quarta-feira, 26 de agosto de 2015

36 anos da Lei da Anistia Ampla ,Geral e Irrestrita

cartaz da campanha pela Anistia 1978


A Lei da Anistia-ampla,geral e irrestrita-,sancionada em 28 de agosto de 1979,é o resultado da mobilização da sociedade pelos direitos humanose e uma conquista da democrática.
 A luta pela anistia começou com os estudantes, depois a ela se juntaram jornalistas, politicos,religiosos e praticamente todos os setores da polulação se juntaram num ideal comum.



Antecedentes

Dois grupos de esquerda, O MR-8 e a ALN seqüestraram o embaixador dos EUA Charles Elbrick(cuja filha, anos atrás, teve um encontro amistoso com o então candidato`a Prefeitura do Rio,Fernando Gabeira, um dos sequestradores).
Os guerrilheiros exigiram a libertação de 15 presos políticos que foi assegurada.

Entretanto.em 18 de setembro de 1968, o governo decretou a Lei de Segurança Nacional. que punia com exílio e pena de morte casos de "guerra psicológica adversa, ou revolucionária, ou subversiva"
No final de 1969, o líder da ALN, Carlos Mariguella, foi morto pelas forças de repressão em São Paulo.

Em 1974,o general Ernesto Geisel começou um lento processo de transição em busca da democracia .
O chamado “mlagre brasileiro” foi derrubado pela crise do petróleo e pela recessão mundial.O jornalista Wladimir Herzog foi assassinado no DOI-CODI de São Paulo,

Em 1978 Geisel eliminou o AI5, reintegrou a figura do habeas corpus e abriu-se o caminho para a volta da democracia.

O governo do General João Baptista Figueiredo decretou a Lei da Anistia, concedendo o direito de retorno ao Brasil para os políticos, artistas e demais brasileiros exilados e condenados por crimes políticos.

Os militares da chamada “linha dura” continuaram com a repressão clandestina.enviando cartas-bomba a órgãos da imprensa e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Chegam os exilados.

Em 1º de novembro de 1979 chegaram os primeiros exilados.
Mas somente em 28 de Janeiro de 2001 foi pela MP 2151 do Ministéri da Justiça foi criada a Comissão de Anistia,que analisou pedidos de indenização para “pessoas que foram impedidas de exercer atividades econômicas por motivação exclusivamente política desde 18 de setembro de 1946 até 5 de outubro de 1988”.

***********************************

Para lembrar: é hoje! Novas atividades em agosto marcam os 20 anos da Fundação Eva Klabin



 

                       Além do evento do último final de semana, sobre os Primitivos Flamengos nos "Encontros com a Tradição Clássica",a equipe da Fundação Eva Klabin prepara inúmeras atividades para comemorar os 20 anos da inauguração do nobre espaço cultural
****


Eva Klabin Rapaport ( São Paulo-1903 -Rio-1991) foi uma colecionadora e mecenas brasileira, filha de um de casal de imigrantes lituanos.
A partir de 1947,com a morte do pai que lhe deixou grande herança, dedicou boa parte de seu tempo à aquisição de objetos de arte.
Passou os primeiros anos de vida entre o Brasil e a Europa. Durante a Primeira Guerra Mundial a família estava na Suíça e só reornou ao Brasil em 1919. 

Na década de 30,Eva residiu nos Estados Unidos, cursou a New York School of Secretaries e fez dublagem para os Estúdios Paramount.

Em 1933,aconteceu o casamento com o jornalista paulista Paulo Rapaport, a mudança para o Rio e a compra do casarão à beira da Lagoa Rodrigo de Freitas.,zona sul do Rio
Criou a Fundação para conservar e expor ao público sua coleção.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

61 anos do suicídio de Getulio Vargas



          
Getúlio Dornelles Vargas (São Borja-RS19/4/1882 – Rio de Janeiro-então DF-24/8/1954)governou o Brasil, durante dois mandatos: de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954. 
Entre 1937 e 1945  foi ditador,no chamado Estado Novo.
Formado pela pela Faculdade de Direito de Porto Alegre (em 1907) Getúlio  Vargas foi eleitp pelo Partido Republicano Rio Grandense deputado estadual, deputado federal e  foi líder da bancada gaúcha, entre 1923 e 1926. 
Foi Ministro da Fazenda de Washington Luís (1926-27) e presidente do Rio Grande do Sul (1927-1930)e candidato à Presidência da República na chapa oposicionista da Aliança Liberal. Derrotado, tornou-se o chefe do movimento revolucionário de 1930(foto)  
                Governo Populista
Nos  anos de  governo nacionalista e populismo,foi promulgada a Constituição de 1934,fechado o Congresso Nacional em 1937 e o DIP ( Departamento de Imprensa e Propaganda ) perseguiu,torturou e matou os opositores, concentrando o foco nos comunistas.OlgaBenário,mulher grávida do líder comunista Luis Carlos Prestes,entregue ao governo nazista, após dar à luz na cadeia alemã,foi mandada para o extermínio.
              Realizações
A equipe de Getúlio elaborou a Consolidação das Leis do Trabalho, também conhecida por CLT, cuidou dos direitos trabalhistas que  entraram em vigor: carteira profissional, semana de trabalho de 48 horas e as férias remuneradas. 
Foi criada a Companhia Siderúrgica Nacional (1940), a Vale do Rio Doce (1942), e a Hidrelétrica do Vale do São Francisco (1945). Nós,mulheres, devemos a ele o direito de votar. A instituição do voto secreto também vem do 1º governo.
A nova eleição presidencial estava marcada para Janeiro de 1938,quando,em novembro de 1937  foi denunciado um plano para,supostamente, implantar o comunismo no Brasil :o Plano Cohen
                            O  Estado Novo
O clima tornou-se favorável para que fosse fechado o congresso, e instalado o chamado Estado Novo. No início de dezembro,Vargas assinou decreto acabando com os partidos politicos.,inclusive a AIB.
Em 11 de maio de 1938,Os integralistas invadiram o Palácio Guanabara ,com a intenção de depor Vargas,episódio histórico que ficou conhecido como Levante Integralista.
Durante os oito anos  de duração do Estado Novo ( 1937-1945) Getúlio Vargas continuou a intervenção estatal na economia: criou,entre outros,, o Conselho Nacional do Petróleo (CNP), o Departamento Administrativo do Serviço Público (DASP), a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e a Fábrica Nacional de Motores (FNM), entre outros.
No início da Segunda Guerra Mundial (1939), Vargas manteve um posicionamento neutro.
Em 1941, um acordo com os Estados Unidos,no qual o governo americano assumiu o compromisso de construir a primeira siderúrgica no Brasil e, em contrapartida,receberia permissão paea instalar bases militares no nordeste
 Brasil na Guerra                                     
Em 1942,navios brasileiros foram torpedeados por submarines alemães e  foi declarada a Guerra contra as potências do chamado “Eixo”:Alemanha,Itália e Japão. A Força Expedicionária Brasileira (FEB) enviou seu primeiro contingente de soldados  para cpmbater  na Itália em julho de 1944
Terminada a Guerra, os novos ventos de liberdade não combinavam muito  com o regime duro do Estado Novo  e as pressões pela redemocratização apesar, da anistia, da liberdade de organizacão partidária e da promessa de uma nova Assembléia Constituinte e a definição de nova data para eleições , Vargas foi deposto em 29 de outubro de 1945, por um movimento militar liderado por generais que compunham seu próprio ministério.
                                    Exílio
Afastado do poder, Getúlio Vargas retirou-se para sua fazenda em São Borja, no Rio Grande do Sul,(foto)
Nas eleições para a Assembléia Nacional Constituinte de 1946, Vargas foi eleito senador por dois estados: Rio Grande do Sul, na legenda do Partido Social Democrático (PSD), e São Paulo, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Pelo PTB   foi também eleito representante na Câmara dos Deputados por sete estados: Rio Grande do Sul, São Paulo, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Paraná.
Assumindo seu mandato  de senador pelo Rio Grande dp Sul.Getúlio Vargas exerceu também a legislatura que se seguiu (1946-1949).
Candidato à presidência da República pelo PTB, em 1950, Getúlio Vargas derrotou os candidatos, Eduardo Gomes (UDN) e Cristiano Machado (PSD), elegendo-se com 3.849.000 votos.
                O Segundo Mandato
Eleito pelo voto em 1950, deu seguimento `a política nacionalista.  Em meio a uma campanha com imenso apelo popular,cujo slogan era " O petróleo é Nosso" foi criada a   Petrobrás.  
Em meio a uma grande radicalização política,Getúlio  recebia fogo cerrado da oposição (UDN) e,em especial ,a oratória arrasadora do jornalista Carlos Lacerda, proprietário do jornal carioca Tribuna da Imprensa.
Nos primeiros dias de  agosto de 1954, a mando da guarda pessoal do Presidente chefiada por Gregório Fortunato,aconteceu um atentado, em Copacabana,no qual-ao invés do alvo Carlos Lacerda- foi morto  o major-aviador Rubem Florentino Vaz,  
A Aeronáutica instaurou um inquérito para investifar o “Atentado da Rua Toneleros” e transformou seu QG na Ilha do Governador em "República do Galeão"
Encurralado pelas pressões que vinham de todos os lados, ao lhe ser sugerida uma renúncia para evitar a deposição, Vargas suicidou-se com um tiro no coração,deixando uma carta-testamento que é um dos documentos mais importantes na História moderna de nosso  país e que terminava assim:

 "Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida  para entrar na História. " 

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

24 de agosto de 1572-Noite de São Bartolomeu

 


            Bodas de Sangue
Apesar da constante perseguição, o calvinismo teve grande impacto nas cidades, universidades e na nobreza da França no início do século 16. Esta evangelização protestante era feita por um grupo de pastores procedentes de Genebra, sob a coordenacão de João Calvino.
Ao se converter à reforma religiosa em 1533,Calvino foi obrigado a deixar a França, se instalando na Suíça. O rei Henrique II aboliu o protestantismo. No entanto, sua morte, logo em seguida à proibição, foi interpretada como sinal divino e o número de conversões se multiplicou.
Subiu ao trono um jovem de 15 anos - Francisco I - abertamente manipulado pela família católica de Guisa (Francisco de Guisa é o Cardeal de Lorena).
Sob esta influência, decidiu continuar a campanha de perseguição aos protestantes, iniciada pelo pai.
Em1560, uma trama preparada por membros da nobreza para sequestrar o rei foi descoberta em Amboise e acabou em fracasso.
Como vinham da Suiça estes “hereges” liderados por Calvino eram chamados“eidgenessen” (cidadãos suiços), expressão que evoluiu para huguenotes.
Este grupo minoritário religioso se transformou em partido político e tinha em suas fileiras nomes destacados como Henrique de Navarra, Antonio de Burbon ,o almirante Coligny e Luis de Condé, o mais influente militar francês da época.
Em 1562, começou uma guerra civil religiosa intermitente. Esta época de caça às bruxas durou até 1594, marcada por uma série de crimes e massacres sem precedentes.
O fato mais marcante deste período foi a matança de São Bartolomeu, em 24 de agosto de 1572, quando os dirigentes huguenotes foram a Paris assistir o casamento de seu rei Henrique de Navarra (protestante) com Margarida de Valois (católica) tramado pela mãe da noiva, Catarina de Medicis.
O que deveria ser um símbolo da reconciliação entre católicos e protestantes se converteu no princípio de grandes assassinatos em massa.
Para o casamento Valois - Navarra y Burbón vieram a Paris quase todos os huguenotes e a rainha Catarina (sobrinha do papa Clemente VII), imaginou que assim ficaria fácil destruí-los, praticamente, com um só golpe.

O único huguenote poupado ainda no calor de seu leito conjugal foi o recém- casado Henrique, depois Henrique IV.

Segundo estimativas, 3.000 huguenotes foram eliminados naquela noite e, nas semanas seguintes, a orgia de morte ceifou a vida de mais 20 mil em todas as províncias do país.

3 horas da manhã de 24 de agosto de 1572, Dia de São Bertolomeu
Os fanáticos vindos do Louvre - então sede do Império - e apoiados pela nobreza católica arrancaram os hugenotes de suas camas e os degolaram, asfixiaram ou mataram a tiros. Já tinham ido a residência do Almirante Coligny, chefe dos huguenotes, onde seus parentes foram assassinados e ele - ferido dois dias antes num atentado -foi apunhalado e jogado pela janela.
Muitos membros protestantes da alta nobreza também morreram.
Com este massacre a casa real de Valois e a Liga Católica dirigida pelo Duque de Guisa acreditaram ter resolvido definitivamente a questão dos huguenotes, mas muito sangue ainda iria correr debaixo das pontes levadiças. Luis XIV, por influência dos jesuítas, revogou o Édito de Nantes, de 1685 e os huguenotes foram expulsos para a Holanda, Suíça, Inglaterra e Brandenburgo (uma das antigas regiões da Alemanha do leste).

O “Édito de Nantes” tornava a Igreja Católica oficial na França, concedia direitos religiosos aos huguenotes (cerca de 15% da população) como liberdade de culto (exceto num raio de 30 km ao redor de Paris) e, também, direitos civis, como tribunais próprios e elegibilidade para cargos públicos, direitos políticos e 200 locais fortificados (entre os quais La Rochelle e Montpellier).
*********************************************************************************
  

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Fundação Eva Klabin- Mais comemorações -2 -Livro de Pano da Mitologia Visita à coleção e Selfie no Museu


Fundacão Eva Klabin- 20 anos- Mais comemorações



 Quem foi ela

"Os 88 anos vividos por Eva Klabin transcorreram exatamente entre a primeira e a última década do século 20 (1903-1991), garantindo-lhe o lugar de espectadora dos mais importantes acontecimentos do seu tempo.
Nascida em São Paulo, em 8 de fevereiro de 1903, era a primeira filha dos imigrantes lituanos Fanny e Hessel Klabin, que ainda tiveram Ema e Mina.

Seu pai, juntamente com os irmãos, foi um dos fundadores das indústrias de papel e celulose Klabin.
Eva cursou os primeiros anos escolares em tradicional colégio paulista, completou os estudos secundários na Suíça e na Alemanha e os concluiu em Nova York.

O hábito de colecionar herdou do pai, grande apreciador de peças de prata.
Ela costumava contar que suas primeiras aquisições, duas pequenas pinturas de paisagem do pintor holandês do século 17, Glauber, foram feitas ainda na adolescência.
Essas pinturas encontram-se, ainda hoje, no acervo da Fundação Eva Klabin. Nascia assim a vocação que Eva conservaria pela vida afora e que faria dela uma compradora compulsiva de objetos de arte.

Em 1933, casou-se com o advogado e jornalista Paulo Rapaport, austríaco naturalizado brasileiro, trocando São Paulo pelo Rio de Janeiro, onde viveu até o final de sua vida. O casal não teve filhos. Em 1957, Eva ficou viúva e recolheu-se por algum tempo. Passado o luto, reintegrou-se à vida social, recuperando a alegria de viver e o entusiasmo pelo colecionismo.

Mulher transgressora, trocava o dia pela noite, cultivava rodas de amigos entre boêmios e artistas, oferecendo jantares após a meia-noite.
Em suas freqüentes viagens, passou a se dedicar, com desvelo, à procura de obras de arte que viriam ampliar sua coleção, então em fase de plena expansão.
Adquiriu peças em antiquários paulistas e cariocas, e também em reputadas casas de Roma, Paris, Londres, Zurique, Viena, Madri ou Barcelona e outras tantas arrematadas nos leilões de Buenos Aires, Londres e Nova York.
O fascínio pelo Oriente resultou em viagens ao Japão, à China, à Birmânia, à Tailândia, à Índia, à Indonésia e a Singapura, durante as quais raros e belos objetos foram adquiridos e, hoje, constituem o núcleo oriental da coleção.
Anfitriã requintada, fez de sua casa e coleção o cenário ideal para recepcionar personalidades de grande expressão nacional e internacional, entre as quais o ex-presidente Juscelino Kubitschek, o israelense Shimon Peres e os norte-americanos David Rockfeller e Henry Kissinger, ex-secretário de Estado.
Amiga de Burle Marx, suas festas eram conhecidas pela sofisticação, principalmente dos arranjos florais, especialmente criados em sua homenagem, pelo amigo paisagista.

Ao lado dessa intensa vida social, Eva Klabin tinha um prazer especial pelas coisas simples. Gostava de passar temporadas em seu sítio Gisela, em Teresópolis, e tinha grande afeição pelos animais, do cavalo Ariel aos cães de várias raças que, tratados com muitas regalias, foram seus fiéis companheiros até o fim.

Em casa, quando estava só, passava horas contemplando as pinturas e esculturas da coleção. Mas era na Sala Inglesa, rodeada pelos pintores do século 18, onde preferia se sentar, sempre na mesma poltrona, para beber whisky, ouvir Bach, Mozart, Beethoven e Brahms e dedicar-se à leitura dos romances policiais de Agatha Christie e Simenon, que aguçavam ainda mais seu espírito de colecionadora, ávida por novas descobertas.

O grande feito de Eva Klabin foi traçar um longo percurso pela história da arte, valendo-se do bom gosto e da oportunidade de reunir peças de várias culturas e antigas civilizações, formando um panorama da arte, do Egito Antigo ao século 19. Esses objetos e obras de arte, distribuídos pelos ambientes do museu-casa, formam um conjunto que é a expressão da personalidade única de Eva Klabin.
Sem herdeiros, Eva generosamente legou sua casa e coleção à cidade em que viveu. Em janeiro de 1990, ano anterior ao do seu falecimento, ela viu concretizado o seu sonho de vida, quando a Fundação Eva Klabin passou a existir legalmente, divulgando seu nome e ideal.

O desafio dessa mulher arrebatada acabou por se tornar uma obra-prima. Não fugiria à verdade a afirmação de que Eva Klabin trouxe o mundo para dentro de sua casa. Assim, se a casa representava o seu mundo, incontestavelmente, era ali o lugar onde ela dissipava algumas dúvidas e confirmava inúmeras certezas...
Eva Klabin faleceu em 8 de novembro de 1991."


 (texto do  site oficial da Casa-Museu)
 ***************************************************

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

José Marti, patriota,poeta e escritor


"Cultivo una rosa blanca En Julio como en Enero Para el amigo sincero
Que me da su mano franca  
Y para el cruel que me arranca  
El corazón con que vivo  
Cardo ni ortiga cultivo
  cultivo una rosa blanca"
Por suas idéias revolucionárias e a participação na Guerra dos Dez Anos, aos 16 anos, foi condenado a 6 anos de prisão, cumprindo pena de trabalhos forçados nas pedreiras de Havana. Com a saúde debilitada teve a pena comutada em exílio, em 1871 segue para a Espanha. 
Em Madrid publica "A prisão política em Cuba", o primeiro de muitos folhetos em defesa da independência cubana. 
Em 1874 concluiu estudos na Universidade de Zaragoza, diplomando-se em Direito, Filosofia e Letras.  
Decepcionado com os liberais espanhóis, seguiu para a França,de lá, partiu para o México e em seguida para a Guatemala, onde por algum tempo foi professor universitário.  
Regressou a Cuba em 1878, mas foi novamente deportado por manter seus ideais revolucionários e conspirar contra a autoridade espanhola. Conseguiu fugir da Espanha, indo para os Estados Unidos onde viveu por 1 ano.  
De Nova York seguiu para a Venezuela onde esperava estabelecer-se, publicando a Revista Venezuelana, que não agradou a ditadura local, obrigando-o ao retorno a Nova York, onde viveu de 1881 a 1895.  
Ali publicou "Ismaelillo", livro de poemas para seu filho, que expressa toda a angústia por estarem separados. Colaborou com o jornal argentino A Nação, e escreve vários de seus versos livres e a novela "Amizade Funesta".  
Nome de Orquídea

Marti foi homenageado da forma mais delicada com que são recordados os grandes vultos humanos: uma orquídea recebeu seu nome (Cattleya Alba josemarti-foto) 

Em abril de 1887 tornou-se cônsul do Uruguai nos Estados Unidos, e,depois serviu na Argentina e Paraguai.
Ainda em Nova York publicou os quatro números de A Idade de Ouro, revista mensal dedicada às crianças da América Latina. 

Participou ainda, nesse período, de uma Conferência Internacional, em Washington. Devido `a repercurssão de um artigo seu na Revista Culta de Nova Iorque, foi convidado a participar do Congresso Monetário de Washington, como representante do Uruguai.

 Finalmente, decide desligar-se de todas as suas atividades,para dedicar-se a preparação da guerra pela independência de Cuba do domínio espanhol.

Durante o ano de 1892 prepara o estatuto do Partido Revolucionário Cubano, e viaja ente Nova York, Filadelfia e Tampa, onde se organizavam os exilados cubanos. deles recebendo sustentação política e financeira. Começou a publicaro jornal La Pátria, voltado à liberdade, ganhando notoriedade como guerreiro nacionalista, dedicado à luta pela independência.

A urgência em deflagrar a guerra contra os espanhóis, a qual referia-se como uma "cruzada contra o demônio", devia-se ao medo crescente de que a força imperialista norte-americana fizesse o mesmo, conquistando Cuba, devido ao interesse comercial e por considerarem a conquista da ilha como a chave para dominarem as Américas Central e do Sul.
Em uma de suas observações mais famosas disse: "Quem se submete ao monopólio econômico, curva-se ao domínio político. A nação que compra, comanda. A nação que vende, submete-se. O comércio deve ser equilibrado para assegurar a liberdade."  

Poucos dias antes de morrer, escreveu carta a um amigo, onde confessava que sacrificaria sua vida, se isso detivesse o avanço dos Estados Unidos sobre a América Latina.
 Na ilha de Santo Domingo, em 25 de março de 1895, redigiu o Manifesto de Montecristo, onde esboçou a política para a guerra pela independência.  
Ali ficou determinado que a propriedade privada não seria danificada, que os espanhóis que não oferecessem resistência seriam poupados, que negros e brancos participariam da luta com os mesmos direitos, e, finalmente, que com a libertação lutassem todos pelo desenvolvimento político e econômico de Cuba.

Em 11 de abril de 1895, desembarcou com Máxino Gómez (o herói da indepedência cubana) em Playtas, a leste da ilha, recebendo a patente de General do Exército Libertador. Morreu 39 dias depois, num combate com tropas espanholas, em Dos Ríos.
José Martí, um dos precursores do modernismo ibero-americano, é considerado um dos maiores poetas latino-americanos.

 Era um leitor voraz, admirador de Walt Whitman, a quem chamou de "poeta dos povos".

Suas idéias eram suas armas na luta por um mundo melhor e costumava dizer que "quanto maior é o sofrimento, maior é o direito à justiça, os preconceitos dos homens e a desigualdade social não podem prevalecer sobre a igualdade que a natureza criou". 
 Acreditava que a liberdade e a justiça deveriam ser as principais bases para um governo, seus escritos condenam todo e qualquer regime autoritário, daí a importância de sua obra, publicada de 1936 a 1953, em 73 volumes.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Dia dos Pais- como tudo começou





 Cento e seis anos de comemorações
Em 1909 ,nos Estados Unidos , Sonora Louise Smart decidiu homenagear seu pai viúvo,William Smart,veterano da Guerra Civil,que criou os filhos sozinho quando a sra. Smart faleceu, ao dar `a luz seu sexto bebê.

O pai de Sonora nasceu em junho e a primeira comemoração foi 19 de junho de 1909,em Spokane, Washington. O Presidente Calvin Coolidge, em 1924, incorporou o festejo ao calendário nacional de eventos.

A data, móvel, é comemorada mundialmente. 
No Brasil é festejada no segundo domingo de agosto,homenagem a São Joaquim, "Patriarca da família" e avô de Jesus ( dia 14 de agosto).
Em sua visita recente ao Rio, o Papa Francisco "anexou" São Joaquim aos festejos do Dia das avós, 26 de julho.

Em Portugal é a 19 de Março,dia de São José
Em outros paises, no 3º domingo de Junho.
*********
Em 1953,o publicitário Sylvio Bhering,então diretor comercial de O GLOBO ,importou a data americana e alterou a comemoração de julho para agosto por motivos comercias: julho sempre foi mês de férias escolares.

Ao jinglista Miguel Gustavo(Werneck de Souza Martins, compositor, jornalista, poeta e radialista 1922/1972) foi encomendada uma canção para marcar o dia dos paIs no Brasil.
Ele apresentou a criativa “´É sempre o papai “,baião gravado por Zezé Gonzaga e,depois pelo palhaço Carequinha(George Savalla Gomes- 1915/2006 )

 Em 1979, o cantor e compositor Fábio Junior apresentou "PAI", (no link abaixo) que se tornou um clássico da MPB e continua -até hoje-despertando emoções profundas e mexendo com recordações boas ou não tão boas.
Saudades,meu Pai, do que poderia ter sido.....e não foi.



 


terça-feira, 4 de agosto de 2015

53 anos sem Marilyn-pequeno ensaio



Um agradecimento especial à leitora Eve,"marilynóloga"assim como eu,
 e ao site VALE A PENA que sempre prestigia os posts aqui do blog. 









-

****************************************************************
53 anos depois,a morte de Marilyn continua a fazer parte da lista das grandes teorias conspiratórias do século XX.
Ela teria sido "suicidada" por ter ficado sabendo demais sobre segredos de Estado,durante a ligação com os irmãos Kennedy.
Marilyn estaria,hoje, com 89 anos.

*************************

5 de agosto de 1962, 23 h e 30 min
12305, 5th West Helena Drive, Hollywood, Eunice Murray, governanta de Marilyn Monroe telefona, em pânico, para o Dr. Ralph Greenson e pede que ele venha imdediatamente.

Conta ao psiquiatra que, pensando que a atriz dormia, tentou entrar mas a porta estava trancada por dentro. Deu a volta na casa e olhou pela janela. Marilyn estava deitada de lado e parecia querer segurar o telefone.Imóvel, parecia morta.
Patricia, irmã do Presidente Kennedy e casada com o ator Peter Lawford,também recebeu chamada telefônica. Era a cunhada, mulher de Bob Kennedy - irmão do Presidente e Ministro da Justiça - contando que o Dr. Greenson informara o que havia acontecido em West Helena Drive.
Peter e Bob partiram imediatamente para Brentwood Heights.

O Ministro da Justiça estava apavorado. Às 23 h e 45 min, o Dr. Greenson parou diante da casa e tirou a manivela do macaco do carro, que serviu para quebrar o vidro do quarto de Marilyn.

Examinando com o estetoscópio, verificou que o coração ainda batia e começou a respiração boca a boca, enquanto esperava uma ambulância. Neste momento a freiada de um carro anuncia a chegada de Peter Lawford e de Bob, também chamados pela governanta.
Dr. Greenson examina os comprimidos que ele mesmo prescrevera e observa que faltam quase todos - cerca de 50 teriam sido ingeridos.

Bob Kennedy pergunta se Marilyn ainda está viva e é informado que o pulso e a respiracão estão tão fracos que a salvação é uma questão de segundos.

Resolve transporta-la para o Hospital de Santa Monica, distante alguns quilômetros. Dr Greenson entra no carro de Peter, Bobby dirige e Eunice pede para cancelar o pedido de ambulância.
Estavam a pouco metros do Saint John's Hospital quando o médico tocou as costas do motorista – um sinal de que a diva loura acabava de falecer.

Foi apontada como causa da morte o suicídio por ingestão de barbitúricos. Da última sessão de fotos de Marilyn feita no dia seguinte por um funcionário do necrotério, só foi divulgado o rosto, irreconhecível. E é o bastante para chocar e dar pena, muita pena.

Desde então, 110 livros contam esta mesma história, contestada por Dan Wolfe na obra de 600 páginas “The Assassination of Marilyn Monroe” (Albin Michel S.A. ,1998)

53 anos sem ela


Marilyn Monroe permanece como o maior símbolo sexual do século 20, tornada ícone pela arte de Andy Wahrol, grande nome do cinema em todos os tempos e o mais tocante deles.

A morte trágica - e ainda não completamente esclarecida - aos 36 anos, só fez aumentar o mito. Ainda em vida, geminianamente, era uma mulher dividida em duas: uma pública expirando sensualidade que levava horas para ser “montada” e o mundo conhecia como Marilyn.

A outra, desconhecida, órfã de pais vivos e que vagou por muitos lares adotivos e desejou – sem sucesso - ser reconhecida pelos próprios méritos: Norma Jean. O temperamento oscilante contrastava com a grande determinação.
Era adorada por homens e mulheres, que não se sentiam ameaçadas pelo símbolo sexual.Todos experimentavam o mesmo sentimento pela figura da falsa loura de corpo escultural: ternura

Cultivada pelos estúdios da 20th Century Fox, MM encarnava o sexo em estado bruto e aceitava numa boa os papéis de loura burra que lhe apresentavam. No entanto, seu talento natural de comediante iluminava a tela.

Norma Jean
Nascida Norma Jean Mortensen, depois Baker, no dia 1º de junho de 1926 em Los Angeles, era filha de pai desconhecido e Gladys Baker Mortensen, que trabalhava como montadora na indústria do cinema. A internacão da mãe em hospitais psiquiátricos e a passagem por nove casas de família e orfanatos em 4 anos marcaram sua vida.

Em junho de 1942, aos 16 anos, casou-se com James E. Dougherty. Durante a 2ª Guerra Mundial havia grande demanda de fotos femininas para os soldados. Enquanto o marido lutava na Europa, Marilyn foi à Agência Blue Book Modeling and Studio e começou a trabalhar imediatamente.

Garota do calendário

As primeiras atuações como modelo e manequim a transformaram em “pin-up girl” com algumas figurações no cinema. O casamento durou 4 anos e, na época do divórcio, já era conhecida como "Marilyn Monroe". Marilyn, nome emprestado de uma atriz de musicais da Broadway e o Monroe da avó materna.
É deste momento a famosa foto nua em fundo de veludo vermelho para o calendário da Playboy. A carreira no cinema progredia. Logo estava atuando ao lado dos Irmãos Marx e dirigida por John Huston e J.L. Mankiewickz.

Foi com um papel dramático que alcançou o respeito da crítica: “Niagara”, de Henry Hathaway.
O sucesso continuou: MM brilha em “Os homens preferem as louras”, de Howard Hawks e “Como agarrar um milionário”, de Jean Negulesco.

E acontece o casamento - que durou apenas 9 meses - com o ídolo do baseball Joe Di Maggio. Em 1955, estrela já reconhecida, Marilyn funda sua produtora, em sociedade com o amigo Milton Greene e anuncia a intenção de deixar a Fox.
Antes de terminar o contrato, filma a celebérrima cena da saia levantada no metrô, diante de uma audiência de 5.000 pessoas.
A estrela brilha
Agora, Marilyn deseja ser, cada vez mais, ser reconhecida como atriz.
Para isso, segue os cursos do Actor's Studio onde Lee Strasberg e sua mulher Paula lhe ensinam o “Método” - teorias de Stanislavski, sobre o papel do ator.
Depois do casamento com o dramaturgo Arthur Miller, vai a Londres - acompanhada da agora onipresente Paula Strasberg - para filmar com Sir Laurence Olivier.

A estrela doente

Depois de 2 anos de ausência, volta a Hollywood para, cheia de charme e beleza, estrelar “O pecado mora ao lado”.
Atrasos, caprichos e faltas de concentração passam a ser coisa comum. Foram necessárias 47 tomadas para a fala "It’s me sugar” e 59 para "Where's the bourbon”?
Alternando gestações mal sucedidas e abortos (cerca de doze) ela, que adorava crianças, acabou ficando estéril.
Começou a fase do que MM chamava “doencinhas”, causadas por queda de imunidade e pela cada vez maior ingestão de barbitúricos.

Desajustada

Em 1961, Marilyn se prepara para um personagem dramático em "Os desajustados", escrito por Miller e dirigido por Jonh Huston. Faz uma jovem mulher instável em processo de divórcio, que se apaixona por 3 homens ao mesmo tempo.
A filmagem aconteceu no limite do suportável, porque o casamento com Miller já se desintegrava. Finalmente, saiu o divórcio em fevereiro de 1961.
Marilyn inicia uma absurda relação a três com o jovem presidente dos Estados Unidos John Kennedy e com seu irmão, o Ministro da Justiça Robert (Bob).
É o período das depressões severas e internações em clínicas. O fantasma da mãe doente mental surge em seus delírios, causados pela ingestão de quantidades industriais de medicamentos psiquiátricos.
O mundo caiu
No dia 21 de maio, desobedece as ordens de se afastar do estúdio e vai ao Madison Square Garden onde, vestida com um modelo costurado ao corpo canta (ou melhor, sussurra) "Happy Birthday, Mister President" para John Kennedy.
O universo de Marilyn desaba neste instante.
Profissionalmente está desacreditada, a saúde péssima, a vida sentimental falida. A obsessão que passou a ter por Bob Kennedy, casado e pai de nove filhos, a transforma em pessoa que incomoda o primeiro escalão do governo.
Vida depois da morte
5 de agosto de 1962.
O mundo inteiro recebe, chocado, a notícia da morte da estrela e,com o desenrolar das investigações, percebe que a tese de suicídio- divulgada logo após a morte, não bate.
Ainda hoje, a versão oficial é confrontada com o cenário da tragédia, sendo que os prováveis assassinos vão da Máfia à família Kennedy ajudada pela CIA, pelo legista e pelo psiquiatra.
Ficaram 37 minutos de atuação em “Something's Got To Give”, interrompidos pela morte da estrela principal estão no documentário "Marilyn Monroe: Life After Death",de 1994, dirigido por Gordon Freedman.

Mais ou menos assim estaria MM hoje, com todos os avanços da cosmética

******************

Série de TV  "Reescrevendo a História"


https://www.youtube.com/watch?v=KCy_xUYgRYI 
*****
"Goodbye Norma Jean" de Elton John para Marilyn

 https://www.youtube.com/watch?v=w-M8Hi3vNKM
*****************************************************

domingo, 2 de agosto de 2015

Música de Câmara na Academia Brasileira de Letras-Edição de Agosto 2015

           

 Agora em novo horário,12. 30,
concerto dá seguimento à série coordenada pelo Acadêmico Marco Lucchesi .
A produção e a programação artística de  "Música de Câmara na ABL" levam a assinatura impecável da jornalista e produtora cultural Nenem Krieger.

*****************

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Agosto-mês do desgosto -Inferno astral do Brasil


 

"Bate na madeira,pé de pato,mangalô três vezes'

Gente muito querida minha nasceu em agosto, seres do bem e que me trazem muita sorte e felicidade.
O título e o texto são apenas documentação das crendices. Nada pessoal. 

******************************************** Este agosto de 2015 já está dizendo ao que veio. No rastro das manifestações e dos panelaços ,aguardamos todos que os acusados do Lava Jato ,os corruptos de sempre e os neófitos, as propinas de sempre,etc etc tenham punição exemplar. 
Será?

***************** 
"A 24 de agosto,
Data esta receosa
Por ser a em que o diabo pode
Soltar-se e dar uma prosa,
Se deu o famoso parto
Da vaca misteriosa"
(do folclore nordestino)
********
*O mês de agosto é considerado, nos países latinos, de mau agouro para qualquer tipo de atividade.
*Na Argentina há uma tradição oral que diz que "lavar a cabeça em agosto chama a morte". 
*Dizem que primeira sexta feira de agosto é dia perigoso para negócios e viagens. Sexta feira 13 de agosto é considerado dia aziago (dia de azar, de má sorte, indesejável).  
*Rezam as tradições populares que no dia 24 de Agosto, Dia de São Bartolomeu, os diabos fogem da vigilância angelical e ficam em liberdade. 

*A Boda de Sangue, episódio também conhecido como "Noite de São Bartolomeu" ceifou mais de 20 mil vidas.
Ocorreu em 24/08/1852, na França, marcando o massacre dos huguenotes.
"Em dia de São Bartolomeu tem o demo uma hora de seu".
*Considerado o mês desmancha-prazeres da humanidade ,foi na famigerada segunda feira 01/08/1914, que começou a 1ª Guerra Mundial.
BRASIL VIRGINIANO
Os astrólogos costumam considerar como "nascimento" do Brasil o dia 7 de setembro de 1822, entre 16.11hs e 16.58 hs, no riacho do Ipiranga, hoje um bairro de São Paulo. Seu signo solar Virgem, senhor da 6ª casa do zodíaco, empresta à nossa nação seu caráter engenhoso, mutável mas passivo, tendendo à autodestruição. Este aspecto zodiacal faz com que o país esteja sempre buscando o conceito de "país do futuro", projetando detalhes e esquecendo o conjunto. A saúde coletiva é debilitada em contraste com as desejadas - e nunca encontradas - abundância econômica e riqueza cultural. 

A Lua em Gêmeos faz com que nosso povo seja hábil em se adaptar às mais diferentes situações e reaja com a criatividade e bom humor de seu intelecto ativo aos sucessivos golpes com que o mau caráter corrupto, a incompetência e a pusilanimidade de seus representantes vem lhe "presenteando" através da História. 

 Até a sacudidela de junho de 2013,o povo permanecia insensível,como que acostumado diante das misérias fazendo mau uso do campo das comunicações: eis lado escuro do signo de Gêmeos. E o que nos espera?  

O ascendente, que pode ser Peixes ou Aquário, dependendo dos cruciais 47 minutos da data da independência, traz imensa riqueza hídrica. Mas Peixes representaria o carnaval, a miscigenação, a musicalidade de nosso povo e o esporte mais popular, o futebol, que é jogado com os pés - parte do corpo regida por Peixes. 

O caráter pisciano é de povo que vive preso ao passado, afável e atraente, mas muito provinciano.
AGOSTO DE DESGOSTO NA HISTÓRIA E NO BRASIL
* Agosto 1822 - D Pedro I proíbe desembarque das tropas portuguesas no Brasil  

*9 de agosto de 1939 - Alemanha de Hitler e a União Soviética de Stálin firmam entre si um pacto de não-agressão, que estabelece, secretamente, a partilha do território polonês entre as duas nações.  

* 6 de agosto 1945 - Bomba Atômica em Hiroshima 

* 9 de agosto de 1945 - 2ª Bomba Atômica em Nagasaki  
* 13 de agosto de 1957 - Decretação do estado de calamidade pública no Brasil em conseqüência da "gripe asiática".

*Agosto de 1958 - uma violenta explosão seguida de um pavoroso incêndio, num paiol de pólvora do Exército em Marechal Deodoro (Rio de Janeiro), matou dezenas de pessoas, deixando milhares de desabrigados. 
* *08:30 horas do dia 24 de agosto de 1954 - suicídio de Getúlio Vargas.  
* 31 de agosto 1969 - General Arthur da Costa e Silva, "presidente" militar deixou o cargo, depois de uma trombose cerebral.  

* 22 de agosto de 1976 - Juscelino Kubitschek morreu em um acidente de carro em Resende (Rio de Janeiro).

*28 de agosto de 1992 - a Câmara dos Deputados aprovou a abertura do processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. 

* Agosto de 2009 -O perigo de contágio da gripe suína faz o mês começar com mais de 16 milhões e 400 mil estudantes,em todos os níveis, sem aulas.O subproduto dessa paralisação ninguém pode prever.

2013-Manifestações por todo o país,cortes na Marinha,pactos sociais não cumpridos,desordem geral e outros tantos problemas que a maravilhosa visita do Papa não conseguiu colocar debaixo do tapete

13 de agosto de 2014-Morto em um acidente aos 49 anos, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Henrique Accioly Campos(PSB) teve uma carreira de sucesso na política do Estado. Foi ministro e tentava a Presidência da República. 
Deixou esposa e cinco filhos.  

*No ano de eleições gerais,fomos surpreendidos diariamente com escândalos, desmandos, "malfeitos",propaganda política mentirosa e muito mais.

* "Nunca antes na História desse país", foi noticiada tanta corrupção.Mas,em contrapartida, vendo tantos figurões dividindo celas comuns no Paraná, dá pra ver um minúsculo pontinho de luz no fim do túnel.

Que Deus nos ajude.

**********************************************************