quinta-feira, 21 de julho de 2016

Bio de René Magritte- Trilogia Pintores Francófonos- 2



 Trecho do comentário sobre a obra "Os Amantes" no site do MoMA
Museu de Arte Moderna de Nova York

"Desejos frustrados são um tema comum na obra de René Magritte. Aqui,uma barreira feita de  tecido impede o abraço íntimo entre dois amantes, transformando o ato de paixão em isolamento e frustração.  

Alguns interpretaram este trabalho como uma representação da incapacidade para revelar nossa verdadeira natureza  mesmo aos   companheiros mais íntimos.Rostos envoltos eram um motivo comum na arte de Magritte. O artista tinha 14 anos quando sua mãe cometeu suicídio por afogamento.  
Ele testemunhou  o resgate do corpo , a camisola molhada envolvida em torno do rosto......"

************************* 

René François Ghislain Magritte 
 Artista surrealista belga (1898-1967)

Filho de Léopold Magritte, alfaiate e de Régina Berinchamps, modista,nasceu em 21 de novembro de 1898 em Lessines,Hainaut.
Irmão de Raymond e Paul,nascidos  depois da mudança da família para Gilly, em 1900.
Em 1910, agora com a nova mudança dos Magritte para Châtelet, René estuda pintura e frequenta o atelier de Félicien Defoin.


A instabilidade financeira ronda a família. Os fracassos na gestão dos negócios e a morte da mãe, que se suicida por afogamento no Rio Sambre, marcam tragicamente a infância e adolescência dos meninos
 Aos doze anos,René Magritte já aprende pintura com um professor e se apaixona pelas obras de Edgar Allan Poe e Maurice Leblanc e por Fantomas, um dos mais populares belgas no gênero policial ,criado em 1911 e que apareceu em 32 livros

Antes de se instalar em Bruxelas,matriculado na Escola de Belas Artes,conhece Georgette Berger, que reencontrará mais tarde por acaso e que será musa,mulher, companheira, amiga de todas as horas e ficará na História das Artes  como Georgette Magritte.

Em 1922, dois eventos significativos: o casamento e o encontro com o professor de piano do irmão Paul -E.L.T. Mesens .(Edouard Léon Théodore Mesens (1903–1971)

 Abro aqui um espaço especial para Mesens  poeta, compositor, comerciante, curador de exposições e colecionador. 
 Nascido em Bruxelas, foi um compositor talentoso na  linha de Satie e Auric mas, em  1923,  tornou-se cada vez mais interessados ​​em pintura contemporânea, especialmente Dadaísmo e Surrealismo.

Foi grande amigo e mentor de Magritte até o final.

****
1923-  Marcel Lecomte,outro amigo,apresenta-lhe uma fotografia da Canção de Amor (1914) por Giorgio de Chirico. 


Um choque ! E o início de seu trabalho surrealista com, em 1926,o início da série de colagens "O Jockey perdido".

Também é o tempo de formar
uma espécie de parceria em Bruxelas, com o núcleo do grupo surrealista: Paul Nougé, Camille Goemans, E.L.T. Mesens, Marcel Lecomte, e André Souris  e Louis Scutenaire. 



O grupo surrealista belga de 1934,trabalho em publicidade  e a militância antinazista

No ano anterior, 1933,Magritte se instala  em Paris  e participa,junto com  André Breton, Paul Eluard e o grupo surrealista da capital da França da última edição da Revolução Surrealista com o texto principal "Palavras e imagens".

 O Studio DONGO hoje 
Novamente atingido pela crise econômica ,retorna a Bruxelas e cria com o irmão Paul uma miniagência de publicidade: o Studio Dongo,no jardim de sua casa.
René, como diretor de arte, criava os anúncios de pacotes de cigarros,distribuidoras de filmes e outros tantos clientes.  Paul cuidava das tarefas administrativas.

Esses trabalhos feitos puramente  para  garantir a sobrevivência eram assinados como DONGO ou EMAIR,ortografia fonética de suas iniciais à moda francesa M.R (Magritte René)

Ali havia espaço e luz,mas as pinturas continuavam feitas na sala de jantar, ao lado da querida Georgette.

As peças ali criadas-como a da imagem à esquerda- permitem pagar as contas, o aluguel e a compra de material de pintura.   
  *******

Magritte produziu muitos trabalhos para a sua primeira exposição individual em 1936 na Galeria Julien Levy, em Nova York, seguida dois anos mais tarde por outra, na London Gallery,  com curadoria de  Mesens .  
Várias colaborações com Man Ray ,Yves Tanguy, André Breton e Paul Éluard confirmam o seu lugar no  movimento artístico internacional. 

 É desta década ,também ,a   aproximação com o Partido Comunista da Bélgica. Às vésperas da  Segunda Guerra,  imprimiu num cartaz o verdadeiro rosto de Rex, justapondo Leon Degrelle e Adolf Hitler.
(Leon Degrelle fundou o movimento político Christus Rex -rexismo- e,nos anos seguintes, radicalizou  e combateu ao lado das forças do Eixo   através da Legião Valônia unidade estrangeira afinada com as idéias de Adolf Hitler.)

***

Quando a   a Bélgica é invadida pela Alemanha, René e Georgette vão para o sul da França, se extasiam com a luminosidade da Provence,mas logo voltam para casa.  

Em 1943, aparecem leves traços do Impressionismo nas obras de Magritte. 
Em 1946,assina,com outros artistas belgas o manifesto  "Surrealisme en plein soleil" (surrealismo sob sol forte), onde os companheiros declaram:

 "Não temos nem tempo nem prazer em brincar com a arte surrealista, temos uma enorme tarefa pela frente, devemos imaginar objetos encantadores que poderão despertar o que resta em nós do instinto do prazer”.

O "Periode Vache" 

Há uma fase muito interessante,mas meio desconhecida do artista  
Em 1948, Magritte produziu  em poucas semanas cerca de 30 pinturas e guaches,inspirados em caricaturas,histórias de quadrinhos e fontes da cultura popular mas, também, mescladas de citações de outros artistas, como Matisse.
Uma coleção totalmente fora de seus padrões habituais e que causou escândalo em Paris. 
Os trabalhos deste período foram apresentdos na Exposição da Galeria Schirn, em Frankfurt. 
Era essa a intenção:provocar o público com trabalhos "ruins"  
***   
Tempos Finais

De 1952 a 1956, Magritte dirige  a publicação "O Mapa da Natureza", em formato de  cartão postal.
Entre  1952 e 1953 concebe oito painéis decorativos para o   Cassino Knokke-Heist, em 1957, "Fada Ignorante" para o Palácio de Belas Artes de Charleroi e, em 1961, "Barricadas Misteriosas" para o Palácio de Bruxelas.  
 A primeira exposição retrospectiva da sua obra foi organizada em 1954 por Mesens (sempre ele!) no Palácio de Belas Artes de Bruxelas.

Em abril de 1965,   mudou-se com Georgette para Ischia,na   Itália, para melhorar a saúde e passa por Roma antes de ir em dezembro ,pela primeira vez ,aos Estados Unidos onde inaugura  uma  retrospectiva no MoMA-Nova York, que itinerou por Chicago, Berkeley e Pasadena. 

Entre junho de 1966 e junho de 1967, os Magrittes retornam com    Scutenaire e Irene Hamoir à Itália.  

Em 4 de agosto, nova retrospectiva  no Museu Boijmans Van Beuningenm, em Roterdam,

Magritte morre em casa, em  15 de agosto de 1967, aos sessenta e oito anos, em decorrência de um cancer
Está enterrado ao lado de sua esposa no cemitério municipal de Schaerbeek. 


 **************
 Site do Museu Magritte em Bruxelas
(em inglês)

   http://www.musee-magritte-museum.be/Portail/Site/Typo3.asp?lang=FR&id=languagedetect 
 

 ******

Trecho do site da Enciclopédia Britânica Online e, em seguida, vídeos com coleção de obras de Magritte

 

'"A arte de Magritte foi caracterizada por imagens enigmáticas e ilógicas, em um estilo muito pessoal, facilmente identificável. Seus quadros são como sonhos, ou como voos da fantasia, que misturam horror, perigo, comédia e mistério.

Sua obra é marcada por certos símbolos: o torso feminino (parte do tronco sem cabeça e sem membros), o chapéu-coco, o castelo, a pedra, a janela. O mar e os amplos céus, que o haviam entusiasmado na infância, estão muito presentes em suas pinturas. No quadro O tempo ameaçador (1928), as nuvens têm a forma de um torso, de uma tuba e de uma cadeira. Em O castelo dos Pireneus (1959), uma pedra enorme, onde se ergue um pequeno castelo, flutua no ar, acima do mar.

Outras de suas fantasias características são um peixe com pernas humanas, um homem cujo torso é uma gaiola de pássaros e uma figura masculina com asas, de costas para um leão.

Metamorfoses e subversões do espaço, do tempo e das proporções são comuns em sua obra. Em O tempo perfurado (1939), por exemplo, uma locomotiva a vapor, flutuando, sai do centro de uma lareira e avança para uma sala de estar, como se estivesse saindo de um túnel"

***** 

Vídeos

"A beleza do Surrealismo"
 
https://www.youtube.com/watch?v=f0vmMoRMiUw

"Surrealismo Psicológico" 

https://www.youtube.com/watch?v=eEVOAhCEL5c 

Nenhum comentário: