quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Projeto Música de Câmara na Academia Brasileira de Letras



Com entrada franca,mais uma edição do Projeto Música de Câmara no Teatro R Magalhães Jr. da Academia Brasileira de Letras.

 Amnhã, dia 3  de outubro de 2013,`as 18 horas, apresentam-se Fani Solter ,Luis Carlos Justi  e Aloysio Fagerlande. 


*****************************


***********  
No programa: 
Nocturne  (1817) – Sigismund Neukomm
Melodia partida em três (2013) – Tim Rescala
Serenata (1990) – H. Dawid Korenchendler
From my window.1 (Cenários) (2010) – João G. Ripper 
Biking by the Sea (Orla) Sunset(Anoitecer) 
Bossa-Nova
************
OS ARTISTAS*

"A pianista Fany Solter nasceu em Ilhéus (BA)
Desenvolveu importante carreira solo e camerística, logo após vencer concursos internacionais, como o de Vercelli (Itália) e Munique (Alemanha). Desde 1976, Fany Solter é catedrática de piano na Escola Superior de Música de Karlsruhe (University of Music Karlsruhe), onde foi Reitora de 1984 a  2001. 
Dá recitais e master classes na Europa -no Brasil- na Argentina, em Israel e no Japão. 
Atua como solista de importantes orquestras – Orchestre de la Suisse Romande, Sinfônica de Praga, Sinfônica da Rádio da Baviera, Israel Camerata, Filarmônica Polonesa – e orquestras brasileiras, entre elas OSB, OSN, Osusp, e Osba.
**
Luis Carlos Justi (oboé) estudou com Davino Rosa e Ernst Mahle como bolsista da Escola de Música de Piracicaba, aperfeiçoando-se com o professor Ingo Goritzki, na Escola Superior de Música e Teatro de Hannover, Alemanha, como bolsista do DAAD, Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico. Doutor em Música Brasileira pela Unirio e atua nessa universidade como professor de oboé e música de câmara.     É também professor do Programa de Pós- Graduação em Música.
Oboista do Quinteto Villa-Lobos há 28 anos, com o qual já gravou numerosos CDs de música brasileira.
*********
Aloysio Fagerlande (fagote) é graduado pela Escola de Música da UFRJ, estudou com Noël Devos, Gilbert Audin e Gerald Corey.
Doutor em Música pela Unirio e obteve o “Prix de Virtuosité” no Conservatoire National de la Région de Rueil-Malmaison, França, (1986-1987). 
Como camerista e integrante do Quinteto Villa-Lobos, apresentou-se nas principais salas de concerto do Brasil, América do Sul, Europa, África e Oriente Médio, além de ter registrado em CDs grande parte da produção camerística brasileira para fagote, com destaque para a obra de câmara para sopros de Heitor Villa-Lobos"

*(do site da ABL).

***********
  

Nenhum comentário: