quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Amy Adams será Janis Joplin no cinema



"Amy Adams está confirmadíssima para interpretar a lendária Janis Joplin em um filme especialmente dedicado à vida da cantora. O  longa vai se chamar "Get It While You Can" e já tem a atriz escalada para o papel há alguns anos.
A direção deve ficar por conta de Jean-Marc Vallée,  responsável  por "Clube de Compras Dallas" (2013), cujos roteiristas Craig Borten e Melissa Wallack também estão sendo cotados para assinar o argumento do novo filme.
O longa tem o início das filmagens agendado para meados de 2015"  

(divulgação)

*************************************




“Quanto mais você vive, menos você morre.”

A linha da vida de Janis Joplin, mulher forte e corajosa que surgiu na cena musical na segunda metade da década de 60 com o sucesso “Piece Of My Heart” e vocalista da banda “Big Brother and The Holding Company,” ,desmente uma de suas declarações mais conhecidas.
Viveu com muita ousadia e morreu bem cedo.

Verificar ortografia

Chegou ao mundo no momento marcado por fatos históricos muito importantes : a virada do ano de 1943, quando os alemães controlavam quase toda a Europa, o norte de África e o Atlântico Norte.


Na primeira infância, o pós-guerra, a sombra dos 50 milhões de mortes, os fornos crematórios nos campos de concentração, a pesquisas de armas bacteriológicas dos japoneses, a bomba atômica norte-americana, a espionagem e contra-espionagem de todos os países envolvidos na guerra. 


Há em tudo a presença marcante da indústria bélica, de cientistas e do dinheiro.
Na adolescência, a guerra fria entre Estados Unidos e a então União Soviética, o Movimento dos Direitos Civis para os Negros, entre 1955 e 1968, visando a abolir a discriminação e a segregação racial no EUA.

E na idade adulta, Janis encarou os subprodutos sociais trazidos pela guerra do Vietnã, pelo assassinato dos irmãos Kennedy - John e Bob - e o de Martin Luther King e ainda a loucura desenfreada da “Família Manson”, que trucidou a atriz Sharon Tate (grávida do diretorRoman Polansky) e amigos que estavam com ela em sua casa.
Toda essa montanha russa social calou fundo na geração de Janis.
Não é à toa que vários de seus companheiros se foram, na cauda do cometa das drogas.
  

Conhecida como primeira mulher superstar do rock, 4e anos após seu desaparecimento ,é lembrada como melhor cantora branca de blues e a mais incendiária e performática das artistas e pela tumultuada vida amorosa.
*******
Janis Lyn Joplin

Nascida em 19 de Janeiro 1943 no St Mary's Hospital, em Port Arthur,Texas. 

Filha de Dorothy,
professora numa Escola Dominical protestante e 
Set Joplin,engenheiro da Texaco.
Irmã de Laura e Michael.

Estudou na Thomas Jefferson High School em Port Arthur (turma de 1960), onde sua habilidade para a pintura foi notada.
Ali cantava, imitando Bessie Smith e Odetta, para seus colegas e amigos mais próximos. Descontente com os valores da América tradicional, começou a militar a favor dos direitos dos negros.

Na Universidade do Texas, em Austin, a breve passagem foi marcada por muitas e indescritíveis humilhações, jamais esquecidas.
Fugiu de casa nesse momento.
No auge da fama e da glória, voltou e participou de reunião de antigos alunos para exorcizar o fantasma do que hoje seria chamado de bullying.

Carreira

Cresceu ouvindo em casa músicos de blues e cantou no coral de Port Arthur, em clubes deHouston e de outras cidades das redondezas.
Percorreu o circuito folk texano e depois houve a mudança para San Francisco.
Ali começou a cantar na mesma noite em que chegou.
Em seguida, viveu em Nova York.

Fez apresentações no Madison Square Garden, depois em Paris, Londres, no histórico evento de Woodstock, e no estádio de Harvard.
Participou de algumas emissões do Ed Sullivan Show, então o programa de maior audiência na TV americana.
Rebelde e liberada quando o movimento feminista mal tinha começado, acrescentou ao perfil de cantora de blues a influência de seus ídolos da geração Beat.

Não era de relacionamentos duradouros, mas teve “ficagens” marcantes: Jim MorrisonJimiHendrix, Leonard Cohen (a quem inspirou a canção Chelsea Hotel No.2), Country JoeMcDonaldKris KristoffersonEric Clapton e algumas moças.

1966 - De novo em San Francisco,juntou-se ao Big Brother and The Holding Company, grupo muito popular entre a comunidade hippie. Assinado um contrato com o seloMainstream Records. o grupo grava seu primeiro álbum e vai ao Festival de Monterey.

Ali aconteceu uma performance vocal excepcional de Janis. Diante de 70 mil pessoas, Janisinterpreta “Ball and Chain” de Big Mama Thornton e entra, definitivamente, para a glória.

Separada da banda,forma novo grupo (1969).
Neste mesmo ano participa do Festival de Woodsock. Nova separação, nova banda: Full Tilt Boogie Band.

JANIS NO BRASIL
(Fonte Wikipedia)


Janis Joplin esteve no Brasil em fevereiro de 1970.
Durante a sua estada, fez topless emCopacabana, bebeu muito, cantou em um bordel, foi expulsa do Hotel Copacabana Palacepor nadar nua na piscina e quase foi presa, pelas suas atitudes na praia, consideradas "fora do normal”
Como era época de carnaval, tentou participar de um desfile de escola de samba, porém teve acesso negado por um segurança que desconfiou de sua vestimenta hippie. Especula-se que ela teve uma breve relação amorosa com o roqueiro brasileiro Serguei

Morte


Aos 27 anos, em de outubro de 1970, durante a gravação do álbum Pearl com aFull Tilt Boogie Band.



Como  consumiu drogas que estavam muito mais puras que o normal, sem saber tomou uma overdose num dos quartos do Landmark Motor Hotel em Los Angeles.

Cremada, a cantora do sofrimento e da perda que transformou o mundo do rock –então dominado por homens - teve suas cinzas espargidas em alto mar, na costa da Califórnia.

Em 1979, Bete Midler foi a estrela do filme “A Rosa”, no papel de uma mulher extremamente parecida com Janis.


Em 1995, aquela que foi eleita “ O Homem mais feio do ano” pelos colegas da Universidade do Texas, ganhou seu lugar no Hall da Fama do Rock and Roll.

Em 2004, arevista RollingStone a considerou uma das cem 
maiores cantoras de todos os tempos.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Irineu Evangelista de Sousa, Barão e Visconde de Mauá


Tudo teve, tudo perdeu

 

                                                            


   O eikebatista do século 19 


 (1813-1889)

Multiempreendedor,industrial,banqueiro e político basileiro que contribuiu para o desenvolvimento do país.
Nascido em Arroio Grande, interior do Rio Grade do Sul, numa família de pequenos agricultores tornou-se um dos homens mais rico do mundo no século 19,chamado "o Rotschild da América do Sul" pelo jornal New York Times em 1871.

Algumas biografias de Mauá pontuam o fato dele ter sido educado segundo os princípios da chamada "Escola Inglesa", que privilegiava os valores culturais, a igualdade racial,condenava a injustiça econômica e  exaltava a soberania dos Estados.

  
Com  a morte do pai, veio para o Rio de Janeiro na companhia de 
um tio, oficial da Marinha Mercante. 
Aos 11 anos de idade era  balconista em uma loja de tecidos e aos17 começou a trabalhar na firma de importação  do escocês Richard Carruthers.

Aprendeu inglês,contabilidade e os segredos da profissão,aos 23 anos já gerente,logo depois se transformou em sócio da empresa e ingressou na maçonaria. 


Os ideais de liberdade,igualdade e fraternidade da  então sociedade secreta tiveram grande importância nas atitudes do futuro nobre.

  
Choque cultural

Em 1840,na volta da primeira viagem à Inglaterra, que era o centro do mundo civilizado e onde oocorria a primeira fase da Revolução Industrial,Irineu estava convicto que- obrigatoriamente- deveríamos entrar na era da industrialização. 

Mas vivíamos outra realidade:entre os anos de 1831 e 1840, o Brasil foi governado por regentes.
Em 1840,  aconteceu o Golpe da Maioridade e  D.Pedro II assumiu o trono com apenas 14 anos de idade.
Seguiram-se a Revolução Liberal em Minas e São Paulo,foi instituído o parlamentarismo, a revolução Praieira em Pernambuco e ,finalmente, em 1850,a   Lei Eusébio de Queiróz que proibia o tráfico de escravos.

Quando Carruthers  voltou para o Reino Unido em 1839, Irineu assumiu os negócios da empresa e comprou uma chácara em Santa Teresa onde passou a morar .



Nesta ocasião, o governo brasileiro impôs algumas  na área aduaneira para favorecer o desenvolvimento de uma indústria naciona,Irineu comprou um estaleiro em Ponta da Areia,na baía de Guanabara e,em 1846,criou uma empresa de construção naval,das primeiras do continente sul-americano.

Honrarias e investimentos 



Em 1854 recebeu o título de Barão, reconhecimento pelas imensas plantações de café e construção das muitas estradas de ferro.


Aprimeira delas, que levava seu nome foi inaugurada em 30 de abril de 1854,ligando o porto de Mauá a Fragoso,na Raiz da Serra da Estrela e foi a origem da Sãoi Paulo Railwy, que entrou em circulação em 1867 construída com capital inglês para facilitar  a exportação  de café naquele estado-em plena expansão-pelo porto de Santos. 
 Obteve  o monopólio do transporte marítimo `a vapor para a Europa e no Rio Amazonas.

Estes investimentos colaboraram para que o desenvolvimento econômico do Brasil se tornasse sugestivo.
F
undou também  o primeiro banco da história do Uruguai : " O Banco Mauá Y Cia"

***********
Entre outros investimentos que realizou  destacam-se :


(Fonte Wikipedia Portugal) 

"o projeto de iluminação a gás da cidade do Rio de Janeiro,  cuja concessão de exploração obteve por vinte anos. Pelo contrato, o empresário comprometia-se a substituir 21 milhas de lampiões a óleo de baleia por outros, novos, de sua fabricação, erguendo uma fábrica de gás nos limites da cidade.


Os investidores só começaram a subscrever as ações da Companhia de Iluminação a Gás quando os primeiros lampiões, no centro da cidade, foram acesos, surpreendendo a população (25 de março de 1854). 


Posteriormente, premido por dificuldades financeiras, Mauá cedeu os seus direitos de exploração a uma empresa de capital britânico, mediante 1,2 milhão de libras esterlinas  e de ações no valor de 3.600 contos. .



e mais:


o estabelecimento de uma companhia de bondes puxados por 

burros na cidade do Rio de Janeiro, cujo contrato para exploração Mauá adquiriu em 1862, mas cujos direitos, devido a necessidades de caixa, foram cedidos à empresa de capital norte-americano Botanical Garden’s Railroad (1866), que inaugurou a primeira linha de bondes em 1868, organizando uma lucrativa rede de transportes.

a participação, como acionista, no empreendimento da Recife & São Francisco Railway Company, a segunda do Brasil, em sociedade com capitalistas ingleses e de cafeicultores paulistas, destinada a escoar a safra de açúcar da região.


participação, como acionista, na Ferrovia Dom Pedro II (depois Estrada de Ferro Central do Brasil), mesmo tendo consciência que, pelo seu traçado, essa rodovia tiraria toda a competitividade da Rio-Petrópolis;


a participação, como empreendedor, na São Paulo Railway (depois Estrada de Ferro Santos-Jundiaí), empreendimento totalmente custeado por ele, sendo a quinta ferrovia do país, em 16 de fevereiro de 1867.


o assentamento do cabo submarino, em 1874 ".





Em 1874 recebeu o título de Visconde com grandeza

********************* 
 Decadência financeira e morte


 Tudo teve e tudo perdeu




"defensor do abolicionismo, forneceu os recursos financeiros necessários à defesa de Montevidéu quando o governo imperial decidiu intervir nas questões platinas (1850).

Contra  a  Guerra do Paraguai, foi deputado pela Província do Rio Grande do Sul em diversas legislaturas (1856, 1859-1860, 1861-1864, 1864-1866 e 1872-1875), tendo renunciado ao mandato em 1873 para melhor cuidar de seus negócios, ameaçados desde a crise bancária que se iniciara em 1864.

Teve influência política no Uruguai desde 1850 quando ajudou financeiramente os liberais sitiados em Montevidéu.  

No Brasil, mesmo eleito pelo Partido Liberal, apoiou o gabinete de seu amigo visconde do Rio Branco (1871-1875).
A combinação das suas ideias, juntamente com o agravamento da instabilidade política da região platina, tornou-o alvo das intrigas dos conservadores. 


As suas instalações passaram a ser alvo de sabotagens criminosas e os seus negócios foram abalados pela legislação que reduziu as taxas de importação sobre as importações de máquinas, ferramentas e ferragens.


   
Com a falência do Banco Mauá (1875), pediu moratória por três anos, sendo obrigado a vender a maioria de suas empresas a capitalistas estrangeiros e ainda os seus bens pessoais para liquidar as dívidas.
 

Doente, minado pelo diabetes, após liquidar as suas dívidas, encerrou um capítulo da sua vida empresarial. 


Com o pouco que lhe restou e o auxílio de familiares, dedicou-se à corretagem de café até falecer aos 76 anos de idade, em sua residência na cidade de Petrópolis, poucas semanas antes da queda do Império. 


Seu corpo foi trazido à corte de trem, pela mesma estrada de ferro que construíra anos antes, e sepultado no mausoléu de sua família (hoje em ruínas),  no Cemitério de São Francisco de Paula,no bairro do Catumbi,centro do Rio" 

Família e descendência
Veio também a  sobrinha, Maria Joaquina de Sousa Machado(1825-1904), a May ,apelido dado  por Irineu porque ela nasceu em maio. Apaixonado, a pediu em casamento.
May, esposa e sobrinha
Desta união  com a sobrinha  nasceram dezoito filhos.
Onze sobreviveram,sendo que apenas seis chegaram à maioridade: Lísia (1842-1855), Irineu (1843-1849), Irineu Evangelista (1851-1915), Henrique (1852-1929), Artur (1853-1874), Maria Carolina (1854-1941), Ricardo (1856-1884), Lísia Ricardina (1860-1890), Hermínia (1862-1868), Irene (1865-1895) e Alice (1867-1869).  
****************************************



LEIA:

MAUÁ - EMPRESÁRIO DO IMPÉRIO


Pioneirismo, guerras, intrigas, reis e escroques: a carreira do visconde de Mauá (1813-1889) teve de tudo. Para montar a primeira indústria - um grande estaleiro e uma fundição em Niterói -, a primeira estrada de ferro e o primeiro banco a operar em grande escala no Brasil, ele teve de brigar contra uma sociedade provinciana, que considerava o feitor de escravos como o melhor gerente de recursos humanos.
Quando expandiu seus negócios em escala planetária, com dezessete empresas em seis países, aí sim vieram os grandes adversários. Banqueiros internacionais, ditadores latinos, políticos de alto coturno e figuras da sociedade passaram a fazer parte da luta diária do visconde, numa história que se confunde com a do próprio nascimento de um país chamado Brasil.

******************************

Paulo Betti foi Mauá no filme

Mauá, o Imperador e o Rei, Drama, Brasil, 1999, 134 min., COR. Direção: Sérgio Rezende

faça o download-filme completo
http://www.youtube.com/watch?v=P3WYECiqM0I

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Zumbi dos Palmares



A Terra Prometida
   No vigésimo dia de novembro festeja-se o Dia da Consciência Negra.
 A data tem grande significado para a comunidade afro-brasileira que considera Zumbi dos Palmares um herói e símbolo de liberdade.

Pequena Cronologia



Zumbi
A partir de 1630,as invasões holandesas no nordeste facilitaram bastante a fuga des negros que.buscando uma  " terra prometida" e  aqueles que  fugiam do trabalho escravo, fundaram na Serra da Barriga (onde hoje se localizam Pernambuco e Bahia)o Quilombo dos Palmares.

Quilombos eram refúgios para os que conseguiam se desvencilhar da tirania dos senhores e sinhás e o de Palmares rapidamente atingiu uma população de 3 mil  habitantes.


A organização seguia um modelo que-no futuro- seria o mesmo adotado no regime republicano brasileiro.

Sempre atacados pelas milícias e exército,os habitantes se supriam do que a terra lhes oferecia.

A proteção, igualmente, era excercida pelos quilombolas.

Em 1644 ,rechaçaram uma tentativa de invasão, assim como tinham conseguido manter uma razoável distância dos portugueses.
Zumbi, neto da princesa africana Aqualtune,nasceu em 1665 e, aprisionado ainda criança ,passou a "pertencer "ao padre jesuíta António Melo,que o batizou com o nome de Francisco. 
Zumbi/Francisco estudou português e latim e ajudava nas missas, como coroinha.

1670
Com 15 anos, Zumbi fugiu e regressou a Palmares ,agora com cerca de 30 mil habitantes e sob a chefia de Ganga Zumba,seu tio pela família materna.

1675 
Lutando contra mais uma investida (dos soldados portugueses comandados pelo Sargento Manuel Lopes)a um mocambo de cerca de mil choupanas,Zumbi se mostrou grande estrategista militar.Com apenas vinte anos de idade, chefia o contra ataque.

Palmares, ja com 200 quilômetros de extensão tornara-se uma república com onze mocambos e muros de madeira,como as cidades européias medievais(que usavam pedras na proteção).
A Cerca do Macaco,na Serra da Barriga,
 era uma espécie de “capital “ do Quilombo
Tinha ruas largas, cerca de 1500 choupanas e oito mil habitantes

1678 -Pedro de Almeida, governador da capitania de Pernambuco, percebeu que o Quilombo dos Palmares poderia ser economicamente viável-já assegurada o que hoje chamamos de sustentabilidade,Os habitantes faziam vassouras,esteiras,cestos,leques,vestimentas,plantavam mandioca,milho,feijão e cana de açúcar.

O governador propôs ao chefe Ganga Zumba a paz e a alforria para todos os quilombolas de Palmares,situação aceita contra a vontade de Zumbi.que não admitia que os negros tivessm que abrir mão de suas tradições e cultura e exigia que os demais também fosssem agraciados.

1680:
Zumbi assumiu o lugar de Ganga Zumba em Palmares e comanda a resistência contra as tropas portuguesas. Ganga Zumba more por envenenamento.
1694:
Domingos Jorge Velho e Bernardo Vieira de Melo comandam o ataque final contra a Cerca do Macaco, principal mocambo de Palmares e local do nascimento de Zumbi.

1695-20 de Novembro: Zumbi ,traído e denunciado por um antigo companheiro, é localizado, preso e degolado aos 40 anos de idade.

Zumbí ou "Eis o Espírito", virou um ícone e sua imagem foi usada pelos abolicionistas como exemplo de herói e mártir.
***********************************