sábado, 19 de junho de 2010

Adeus,Saramago


(19 de junho,2010)
José Saramago contista,romancista jornalista,dramaturgo e poeta português,nascido em Azinhaga,no Ribatejo em 16 de novembro de 1922, foi o único escritor de língua portuguesa a receber o Nobel de Literatura(1998) tendo sido, igualmente, agraciado com Prêmio Camões,o mais importante prêmio literário lusófono.
Conhecido pelas posicões políticas de esquerda,foi membro do Partido Comunista Português e um dos diretores da FNPC- Frente Nacional para a Defesa da Cultura (1992)
Num certo momento, já doente,retirou-se para seu lar em Lazarote,ilha espanhola do arquipélago das Canárias,onde teve até o fim a presença querida de Pilar del Rio (na foto abaixo), a esposa 30 anos mais nova.

O site da Fundação José Saramago informa que a morte foi consequência de uma falência múltipla dos órgãos, após prolongada leucemia.
Vindo de uma família pobre, filho de pais analfabetos que vieram tentar a sorte em Lisboa em 1924, Saramago formou-se numa Escola Técnica e não frequentou universidade,apesar de desde muito cedo ter demonstrado gosto pela literatura.
Trabalhou como serralheiro mecânico e,depois do serviço e nas horas vagas, era frequentador assíduo da Biblioteca Municipal Central na capital portuguesa.
Autodidata, aos 25 anos publicou o primeiro romance Terra do Pecado (1947), quando nasceu a filha Violante, do primeiro casamento com a artista plástica Ilda Reis
Em 1955,começou o período de tradutor,para complementar sua renda.Traduziu Baudelaire,Heigel e Tolstoi,entre outros.
Suas obras,em contrapartida, foram traduzidas em 25 línguas.
O casamento com Ilda durou de 1944 a 1970, quando Saramago trabalhava como funcionário público.
Em 1988,22 anos após o término da longa relação com a escritora Isabel da Nóbrega, conheceu e logo se encantou com a jornalista e tradutora espanhola María del Pilar del Río Sánchez,que tem um filho de outro relacionamento.
Na foto, toda família-no sentido horário:Pilar,o enteado com o cãozinho Camões,os netos,a o genro e a filha,todos reunidos na casa do escritor.
Violante, única descendente de Saramago, sempre frisou a importância de Pilar na vida e na carreira do pai.
O seu livro "Ensaio Sobre a Cegueira", foi adaptado para o cinema e lançado em 2008,produzido no Japão, Brasil e Canadá, dirigido por Fernando Meirelles
Neste ano de 2010, o diretor português Antonio Ferreira adaptou um conto retirado do livro"Objeto Quase",que se transformou no filme Embargo, uma co-produção portuguesa-espanhola-brasileira.
A breve notícia divulgada pela agência de notícias do L'Express, sintetiza:

"Excessivo e revoltado em sua obra o escritor e Prêmio Nobel de Literatura José Saramago faleceu serenamente aos 87 anos,cercado de seus familiares,deixando obra marcada pela imaginação transbordante e gosto pronunciado pela polêmica"
O velório de Saramago terá início às 13h de hoje,sábado, (horário de Brasília) na cidade espanhola de Tías, nas Ilhas Canárias
Depois, os restos mortais do Prêmio Nobel de Literatura de 1998 serão levados para Lisboa, onde haverá outro velório, ainda sem data marcada, no plenário da Prefeitura da capital portuguesa
O corpo será cremado e parte de suas cinzas será depositada em seu povoado natal, Azinhaga, e outra parte enterrada junto a uma oliveira de sua casa de Lanzarote, segundo informação dos familiares.
***************************

Nenhum comentário: