domingo, 27 de novembro de 2016

Samba carioca faz cem anos hoje

O samba carioca faz cem anos & reflexões a respeito

"O samba é um gênero musical que deriva de um tipo de dança, de raízes africanas, considerado uma das principais manifestações culturais populares brasileiras.   
Dentre suas características originais, possui dança acompanhada por pequenas frases melódicas e refrões de criação anônima, alicerces do samba de roda nascido no Recôncavo Baiano.
Apesar de ser um gênero musical resultante das estruturas musicais europeias e africanas, foi com os símbolos da cultura negra brasileira que o samba se alastrou pelo território nacional".


(Wikipédia)
*************** 

"Pelo Telefone" - Registrado na Biblioteca Nacional em  27 de novembro de 1916.
Autores:Ernesto dos Santos (Donga) e Mauro de Almeida.
Tia Ciata

Composto no terreiro de candomblé que funcionava na casa de Tia Ciata
 (Hilária Batista de Almeida  1854-1924),cozinheira e mãe de santo.
ouça a gravação do samba:

  https://www.youtube.com/watch?v=woLpDB4jjDU


"Arumada"  depois para não causar problemas com a censura, a letra original dizia:

O Chefe da polícia
Pelo telefone mandou  avisar
Que na * Carioca tem uma roleta para se jogar


(*Largo da Carioca, no centro do Rio )

traduzida para o internetês, aqui em 2016,seria mais ou menos

O secretário de segurança pelo WhatsApp mandou avisar que no Largo da Carioca existe um cassino clandestino 


***************


casa da Tia Ciata -  a de número 119
Possuir telefone em 1916,como diz a letra, era a quintessência da modernidade e também de status, contrastando com o ambiente despojado e  naïf das rodas de samba da casa de Tia Ciata,que ficou conhecida como "Pequena África".


A  Praça 11 de Junho

Por lá passavam músicos com cavaquinhos, violões e instrumento de sopro compunham polcas,maixes e choros e  ex-escravos moradores nos morros da vizinhança praticavam capoeira.Ouvia-se o samba marcado por palmas (partido alto) servindo como pano de fundo para trabalhos de candomblé .
Uma festa constante, onde sempre era servida boa comida.
 
 A Rua Barão de Itaúna, na Praça 11 de Junho era o  point  dos negros cariocas e foi o berço do moderno carnaval carioca.
Ali desfilavam as Escolas de Samba nas primeiras décadas do século XX, e o carnaval  de rua.
Na Avenida Rio Branco saíam os corsos (carros enfeitados com foliões fantasiados) e as Sociedades. 

Os primeiros desfiles de carnaval acontceram na Praça 11. 
Na década de 1930, a Prefeitura do então Distrito Federal planejou obras de modernização da região, construindo uma nova avenida para melhorar o acesso do centro da cidade até a Zona Norte. Com isso,o espaço geográfico da  Praça foi  reduzido. 
Os imóveis dos quarteirões entre as ruas Senador Eusébio e Visconde de Itaúna-onde ficava a casa de Tia Ciata- foram demolidos. 
À nova artéria foi dado o nome de Avenida Presidente Vargas e ali-nas antigas imediações- está o busto de Zumbi dos Pamares.

****
  D. Pedro II e o telefone
A Exposição do Centenário da Independência nos Estados Unidos  foi aberta no dia 4 de julho de 1876 em Filadélfia,Pennsylvania  , com a presença  o imperador do Brasil, D. Pedro II que a inaugurou,juntamente com o então Presidente Grant. 
Interessante a presença de um imperador na celebração do centenário de uma democracia.

Maravilhado com a invenção de Graham Bell que experimentou na exposição,em 1877, D. Pedro II ordenou a a instalação de linhas telefônicas interligando o Palácio do Quinta da Boa Vista às residências dos seus Ministros.  

A firma Rodd & Chaves ligou sua sede na atual rua do Ouvidor ao quartel do Corpo de Bombeiros,na Praça Tiradentes. 
A pedido do Ministro de Estado dos Negócios da Agricultura,  foram instaladas várias linhas telefônicas para ligar o Ministério às repartições da Corte.
****  
Quando foi gravado o primeiro samba,possuir um telefone  ainda era privilégio de pouquíssimos.
 E assim continuou a ser durante outras tantas décadas.

As linhas telefônicas (fixas) entravam na declaração do Imposto de Renda e podiam ser transferidas e deixadas em testamento!


**********************************************


sábado, 26 de novembro de 2016

Fidel Castro morre aos 90 anos

A História o absolverá?




 


 

 " Fidel Castro discursou para 1300 militantes em congresso do Partido Comunista, em Havana. Ele falou, sentado, sobre morte e o legado da revolução.
“Em breve, vou estar com 90 anos de idade”, declarou. “A hora de todo mundo chega”. 
Fidel, famoso pelos inflamados discursos no mesmo local, desta vez falou baixo e pausadamente, devido à fragilidade de sua saúde.
“Talvez seja uma das últimas vezes que falo nesta sala”, disse. 
Ele defendeu o regime que conduziu por 47 anos, declarando que “as ideias dos comunistas cubanos permanecerão como prova de que, neste planeta, se você trabalhar duro e com dignidade, pode produzir bens de que os seres humanos precisam”.

*************

 

Fidel Alejandro Castro Ruiz nasceu pesando 5,4 kg em 13 de Agosto de 1926, na província de Oriente, próximo a Santiago. Não foi logo reconhecido pelo pai.
Alguns historiadores sustentam a hipótese de que o ódio aos ricos está embasado na sua  vida  pessoal.
Angel Castro, ex-recruta das tropas espanholas na guerra de independência cubana, fascinou-se com a Ilha e resolveu lá se estabelecer.
Tornou-se proprietário de fazendas de cana de açúcar e madeireiro,em Birán
A mãe,Lina Ruz Gonzales,era uma camponesa migrante do Oeste de Cuba.
  • Como seus 4 irmãos e irmãs, Fidel recebeu educação católica no Colégio La Salle(onde aconteceu o emblemático e premonitório ataque a dentadas ao braço do Padre Diretor .
A partir de 1942 estudou num colégio de jesuitas em Belén, tomando gosto pelos esportes. Em 1944 foi considerado o melhor atleta de sua escola,foi "cestinha" campeão de basquete.
Leitor compulsivo,Fidel devorava textos de Jose Marti (escritor,poeta,jornalista, panfletário,herói da Independência de Cuba). 

Em 1945, estudante de Direito em Havana,se juntou a um grupo de militantes pela justiça social, os "Manicatos" (Valentes).
Dois anos depois se aliou ao movimento "Ortodoxo", para apoiar a população de Havana nas suas reinvidicacões a favor de condições de vida mais justas
Em 1949 , Presidente da Federação dos Estudantes Universitários, viaja a Bogotá, como delegado cubano ao 9o Congresso Panamericano de Estudantes.
 

Neste mesmo ano,terminando o curso,com 3 títulos de Mestrado, casa-se com Mirta Diáz-Balart,filha de família ligada à ditadura. (foto ao lado)
Fidel abre seu escritório de advogado em Havana e se dedica à defesa dos pobres.

As Eleições de 1952

Em agosto de 1951, Castro começa a discursar em público,mobilizando as massas e chamando os cubanos à revolta contra a opressão governamental.
A ilha,independente da Espanha desde 1902 mas ainda não democratizada, continuava sob a influência do possante vizinho:os Estados Unidos.
A situação econômica era muito difícil, e a corrupção considerada "endêmica".
O Partido Ortodoxo o escolheu como candidato à Presidência em1952 .
O pleito ,porém, não aconteceu: em 10/3/1952 o sargento Fulgencio Batista toma o poder,obtendo,logo em seguida, o reconhecimento do governo norte-americano. No dia seguinte fecha o Parlamento e suspende as eleicões.


Começa a carreira política de Castro, que vai-sem sucesso- aos tribunais, para tentar invalidar o golpe de estado,acusando o ditador de violar a Contituição.
É então que, desiludido, se dedica à revolta armada,lançando dois jornais : "El Acusador" e "Son los mismos",logo empastelados pelo serviço secreto de Batista
Cuba vira o playground dos americanos ricos.
Havana, a capital panamericana da prostituição.
Os donos de cassinos reinvestem seus lucros, para lavar o dinheiro sujo.
 cerca de 1951
O escritor Jorge Valls, estudante na época, descreve a atmosfera reinante: "Havana era um verdadeiro frenesi de vida noturna e diversão.
Os cabarés estavam entre os melhores do mundo,gastavam-se fortunas nas roleta, carros de luxo cortavam as ruas da capital,enquanto nos campos reinava uma terrível miséria".


O ditador e sua jovem esposa Maria Luisa personificam a imagem viva do país:usando roupas luxuosas, colecionavam objetos antes pertecentes a Napoleão Bonaparte.
No dia 26 de Julho de 1953 Fidel Castro e seus companheiros atacam o quartel de Moncada, em Santiago:ação suicida do ponto de vista tático, grave fracasso.

Fidel usa o processo em que é indiciado para fazer sua própria defesa, propagando novas idéias num manifesto chamado "A História me absolverá", transformado em programa político.
A intervenção do Arcebispo de Havana o livrou da execução. Foi condenado a quinze anos de prisão.

Dos 160 rebelados 70 são presos, torturados e mortos . Consciente da importância de seu papel nesta fracassada tentativa, Fidel capitaliza a notoriedade adquirida,certo de que vai ser o dirigente da Revolução.
Batista rebate organizando eleições presidenciais para Novembro de 1954, quando é declarado vencedor.

"Patria o Muerte"
Em 1955,pressionado pela oposiçao,Batista concede anistia aos prisioneiros.
Saindo da cadeia em 15/5/54 , depois de recolher fundos na Flórida e discursar em público para expor suas idéias,Fidel Castro viaja para o México.
A partir dali ,opera um movimento de oposição e cria seu símbolo:a bandeira vermelha (pelo sangue derramado) e negra (pelo luto).
Em 2/12/56 Castro e mais oitenta e um companheiros desembarcam em Oriente, a bordo do iate Granma.
O grupo ataca o palácio presidencial em 13/3/57,mas acontece novo fracasso.
E nova repressão sangrenta. Martha Frayde, ex-revolucionária declara em entrevista ao Paris Match : "o povo não estava a favor da violência, mas também não estava a favor de Batista".
O governo americano fazia vista grossa,os cassinos se multiplicavam, o night club Tropicana vivia lotado,o Hotel Hilton entra em obras para agregar novos andares, ,o "Bodeguita²-onde Hemingway vinha beber seus "mojitos" é o point de estrelas de Hollywood.
Os doze barbudos de Castro, derrotados, começam a escalada para o poder, organizando na Sierra Maestra a primeira guerrilha.Seu slogan "Patria o Muerte".

O sequestro de Fangio
 Fidel e Che Guevara
Com objetivo de chamar a atenção da opinião pública mundial, a Revolução sequestra o corredor argentino Manuel Fangio durante 24 horas.
Os rebeldes, nesse momento, setornaram conhecidos, ocupando vasto espaço na mídia. 

Em 1958 o fracasso da greve geral que faz 200 mortos acelera o processo da vitória. Fidel Castro e seu irmão Raul descem para Santiago no meio do mês de Dezembro.

Ernesto "Che" Guevara comanda as ações em Santa Clara, que é tomada na noite de Natal. 31 de dezembro de 1958 : Batista foge para Santo Domingo, levando toda a fortuna acumulada.

Os especuladores americanos deixam Cuba.


Em 8 de janeiro de 1959 Fidel Castro entra em Havana.
******

 


3 de janeiro, 1961-Estados Unidos rompem relações diplomáticas com Cuba


Fidel em Washington
(foto Alberto Korda)
***************************
Prelúdio
Com objetivo de chamar a atenção da opinião pública mundial, a revolução cubana sequestrou o corredor argentino Manuel Fangio durante 24 horas.


Os rebeldes, nesse momento, se tornam estrelas mediáticas Em 1958 o fracasso da greve geral que faz 200 mortos acelera o processo da vitória. Fidel Castro e seu irmão Raul descem para Santiago no meio do mês de Dezembro.

Ernesto "Che" Guevara comanda as ações em Santa Clara, que é tomada na noite de Natal. 31 de dezembro de 1958 : Batista foge para Santo Domingo, levando toda a fortuna acumulada.Os especuladores americanos deixam Cuba.

Em 8 de janeiro de 1959 Fidel Castro entra em Havana.

Rompimento

A reforma implantada pelo novo governo possuía uma profundamente anticapitalista.
Esse radicalismo do governo revolucionário não agradava os Estados Unidos, basicamente porque a reforma agrária confiscou plantações açucareiras pertencentes a capitalistas norte-americanos.

O presidente Eisenhower não decretou intervenção militar,mas cortou fornecimentos básicos como o de petróleo e praticou outras sabotagens contra a economia cubana.

Em julho de 1960, Cuba passou a importar petróleo da União Soviética.
As refinarias que eram de propriedade   norte-americana e britânica,  se recusaram a refinar o produto. 

 Fidel mandou encampar as refinarias, e os Estados Unidos reagiram ,cortando a compra do açúcar cubano.
 
Em 3/1/ 1961, com a eleição de John Kennedy, a crise atingiu um ponto perigoso: os Estados Unidos romperam as relações diplomáticas com Cuba e Kennedy autorizou a invasão militar do país pelos exilados cubanos treinados por militares norte-americanos.

No dia 17 de abril de 1961, com suporte aéreo dos Estados Unidos, os contra-revolucionários desembarcaram na praia de Girón, na baía dos Porcos, mas foram derrotados em 72 horas.

**************

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Fundação Eva Klabin-Concerto Extra de Final da Temporada 2016


**********
Ao final de mais esta temporada, publico aqui o histórico  da Casa-Museu  encontrado  no site da Fundação.
*********
 EVA
"A Fundação Eva Klabin abriga a coleção reunida por Eva Klabin (1903-1991), um dos mais importantes acervos de arte clássica dos museus brasileiros, contando com mais de duas mil peças que cobrem um arco de tempo de quase 50 séculos, do Egito Antigo ao Impressionismo. 
A coleção está em exposição permanente e aberta ao público na casa-museu instalada na residência em que a colecionadora viveu por mais de 30 anos e abrange pinturas, esculturas, mobiliário e objetos de arte decorativa.

Nascida do desejo da colecionadora de legar o precioso acervo reunido ao longo de toda uma vida à cidade do Rio de Janeiro, a Fundação foi criada em 1990, um ano antes do falecimento de sua idealizadora e instituidora e foi oficialmente aberta ao público pelo então ministro da Cultura, Francisco Weffort, em agosto de 1995.


Ao longo destes anos de existência a Fundação tem oferecido uma programação cultural variada e de qualidade que inclui, além das visitas guiadas ao acervo, atividades como exposições, concertos, filmes, cursos e conferências, tornando-se referência na vida cultural da cidade do Rio de Janeiro.

Comprada por Eva Klabin em 1952, a casa que abriga a Fundação data de 1931, sendo das primeiras residências da então recém-urbanizada Lagoa Rodrigo de Freitas. 
Suas dimensões eram modestas e seu estilo normando foi um modismo característico da época, bastante empregado nas casas "balneares" da cidade.
 Ainda em 1952, Eva e seu marido encomendaram um projeto ao arquiteto italiano Gaetano Minnucci, que apresentou soluções dentro do espírito clássico, com fachadas e interiores palacianos, porém a idéia de demolir a casa original para construir uma nova não foi levada adiante.
No início dos anos 60, já viúva, Eva Klabin decidiu empreender uma verdadeira revolução na casa original e, apesar de manter o estilo, fez uma grande reforma de ampliação adaptando-a para receber a coleção que crescia a cada dia. 

A reforma, entregue a uma conceituada firma de engenharia carioca, durou sete anos, período em que Eva instalou-se em seu apartamento na av. Atlântica, no Leme.

 Pessoa de gosto apurado e detalhista, a proprietária encomendou os mais finos materiais e cuidou de cada detalhe de acabamento, fazendo alterações ao longo da obra, até ficar tudo inteiramente de seu agrado.
De volta à casa da Lagoa, em 1967, tornou-se grande anfitriã e passou a se dedicar, ainda com maior entusiasmo, à coleção.
 A idéia de criar a instituição que perpetuaria a sua obra e guardaria a sua coleção a ser compartilhada com o público começa a amadurecer. 
Na década de 1980, cercou-se de profissionais que começaram a inventariar e pesquisar o acervo, tomou todas as medidas legais para a criação da fundação e, ao falecer em 1991, deixou para as futuras gerações um bem incalculável."

**********************

25 anos sem Freddie Mercury

 




 

Antes de compor este texto,conversei com alguns fãs do “Queen” e de Freddie Mercury (um dos mais importantes grupos de rock do mundo e seu líder durante duas décadas) e com alguns experts em música.


Praticamente todos sabiam que o verdadeiro nome de Freddie era Farrokh Bulsara e que ele havia nascido em Stone Town, Zanzibar, colônia britânica no oeste da África, hoje parte da Tanzânia.

A “novidade” que encontrei foi o fato de seus pais serem parsee indianos descendentes de iranianos seguidores do Zoroastrismo. Na canção "Mustapha", aparecem palavras estranhas que seriam deste dialeto e que estão nos 2 subtítulos a seguir.

As fotos da lendária apresentação do “Queen” no “Rock in Rio” 85 (meninos, eu vi!) ficaram para sempre na iconografia da Música e até hoje estão presentes nos Cds e DVDs da banda.

Razzamaatz


Farrock Bulsara nasceu em 5 de setembro de 1946, filho de Jer e Bomi (naturais de Gujarati, Índia) e, a partir de seis anos, foi para um colégio interno perto de Bombaim, onde logo demonstrou aptidão para artes e música, e começou a ser chamado de Freddie (os coleguinhas tinham dificuldade de pronunciar o nome original)

O pai era funcionário do governo britânico e, com a independência da ilha, em 1963, foi remanejado para Londres.Um ano depois, a família inteira mudou-se para a Inglaterra, onde Freddie completou os estudos.

Em 1969, recebeu o diploma universitário de Arte e Desenho pelo Ealing College of Art. Durante o curso, adotou o sobrenome Mercury, homenagem ao mensageiro dos deuses, que rege as comunicações - librianos como Freddie são regidos por Gêmeos e Vênus, a eloqüência e a beleza.


Foi proprietário de um brechó no “mercado das pulgas” em Londres, onde conheceu o futuro companheiro de trabalho Roger Taylor e passou a fazer parte de um grupo local - o “ Ibex”, como tecladista e cantor.

Roger Taylor (baixo) e Brian May (guitarra), procuravam um parceiro para dar continuidade à banda Smile, dos tempos psicodélicos (1967) - que, no futuro, teria o nome “ Queen”(foto)

Em 1971, John Deacon juntou-se a eles.




Achbar ish



Freddie chegou para a nova formação e tudo mudou, menos a presença dos sintetizadores - esta informação está contida na contracapa dos álbuns dos anos 70.

O primeiro álbum do Queen, em 1973, não agradou aos apreciadores da mesmice: a audácia de chamar um grupo de “Rainha” em plena monarquia, o cabelão e pesada maquiagem de Mercury. “Killer Queen”, tributo a “uma pessoa tipo Maria Antonieta, sem sexo definido”.


Mais tarde, a partir do LP “The Game”, o grupo se rendeu à tecnologia, chegando ao tecnopop em algumas faixas do “The Works” - ali está“Radio Ga-Ga”.

A iluminação caprichada, as “performances operísticas”, marcações teatrais, refrões poderosos, passos de ballet - que ele adorava - roupas ousadas, letras mais ousadas ainda, solos de piano e, em menos de um ano “sob nova direção” “Queen” já era uma das mais famosas bandas de todos os tempos.



Começaram as turnês pelo mundo, com público nunca menor que centenas de milhares de espectadores.
De 1975 a 1983, o grupo acumulou uma fileira de sucessos.



Vejam só que pitéu, meus leitores: "Bohemian Rhapsody"do album A Night at the Opera (1975), "Somebody to Love", "We Will Rock You", "We Are the Champions", "Bicycle Races", "Fat-Bottomed Girls", "Bicycle Race”, "Crazy Little Thing Called Love" , "Another One Bites the Dust", "Under Pressure" (com David Bowie, 1981).


Mas o grande barato foi mesmo “A Night At The Opera” (1975),quando Freddie fez a festa: rock pauleira misturado a baladas clássicas, vaudeville e instrumentos antigos.


Em 1980, uma mudança drástica no visual mostrando o talento de designer, cenógrafo e figurinista de nosso biografado.
Um macho man de bigodão, corpo trabalhadíssimo, cabelos gomalinados e jeans colantes, substituindo a delicada persona “queeny”. A nova imagem não resolveu a confusão na cabeça dos fãs do vídeo-clip de “ I Want to Break Free” (1984) que trazia os rapazes da banda, todos eles, em modelitos totalmente drag.



Trocando de gravadora - da Electra para a Capitol - o “Queen” passou a visitar países da Ásia Menor e América Latina, potencializando a visibilidade. Amalgamados, Queen/Mercury passaram a ser uma coisa só.

Marcaram toda uma geração e a música do século XX.

Venderam 850 milhões de discos, ficando atrás apenas de Elvis Presley e dos Beatles.


“We are the Champions”, foi escolhida a “mais bela canção de todos os tempos” em concurso realizado em 160 países.

Em 23 de novembro de 1991, a imprensa recebeu um comunicado confirmando que Fred sofria de Aids, como se suspeitava há tempos.Ele morreu no dia seguinte.

Desde então, muitas homenagens foram prestadas : um concerto beneficente para pesquisa contra Aids, um ballet coreografado por Maurice Béjart e a inclusão no Rock and Roll Hall of Fame.


Freddie em Montreux



Freddie Mercury e o Queen gostavam muito de Montreux, na Suíça, onde costumavam descansar nas férias, desde 1978. Gravavam no Mountain Studios, ali chegando sempre depois do famoso festival de jazz - um dos álbuns da banda se chama JAZZ.
Felizes com o resultado das gravações resolveram simplesmente comprar os estúdios de som. Ali foi gravado o último trabalho do grupo -"Made in Heaven” - com os vocais de Freddie previamente gravados.

Em 25 de novembro de 1996, cinco anos após a morte, foi inaugurada uma estátua de Freddie na Praça do Mercado em Montreux. Memória viva na cidade, tornou-se uma tradição que todos os dias fãs do mundo inteiro ali venham depositar uma rosa em homenagem.  
 
SAUDADES






*************

  Love of my life


https://www.youtube.com/watch?v=Md8eELcugqY

We are the champions 

http://youtu.be/Kw0-COK-1mk


segunda-feira, 21 de novembro de 2016

A maldição dos Hemingway- de pai para filho desde o século 19


Para ser um pai bem-sucedido, evite olhar seu filho nos primeiros dois anos de vida.”

  

****
Hemingway,aniversariante de 23 de julho
Com dezenas de filmes e peças teatrais baseados em suas obras, Ernest Hemingway, ícone da cultura norte-americana, tropeçou feio ao escrever esta pérola de desinteresse, somente explicável pelo desenrolar dramático de acontecimentos familiares .

Pensar nele é visualizar o caucasiano vermelhão vibrando nas touradas, o personagem tisnado de sol que lhe deu o Pulitzer de 1953 (“O velho e o mar”) ou o laureado intelectual Nobel de Literatura em 1954, pelo conjunto de obra. 

Segundo a biografia “Papa Hemingway” ( A.E.Hotchner), publicada no centenário de seu nascimento, teve uma relação complicada com o pai suicida. 
Diz o biografado: “Alguns anos mais tarde, pelo Natal, recebi um embrulho da minha mãe. Continha o revolver com que o meu pai se suicidara. Trazia um bilhete dizendo que achava que eu talvez gostasse de o ter, mas não explicava se era agouro ou profecia.” Ele mesmo não foi lá um monstro para seus filhos, como Pablo Picasso, mas poderia ter sido pai mais presente. 
Quanto ao respeito à liberdade de orientação sexual, era homofóbico, embora tivesse um filho transexual. Gregory - ou Gloria, filho do terceiro casamento - morreu na prisão em 2001 e, ainda criança, apresentou tendências ao crossdressing. 

O livro de Gregory/Gloria “Papá, Memórias Pessoais”, publicado em 1976, é revelador. Ao registrar o suicídio do pai, Gregory, que tinha 30 anos na ocasião, revela que guardou a imagem do "alcoólatra incurável" e confessa que sentiu o alívio de "nunca mais desapontar aquele grande homem”. Hemingway, por sua vez, já havia usado a figura e as características de Gregory para compor o personagem Andy, na obra “As ilhas da corrente” (1970) e desenhou alguns de seus personagens masculinos, com traços homos. 
Alguns biógrafos e amigas, como Gertrude Stein, contaram que Hemingway foi meio hesitante ao escolher parceiros na juventude. 

“Leis estritas, mentes estreitas”

Ernest Miller Hemingway nasceu em 23 de julho de1899 in Oak Park, subúrbio de Chicago, Illinois. Primeiro filho homem de Clarence Edmonds ("Doc Ed") Hemingway, médico rural e de Grace Hall Hemingway. O próprio pai (foto) fez o parto e tocou uma corneta na soleira da porta da frente para sinalizar aos vizinhos que havia nascido mais um macho na face da Terra - costume local. Dona Grace, evangéilca até o último fio de cabelo. era professora de canto, depois de perder a esperança de se tornar cantora de opera. 

E como desejava gêmeos, resolveu vestir Ernest e a irmã Marceline - um ano e meio mais velha - como se gêmeas fossem, com cabelos e roupas iguais.
 Referia-se aos dois como “as gêmeas” e passou chamar Ernest de Ernestine. Muitos trabalhos de Hemingway dissecam relações conturbadas entre homens e mulheres (“Hills Like White Elephants"), amores sem casamento ( "Now I Lay Me", "The Short Happy Life of Francis Macomber") e arranjos de elementos entre homens e mulheres, inclusive nos trabalhos postumamente publicados ( “The Sun Also Rises”). 

A mãe, a quem Ernest sempre atribuiu o suicídio do pai, o queria estudante de música. Mas, ele adotou os hábitos e hobbies paternos : caçar, pescar e acampar nos Grandes Lagos. Jogava beisebol, lutava box e era excelente aluno das aulas de inglês na Oak Park and River Forest High School, onde se graduou na turma de 1917 e onde seus textos apareceram impressos pela primeira vez no jornal Trapeze e, como editor, no anuário Tabula. 
Usava o pseudônimo Ring Lardner,Jr - homenagem ao seu ídolo literário Ring Lardner, escritor de pequenos contos e crítico esportivo.

 ‘Graça sob pressão”

Depois da high school, Hemingway se recusou a cursar universidade. Foi trabalhar como repórter no The Kansas City Star por seis meses. Logo perdeu a paciência com o novo trabalho, mas ali definiu a base de seu estilo como escritor: “Use frases curtas. Use pequenos primeiros parágrafos. Use um vigoroso Inglês e seja positivo, nunca negativo”. 

Contra a vontade do pai, deixou o emprego e se alistou no exército dos Estados Unidos para atuar no front da Primeira Guerra Mundial. 
Foi reprovado no exame médico e tentou a Cruz Vermelha, onde foi aproveitado como motorista de ambulância. Ferido durante uma ação (1918), foi para um hospital em Milão onde se apaixonou pela enfermeira americana que o cuidava.
 O relacionamento não deu certo, mas rendeu a primeira obra de ficção baseada em amor na vida real “”Adeus às armas” (1925). Recebeu medalha de mérito e foi o primeiro norte-americano ferido no conflito mundial 

Fase “Geração Perdida’ 

Voltou à cidade natal, Oak Park, e começou a trabalhar no periódico Toronto Star como freelancer e correspondente internacional. Enviado a Paris para cobrir a Guerra entre a Grécia e Turquia levou carta de apresentação para Gertrude Stein, que o introduziu no Movimento Modernista Parisiense, que se reunia em Montparnasse. 
Foi o início da fase “Geração Perdida”, epígrafe do romance “The Sun also rises”. Discípulo de Erza Pound, freqüentava a livraria de Sylvia Beach, a Shakespeare & Co, ainda hoje em atividade às margens do Sena e ponto obrigatório, para quem está no Quartier Latin. 
Depois das experiências francesas, casado com Elizabeth Richardson, com quem compartilhou grandes dificuldades financeiras, retornou a Toronto, onde nasceu seu primeiro filho, John, afilhado de Gertrud Stein. 
Em 1928, o pai Clarence, deprimido com problemas causados pela diabetes, suicidou-se usando uma pistola da época da Guerra Civil. Este episodio foi retratado no livro “Por quem os sinos dobram” – o pai de Robert Jordan reproduziu o Dr. Clarence. 

Fase Guerra Civil Espanhola 

Para Hemingway, a guerra civil espanhola foi uma espécie de reprise de sua atuação nos fronts pós 1ª Guerra Mundial. 
Mas, mesmo antes de partir para Espanha como correspondente de guerra, participou da luta pela implantação da República , no documentário Spain in Flames ao criticar abertamente o fascismo. A experiência de correspondente de Guerra (1937/38), deu origem à sua única peça teatral, The Fifth Column, e a um dos seus memoráveis romances, Por Quem os Sinos Dobram.
De regresso aos Estados Unidos, Hemingway manteve o apoio às brigadas internacionais que acompanhou, recolhendo fundos e fazendo a locução do filme de propaganda pró-republicano The Spanish Earth. 
O sucesso sempre vinha com tormentos : foi infeccionado por antraz, sofreu acidente de carro com seqüelas, teve hemorróidas e enxaquecas insuportáveis. 

Fase 2ª Guerra mundial 

Quando os Estados Unidos entraram na Guerra, Hemingway' alistou-se na Marinha, com a missão de afundar submarinos alemães nas costas de Cuba. Depois foi para Europa, como correspondente do Collier’s magazine. Testemunha ocular do DIA D, Hemingway formou seu próprio grupo de Resistência e participou da liberaçao de Paris, como oficial de ligação. 

Fase Cuba 
Em 1959, acompanhou os acontecimentos que depuseram o General Fulgencio Batista e culminaram com Revolução Cubana. Hemingway, que apoiava Fidel, resolveu ficar um pouco mais na ilha. Hemingway era observado pelo FBI desde a 2ª Guerra, por conta de seu envolvimento profundo com a Espanha e com os marxistas que lutaram na guerra civil contra Franco. 
Em 1960, quando deixou a ilha, o governo cubano declarou que ele estava ainda mais à esquerda que os próprios dirigentes. Em 2001, foi inaugurado um museu dedicado ao escritor. 

A maldição de ser um Hemingway_ 

Em 1959, Hemingway, eterno repórter, visitou a Espanha onde conheceu o famoso toureiro Luis Miguel Dominguín, ferido em uma corrida. 
Pensou em escrever um livro sobre toureiros mortos, mas, Dominguin se recuperou. 
Em 1960, foi hospitalizado na Clínica Mayo, em Rochester, para tratamento de depressão. 

Recebeu eletrochoques durante dois meses e teve alta no inicio de 1961. 
Em 2 de julho do mesmo ano, Ernest Hemingway cometeu suicídio com sua espingarda favorita, na residência de Ketchum, Idaho. 

 Clarence, pai de Hemingway e seus tios Ursula e Leicester também se suicidaram.

Assim como a neta Margaux Hemingway, atriz e modelo - com uma dose letal de soníferos, aos 41 anos. 

A terceira geração rompe a cadeia 

Em 2003, o escritor norte-americano radicado na Itália, John Hemingway, lançou livro em que conta a história do avô e de seu pai transexual..
John é casado, tem dois filhos, trabalha como tradutor e professor de Inglês e foi criado por uma tia.
 Não chegou a conhecer o avô, que morreu quando ele tinha apenas onze meses.  ******************************

sábado, 19 de novembro de 2016

20 de novembro -Zumbi dos Palmares

Feriado no Rio



A Terra Prometida
   No vigésimo dia de novembro festeja-se o Dia da Consciência Negra.
 A data tem grande significado para a comunidade afro-brasileira 
que considera Zumbi dos Palmares um herói e símbolo de liberdade.

Zumbi

A partir de 1630,as invasões holandesas 
no nordeste facilitaram bastante a fuga 
de negros que.buscando uma  " terra prometida" e  aqueles que  fugiam do trabalho escravo, fundaram 
na Serra da Barriga (onde hoje se 
 localizam Pernambuco e Bahia)o Quilombo dos
 Palmares.

Quilombos eram refúgios para os

que conseguiam se desvencilhar da tirania dos senhores e sinhás

e o de Palmares rapidamente atingiu uma população de 3 mil  habitantes.
A organização seguia um modelo que-no futuro- seria o mesmo adotado no 
regime republicano brasileiro.

Sempre atacados pelas milícias e exército,os habitantes se suprindo

do que a terra lhes oferecia.
A proteção, igualmente, era excercida pelos quilombolas.
*********
 

Em 1644 ,rechaçaram uma tentativa de invasão, assim como tinham conseguido 
manter uma razoável distância dos portugueses.
Zumbi, neto da princesa africana Aqualtune,nasceu em 1665 e, aprisionado 
ainda criança ,passou a "pertencer "ao padre jesuíta António Melo,que o batizou 
com o nome de Francisco. 
Zumbi/Francisco estudou português e latim e ajudava nas missas, como coroinha.
1670
Com 15 anos, Zumbi fugiu e regressou a Palmares ,agora com cerca 
de 30 mil habitantes e sob a chefia de Ganga Zumba,seu tio pela família materna.
1675 
Lutando contra mais uma investida (dos soldados portugueses 
comandados pelo Sargento Manuel Lopes)a um mocambo de cerca 
de mil choupanas,Zumbi se mostrou grande estrategista militar.
Com apenas vinte anos de idade, chefia o contra ataque.
Palmares, ja com 200 quilômetros de extensão tornara-se 
uma república com onze mocambos e muros de madeira,como 
as cidades européias medievais(que usavam pedras na proteção).
A Cerca do Macaco,na Serra da Barriga,
 era uma espécie de “capital “ do Quilombo
Tinha ruas largas, cerca de 1500 choupanas e oito mil habitantes
1678 -Pedro de Almeida, governador da capitania de Pernambuco, 
percebeu que o Quilombo dos Palmares poderia ser economicamente
 viável-já assegurada o que hoje chamamos de sustentabilidade,
Os habitantes faziam vassouras,esteiras,cestos,leques,vestimentas,
plantavam mandioca,milho,feijão e cana de açúcar.
O governador propôs ao chefe Ganga Zumba a paz e a alforria para 
todos os quilombolas de Palmares,situação aceita contra a vontade de Zumbi.
que não admitia que os negros tivessm que abrir mão de suas 
tradições e cultura e exigia que os demais também fosssem agraciados.
1680:
Zumbi assumiu o lugar de Ganga Zumba em Palmares e comanda a 
resistência contra as tropas portuguesas. 
Ganga Zumba more por envenenamento.
1694:
Domingos Jorge Velho e Bernardo Vieira de Melo comandam 
o ataque final contra a Cerca do Macaco, principal mocambo de Palmares e local do nascimento de Zumbi.
1695-20 de Novembro: Zumbi ,traído e denunciado por um antigo
 companheiro, é localizado, preso e degolado aos 40 anos de idade.
Zumbí ou "Eis o Espírito", virou um ícone e sua imagem foi usada pelos 
abolicionistas como exemplo de herói e mártir.
***********************************