segunda guerra mundial.
Em 1944,conheceu Allen Ginsberg .Lucien Carr e William Burroughs e,depois, Neal 
Cassady se juntou ao grupo que formou o núcleo da Beat Generation..
Foi com Cassady (foto) que Kerouac pegou a Estrada 66. numa viagem de costa a costa .

A dupla usava caronas, trens de carga e qualquer outro meio de transporte barato. A experiência rendeu o livro , “On The Road”, um autêntico best seller.lançado pela Viking Press em 1957 ,depois de ser recusado durante anos pelas editoras.
Muitas partes sobre sexo foram removidas do original e nomes fictícios foram usados.

A aventura da dupla Cassady/Kerouacc criou o estilo peculiar que caracterizou o movimento Beatnick,combinando rejeição às responsabilidades com o que chamaram de “ruptura com os valores burgueses”,na busca de uma visão mais espiritualizada da vida. Jack foi o primeiro escritor americano a se converter ao budismo e citar a doutrina em suas obra.
Misogenia

Em 1952,já no segundo casamento, nasceu a filha Jan.
Coerente com as idéias de irresponsabilidade social,Kerouac não só deixou a companheira Joan Haverty como também jamais reconheceu a criança. .

A misogenia ,incutida desde a infância católica, tornou a vida afetiva praticamente impossível como provam os dois casamentos breves e os relacionamentos homossexuais com Allen Ginsberg, William Burroughs, Alan Ansen e Gore Vidal.
Ele também procurou omitir em suas obras os romances com homens.Os críticos apontam como exemplo “Os Subterrâneos”,onde a descrição da relação na vida real com Gore Vidal se transformou em noite platônica num quarto de hotel.

Prosa espontânea

Foi a voz da Beat Generation e é mundialmente conhecido pela obra On The Road (1957), Pé na Estrada em português,escrito em 3 semanas pelo método que ele denominou “prosa espontânea’
Os escritos saiam aos jorros e Kerouac usava folhas de papel manteiga coladas umas `as outras e a revisão dos textos não era siquer imaginada .O início do texto foi concebido em francês
A idéia era,`a maneira de Balzac na “Comédia Humana”,conectar seus oito romances e futuros dois livros numa saga que se chamaria “A lenda de Dulouz”.Dulouz era um heterônimo.
Em 1958, em "Essentials of Spontaneous Prose," Kerouak compara seu estilo literário com a improvisação de um músico de jazz no gênero Bebop,como Charlie Parker, Dizzy Gillespie, Miles Davis, Thelonious Monk e outros, e afirma que desejava,assim, estabelecer uma profunda conexão com o leitor .

O sucesso não estava nos planos de Kerouac,que – agora alcoólatra- rresolveu se mudar para Northport, New York em março de 1958, seis meses depois do lançamento de On the Road, para cuidar da mãe idosa e se esconder do status de celebridade
Isolado de tudo,casou-se com Stella Sampas.amiga de infância.
Com ela ficou até a morte por cirrose, em 21 de outubro de 1969 em São Petesburgo, Flórida.
Kerouac ,além de novelista, foi poeta,declamador e desenvolveu uma nova técnica de haikai-forma poética de três linhas de origem japonesa, que valoriza a concisão e a objetividade.
*************************************************