domingo, 24 de fevereiro de 2013

STEFAN ZWEIG (1881-1942)




Há exatos 71 anos,sem ter encontrado a paz de espírito que tanto desejavam, o escritor alemão Stefan Zweig e sua mulher suicidaram-se em Petrópolis, RJ.

 **************
  "Stefan Zweig nasceu a 28 de novembro de 1881 em Viena. Estudou Filosofia e começou a escrever poesias, dramas e traduziu inúmeras obras francesas para o alemão. Pacifista, sonhava com uma Europa unida.
     A primeira guerra mundial o desanimou. Iniciou escrevendo pequenas histórias que o tornaram famoso. Sua origem judaica o obrigou a abandonar a Áustria. Problemas de consciência, somados à angústia devido à guerra, levaram-no ao suicídio em Petrópolis, em 22 de fevereiro de 1942.
     Suas inúmeras obras foram divulgadas em várias línguas, inclusive “Brasil, país do futuro”, hoje esgotado e raro" 



Deixou a seguinte carta de despedida

***************

Declaração Stefan Zweig
Antes de deixar a vida, de livre vontade e juízo perfeito, uma última obrigação se me impõe: agradecer do mais íntimo a este maravilhoso país, o Brasil, que propiciou a mim e à minha obra tão boa e hospitaleira guarida. 
A cada dia fui aprendendo a amar mais e mais este país, e em nenhum outro lugar eu poderia ter reconstruído por completo a minha vida, justo quando o mundo de minha própria língua se acabou para mim e meu lar espiritual, a Europa, se auto-aniquila.
Mas depois dos sessenta anos precisa-se de forças descomunais para começar tudo de novo. E as minhas se exauriram nestes longos anos de errância sem pátria. 
Assim, achei melhor encerrar, no devido tempo e de cabeça erguida, uma vida que sempre teve no trabalho intelectual a mais pura alegria, e na liberdade pessoal, o bem mais precioso sobre a terra.
Saúdo a todos os meus amigos! 
Que ainda possam ver a aurora após a longa noite! 

Eu, demasiado impaciente, vou-me embora antes.
Stefan Zweig
Petrópolis, 22. II. 1942

Nenhum comentário: