quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

70 anos do lançamento de "Brasil, país do futuro" de Stefan Zweig

(capa do livro no original, em alemão)
********************** Em junho de 1940, para fugir do avanço das tropas de Hitler, Stefan Zweig-judeu e escritor consagrado mundialmente- deixou a Inglaterra,onde estava exilado em Bath.
Um telegrama ao editor Abrahão Koogan, informava que na "viagem sul-americana",moraria algum tempo no Rio para completar o "livro brasileiro".
Deslumbrado com o país desde 1935,quando aconteceu a primeira visita,Stefan Zweig veio com sua segunda mulher, Lotte,para viver longe das atrocidades que aconteciam na Europa durante a segunda guerra mundial e para terminar sua autobiografia (O mundo que eu vi).
A obra,publicada pela primeira vez em 1941 é.segundo o jornalista Alberto Dines, “é o mais famoso de todos os textos que se escreveram sobre o Brasil”.
Dines é autor da biografia Morte no paraíso – a tragédia de Stefan Zweig (1981)
***********

E durante muito,muito tempo, depois do suicídio de Zweig e de Lotte, no mesmo ano de 1941 em Petrópolis, o país esteve buscando atingir o conceito de "país do futuro", projetando detalhes e esquecendo o conjunto.
A saúde coletiva debilitada em contraste com as desejadas - e nunca encontradas - abundância econômica e riqueza cultural. Nosso povo, hábil em se adaptar às mais diferentes situações reage com a criatividade e bom humor de seu intelecto ativo aos sucessivos golpes com que o mau caráter corrupto, a incompetência e a pusilanimidade de seus representantes vem lhe "presenteando" através da História.
*********************************************************
Zweig passeou pela Bahia, pelo Recife, pelos morros do Rio de Janeiro e " observou hábitos da cultura brasileira que se destacam aos olhos estrangeiros, como o simples fato de sempre haver um café fresco para receber um visitante".
Leia alguns trechos do livro,
pequena biografia do autor
e o prefácio , na edição online
em
**********************************************************************

Nenhum comentário: