sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Dia dos Pais- como tudo começou





 Cento e seis anos de comemorações
Em 1909 ,nos Estados Unidos , Sonora Louise Smart decidiu homenagear seu pai viúvo,William Smart,veterano da Guerra Civil,que criou os filhos sozinho quando a sra. Smart faleceu, ao dar `a luz seu sexto bebê.

O pai de Sonora nasceu em junho e a primeira comemoração foi 19 de junho de 1909,em Spokane, Washington. O Presidente Calvin Coolidge, em 1924, incorporou o festejo ao calendário nacional de eventos.

A data, móvel, é comemorada mundialmente. 
No Brasil é festejada no segundo domingo de agosto,homenagem a São Joaquim, "Patriarca da família" e avô de Jesus ( dia 14 de agosto).
Em sua visita recente ao Rio, o Papa Francisco "anexou" São Joaquim aos festejos do Dia das avós, 26 de julho.

Em Portugal é a 19 de Março,dia de São José
Em outros paises, no 3º domingo de Junho.
*********
Em 1953,o publicitário Sylvio Bhering,então diretor comercial de O GLOBO ,importou a data americana e alterou a comemoração de julho para agosto por motivos comercias: julho sempre foi mês de férias escolares.

Ao jinglista Miguel Gustavo(Werneck de Souza Martins, compositor, jornalista, poeta e radialista 1922/1972) foi encomendada uma canção para marcar o dia dos paIs no Brasil.
Ele apresentou a criativa “´É sempre o papai “,baião gravado por Zezé Gonzaga e,depois pelo palhaço Carequinha(George Savalla Gomes- 1915/2006 )

 Em 1979, o cantor e compositor Fábio Junior apresentou "PAI", (no link abaixo) que se tornou um clássico da MPB e continua -até hoje-despertando emoções profundas e mexendo com recordações boas ou não tão boas.
Saudades,meu Pai, do que poderia ter sido.....e não foi.



 


Nenhum comentário: