sábado, 2 de junho de 2012

A origem do Patchwork

"O Clube Monte Líbano -Avenida Borges de Medeiros, 201,(no bairro da Lagoa) é palco para a 10a. edição do Rio Patchwork ,de 31 de maio a 2 de junho de 2012.
 A mostra apresenta 90 trabalhos sobre o patchwork contemporâneo, que foram produzidos por artistas brasileiros e estrangeiros. 
Quem ganha destaque nesta edição são as americanas Barbara Fox e Cameron Mason, artistas convidadas a ministrar palestras sobre os princípios do patchwork artístico. 
 A produção do evento estima que a mostra seja vista por cerca de dez mil visitantes, dois mil a mais do que a edição anterior. 
Segundo o curador da exposição, Zeca Medeiros, o Rio Patchwork Design apresenta uma feira de produtos que chega a movimentar cerca de R$ 2,5 milhões no período.
 Serão 42 expositores, entre ateliês, lojas e empresas da área têxtil, vindos de São Paulo , Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul" 
 ( divulgação)

*****************************

 O Patchwork é uma forma de arte que usa estruturas decorativas formadas pela união de retalhos de tecido e que teve sua origem no artesanato do mundo antigo.

O homem primitivo usava peles de animais para proteção contra o frio.
Estas peças de vestuário tinham a espessura do animal grande e,em seguida,foram montadas peças com junção de peles de pequenos animais.

Mais tarde, a  utilização das fibras naturais-algodão,linho, seda- trouxe um maior desgaste do material e as mulheres que,geralmente, costuravam, passaram a usar retalhos na composição de suas vestimentas.

As principais montagens são realizadas em colchas, fronhas, toalhas, cortinas ou tapeçaria para paredes
Por razões de estética, técnicas de diferentes locais se estabeleceram e continuam sendo  passadas ​​de geração em geração.
Por muitos séculos, finos tecidos estampados foram usados ​​para fazer a colcha no Oeste da Índia,
 O mercado de tecidos foi a base para a criação da Companhia das Índias Orientais, mas logo a importação desses tecidos foi proibido no Ocidente para permitir o desenvolvimento da indústria do tecido impresso na Europa.

 Técnicas atuais

As técnicas usadas atualmente se originam da reparação de colchas muito usadas (meados do século 18)que eram renovadas por meio de aplicação de retalhos
 Estas peças, os nossos atuais edredons ou mantas,incluem um acolchoado que é a camada de enchimento colocado entre duas camadas de tecido e mantida firme por meio de costura de pequenos pontos.
"Quilt" ,na língua portuguesa falada no Brasil e no universo do patchwork, tornou-se uma espécie de sinônimo para "acolchoado" ou" colcha "

  
A evolução da arte do patchwork

A colcha de retalhos era usada por economia, mas no século XIX, quando o algodão tornou-se barato eabundante, tornou-se um passatempo em voga na Europa,especialmente na Inglaterra.

 Foi usado em móveis, e deu origem ao crazy work, que consisitia em moedas atiradas "ao acaso" e montadas por meio de costura decorativa.

Exceto num breve período na década de 30 do século passado,a moda do patchwork  aumentou após a Primeira Guerra Mundial e agora ressurge em popularidade tanto pela reutilização de tecidos antigos na era da economia sustentávek como pelo prazer de praticar um hobby criativo que pode dar origem a uma atividade de grupo.  

O renascimento nos Estados Unidos 


 Grande parte da retomada do patchwork  que -aliás-, nunca deixou de estar em voga, foi  com o trabalho  dos artistas americanos.

 As colchas eram parte da vida social e doméstica desde a chegada dos pioneiros.
 Devido à escassez de suprimentos em uma sociedade não industrializada, as famílias precisavam usar  até o menor pedaço de pano que haviam trazido da Europa.

Os invernos longos e falta de distrações propiciararam a fabricação de colchas ​​para passar o tempo, de forma sociável e útil.
A parte principal da colcha era feita durante o inverno e o estofamento esperava o verão seguinte,quando a colcha era montada.
Uma única pessoa podia levar semanas para terminar um trabalho acolchoado mas, se os vizinhos ajudassem, tudo terminaria muito mais rápido.
 Pronta a obra,uma festa celebrava a ocasião.

A apresentação de uma colcha trabalhada com os amigos muitas vezes era a principal atração de uma festa de noivado ou a celebração da maioridade aos 21 anos.
 Inicialmente, as donas de casa do Novo Mundo reproduziam modelos trazidos de seus países de origem e os transmitiram aos descendentes.
Cada geração de moças adicionava alguma novidade e,assim,
centenas modelos acabaram agregando o nome original e evoluíram à medida em que iam sendo copiados.

Alguns padrões lembravam uma grande data na história, eventos sociais ou familiares ou eram inspirados pela religião e as crenças dos agricultores.

 *******************************************************

2 comentários:

Carina disse...

Parabéns pelo blog! Textos muito ricos e interessantes!

Dê uma passadinha no meu http://umrelicariodeideias.blogspot.com.br/ se curtir, siga-o

Thereza Pires disse...

OI,CARINA
Ja vou lá.
Obrigada pela visita
Thereza