domingo, 26 de julho de 2009

Alemanha-II : Muito além do Sauerkraut e da Kartoffelsalat mit Wurst




Fênix, maior exportadora,terceira economia do mundo,campeã dos seguros sociais e emissora de arte e cultura.


 Algumas pessoas, quando  pensam num alemão,visualizam o estereótipo: imagem de um sujeito louro,forte,de olhos azuis,meio grosso.Se for mulher,vem junto certo respeito-mas com receio- pela reação da suposta brutamontes,se contrariada.
Há mais do que Sauerkraut (chucrute),Kartoffelsalat mit Wurst(salada de batata com salsicha) e  Bier (cerveja) correndo nas veias de um germânico.
Há o orgulho em  ser o maior exportador mundial,a terceira potência ecônomica depois dos Estados Unidos e Japão,há a segurança dos direitos sociais muito bem fundamentados. (O governo de Angela Merkel está até tentando reformatar a seguridade social para que a economia possa se manter estável) .
Há a compreensão de que a reunificação teve um impacto significativo no crescimento da parte ocidental do país.Imensas   quantidades de dinheiro foram usadas para financiar a reestruturação da ex Alemanha Oriental.As indústrias metalúrgicas e químicas teem grande peso na economia  do país. Na super mecanizada agricultura, predominam as propriedades familiares.
O cidadão alemão tem completa noção do que representam Frankfurt,principal centro financeiro da Alemanha e da União Européia ,sua  Bolsa de Valores e o fato de ser a sede  do Banco Central  Europeu. 
E a grande capacidade de soerguimento também está no DNA.Quase todo o país ficou arrasado depois da derrota para os Aliados e se recuperou. Hannover, por exemplo, teve 75% de seu território devastado e  já lá estáva linda,efervescente algumas décadas depois.
                                 Os ALAMANOS
É  da tribo dos alamanos,povo bárbaro (imagem à direita) que vivia na fronteira da França com a Alemanha, que vem o gentílico.Os alamanos cruzaram o Rio Reno e invadiram a Gália romana. Germânia,outro gentílico do país vem do latim Germania-terra dos germanos.
A  demarcacão do território alemão foi -e  é-complexa e variada.Entraram nela limites históricos e geográficos.Segundo as fontes históricas,devem ser considerados não só o território como a etnogenia.
Antes de 1871, havia um “mundo germânico” que transitava entre os planos linguístico,cultural e politico.Textos gregos  e romanos datados do século V antes de Cristo mencionam que o território que hoje é a ex  República Federal da Alemanha era habitado ,majoritariamente,por tribos celtas.
Em seguida,outros povos germânicos,vindos da Escandinávia,ocuparam a atual Holanda,o norte do país e uma parte da atual Polônia.
 A falta de material escrito mais antigo e bem embasado mostra que -até este momento- os europeus do sul e do norte se desconheciam. O país era,na verdade, uma reunião de reinos e, a partir de 1871, com a criação do Império Alemão (que se deveu `a supremacia do reino da Prússia)tornou-se nação unificada.
A união foi  obra de Otto von Bismark (imagem),um nobre  conservador e representante da Prússia na Dieta de Frankfurt  (reunião de Delegados)entre 1851 e 1859. 

Bismark tinha a convicção que cedo ou tarde,   potências disputariam o poder. 
Primeiro Ministro em 1862, para resolver o conflito entre o Landstag (parlamento prussiano) e o Rei  a propósito da reforma militar,instalou um governo autoritário(governava por decreto) e transformou o exército numa força equipada e numerosa,armada com os mais modernos artefatos disponíveis
O Kaiserreich ou Império Alemão,proclamado em  1871,tinha uma area de 540.700 km2,divididos em 25 estados,cada um com seu governo soberano nos assuntos que não fossem da compatência do Reich.
 Os 25 soberanos tinham assento  no  Bundesrat(a câmara legislativa alta do parlamento alemão) e direito de veto nas decisões do Reichstag
O Kaiserreich era um império  muito confuso,um”estado nacional imperfeito” pois deixava meio à deriva as populações de cultura germânica, que se mesclavam com dinamarqueses, poloneses e franceses.
 A breve República de Weimar
 Terminada a Primeira Guerra Mundial,instalou-se a chamada  República de Weimar,Estado constitucional liberal e democrático,formado pela coalisão de sociais democratas,católicos e  liberais.(capa da Constituição da Rep. de Weimar)
Revoltas de direita e esquerda e a hiperinflacão de 1923 balançaram a estabiliadde do novo formato de governo. As reparações de Guerra  e melhor relacionamento com os antigo inimigos ajudaram a manter a estabilidade nos anos seguintes e o país viveu uma relativa prosperidade até que  chegou a Grande Depressão em 1930
        Hitler  e o Terceiro Reich
O Terceiro Reich surgiu com a ditadura de Adolf Hitler e a ascensão do Nazismo em 1933. A rendição `as forças aliadas veio em 1945
O povo alemão se refere a  1945 como  "Stunde Null" (hora zero) para descrever a devastação do país.
O filme de Roberto Rossellini “Alemanha ano zero”( de 1948) é um bom documento dessa situação de horror: mostra as cidades que viraram ruínas.carcaças de edifícios incendiados, e a população faminta e  agressiva,procurando o que comer.
 Após a derrota na Segunda Guerra Mundial, a Alemanha foi dividida em 4 setores de ocupação pelos Aliados(imagem)
e, em 1949 decupada em dois diferentes países: Alemanha Ocidental (Bundesrepublik Deutschland), de capitalista, e Alemanha Oriental (Deutsche Demokratische Republik), socialista.
A reunificação aconteceu em 3 de outubro de 1990, cuja “hora zero” foi queda de Muro de Berlim, em novembro do ano anterior. ******************************************************
********************************************************




Nenhum comentário: