domingo, 7 de abril de 2013

Escala Richter e a Magnitude de Terremotos

                               ( do site Apollo 11)


 publicado ontem,sábado, 6 de março de 2013

"De acordo com dados recebidos da Rede Sismográfica Global (Iris-GSN), um terremoto de 7.2 graus de magnitude foi registrado ontem em Papua, na Indonésia, as 01h42, pelo horário brasileiro . O forte tremor ocorreu a 58 quilômetros de profundidade, abaixo das coordenadas 3.50S e 138.60E 
Ainda não há informações sobre vítimas.
Apesar da grande intensidade, sismos que ocorrem nessa profundidade tem a maior parte de sua energia dissipada antes de chegar à superfície. Mesmo assim, quando acontecem no oceano podem provocar a formação e alertas de tsunamis.

Um terremoto de 7.2 graus de magnitude libera a mesma energia que 47 bombas atômicas similares a que destruiu Hiroshima em 1945, ou a explosão de 946425 toneladas de TNT."

**************

A escala Richter  e a medição da magnitude de um terremoto





Charles Francis Richter (1900 — 1985) foi o sismólogo americano deu nome à escala que mede a magnitude dos terremotos.
Este trabalho foi desenvolvido em colaboração com Beno Gutenberg,em 1935.


A dupla trabalhava no California Institute of Technology (Caltech) e
apresentou a escala medindo a amplitude dos terremotos ocorridos a cerca
de 100 quilômetros com um sismógrafo do tipo Wood-Anderson.
Esta medição só é confiável em curtas distâncias e,atualmente, se chama "magnitude local.
Em1936, Gutenberg e Richter (foto) trouxeram um novo conceito de magnitude,baseado nas ondas de superfície,para distâncias chamadas telesísimicas -distâncias superiores a um ângulo de 30 graus e por um período de 20 segundos.
Desenvolvida por Beno Gutenberg em 1945, esta magnitude é usada até hoje,com a abreviação MS.
Em 1954 e 1956,Richter publicou textos que se tornaram referência no estudo da sismologia.
***********************************************************************************************

A escala Richter aumenta de forma logarítimica, de maneira que cada ponto
de aumento sigifica um aumento 10 vezes maior. Dessa forma, um sismo de
magnitude 4 é 100 vezes maior que um de 2. No entanto, é importante
salientar que o que aumenta é a amplitude das ondas sismográficas e não a
energia liberada. Em termos gerais a energia de um
terremoto aumentaria um fator 33 para cada grau de magnitude, ou aproximadamente 1000 vezes a cada duas unidades.( Fonte Wikipedia)
MagEscala Richter e efeitos associados
1Não é sentido pelas pessoas. Só os sismógrafos registram
2É sentido nos andares mais altos dos edifícios
3Lustres podem balançar. A vibração é igual à de um caminhão passando
3.5Carros parados balançam, peças feitas em louça vibram e fazem barulho
4.5Pode acordar as pessoas que estão dormindo, abrir portas, parar relógios de pêndulos e cair reboco de paredes
5É percebido por todos. As pessoas caminham com dificuldades, livros caem de estantes; os móveis podem ficar virados
5.5As pessoas têm dificuldades de caminhar, as paredes racham, louças quebram
6.5Difícil dirigir automóveis, forros desabam, casas de madeira são arrancadas de fundações. Algumas paredes caem
7Pânico geral, danos nas fundações dos prédios, encanamentos se rompem, fendas no chão, danos em represas e queda de pontes.
7.5Maioria dos prédios desaba, grandes deslizamentos de terra, rios transbordam, represas e diques são destruídos
8.5Trilhos retorcidos nas estradas de ferro, tubulações de água e esgoto totalmente destruídas
9Destruição total. Grandes pedaços de rocha são deslocados, objetos são lançados no ar
A escala Richter é uma escala infinita ou aberta, podendo inclusive
apresentar números negativos. No entanto, as forças naturais envolvidas
limitam o topo da escala em aproximadamente 10. Teoricamente não existe
energia em um
terremoto capaz de superar esta marca.

ENERGIA DOS TERREMOTOS

Abaixo podemos ver uma tabela comparativa entre a energia liberada por um terremoto e a quantidade de toneladas de TNT que seriam necessárias para liberar a mesma quantidade de energia
Pela tabela, o terremoto
de magnitude 6.9 graus Richter ocorrido em Kobe no Japão, em 1995,
liberou a mesma energia de uma explosão de 23 milhões de toneladas de
TNT.
MAGTNTEXEMPLO
2.01Explosivo detonado em minas de carvão
4.01000Arma nuclear de pequeno porte
4.55100Energia total em um tornado médio
5.580000Terremoto em Nevada, EUA, 1992
6.01 milhãoTerremoto em Nevada, EUA, 1994
6.55 milhõesTerremoto en Northridge, Califórnia em 1992
6.923 milhõesTerremoto de Kobe, Japão, em 1995
7.032 milhõesTerremoto de Hyogo-Ken Nanbu, Japão, em 1995. Equivalente à maior explosão termonuclear já realizada.
8.01 bilhãoTerremoto de São Francisco em 1906.
9.264 bilhõesTerremoto em Anchorage, Alaska em 1964. Segundo maior terremoto registrado por instrumentos
9.5180 bilhõesMaior terremoto já registrado por instrumentos: Chile, em 1960
12160 trilhõesQuantidade de energia que a Terra recebe do sol diariamente

*************************************************************************************

Nenhum comentário: